Início » Aplicativos e Software » Pantone, RGB e CMYK; qual a diferença?

Pantone, RGB e CMYK; qual a diferença?

O barato pode sair caro na produção gráfica; saiba a diferença entre Pantone, RGB e CMYK e garanta fidelidade de cor em seu projeto

Tatiana Vieira Por

Mesmo que você não seja um profissional do design, certamente já ouviu falar em Pantone, RGB e CMYK. Esses padrões são os mais usados em todo o mundo. A questão é, seria tudo a mesma coisa? Posso imprimir um arquivo em qualquer padrão?Pantone, RGB e CMYK; qual a diferença?

Diferença entre Pantone, RGB e CMYK

Diferença entre Pantone, RGB e CMYK (Imagem: Vitor Padua/Tecnoblog)

Pantone, RGB e CMYK; qual a diferença?

Para não errar na produção gráfica, caso você não conte com um produtor gráfico e precisa lidar com gráficas rápidas, é preciso ter muita atenção para o barato não sair caro.

Talvez não você não perceba a diferença entre essas três cores abaixo:

Exemplo de cor em Pantone, RGB e CMYK

Exemplo de cor em Pantone, RGB e CMYK (Imagem: Tatiana Vieira/Tecnoblog)

A ideia é que não seja perceptível, porém, trabalhar cores não é algo tão simples. É preciso entender seus sistemas, como convertê-las, quando necessário, além de onde e como aplicá-las.

Pantone

Pantone é uma empresa especializada em combinações de cores para artes gráficas. O sistema de cores da Pantone baseia-se na mistura de diversos pigmentos para criação de cores especiais, inclusive cores metalizadas. Esse sistema foi desenvolvido e padronizado ao longo dos anos, e se tornou referência no mercado de cores.

Além disso, diferente dos padrões RGB e CMYK, a Pantone praticamente ditas as tendências do que iremos consumir, seja nas cores de tecidos das roupas e móveis lojas, como no universo gráfico. Disigners e não designers ficam ansiosos, aguardando a divulgação da “cor do ano”, baseada na psicologia das cores.

E mais um detalhe técnico sobre padrão Pantone. Ele possui uma gama muito maior que o RGB e o CMYK, por isso é um tanto complexo converter cores Pantone em CMYK. Contudo, é bastante simples converter uma cor CMYK em Pantone.

Cartela de cor Pantone

Cartela de cor Pantone (Imagem: Divulgação/Pantone)

RGB

O RGB é um sistema de cores aditivo, ou seja, que adiciona cores para formar novas cores, independentemente de luz externa. É utilizado em dispositivos eletrônicos como televisões, monitores e smartphones. As três letras significam suas cores primárias, vermelho (Red), verde (Green) e azul (Blue). Sua escala de cores é maior do que o CMYK e menor do que o Pantone.

É fácil identificar cores RGB por sua combinação de cores, sempre composta por três números, variando entre 0 e 255.

Padrão de cor RGB

Padrão de cor RGB (Imagem: Tatiana Vieira/Tecnoblog)

CMYK

CMYK é um sistema de cores utilizado em impressoras e fotocopiadoras. A sigla representa suas cores primárias, e significa ciano (Cyan), magenta (Magenta), amarelo (Yellow) e preto (blacK.) A partir da mistura destes pigmentos é possível reproduzir a maioria das cores do espectro.

Esquema de cor CMYK

Esquema de cor CMYK (Imagem: Tatiana Vieira/Tecnoblog)

No CMYK há dois tipos de pretos usados no universo gráfico:

  • Preto puro/simples: somente o preto, ou seja, C = 0% M = 0% Y = 0% K = 100%;
  • Preto composto ou calçado: mistura de amarelo, ciano, magenta e preto, ou seja, C = 100 M = 100% Y 100% K = 100% ou composição de diferentes percentuais das cores CMYK.

Mas fique atento, dependendo do papel usado, calçar o preto, ou seja, tornar a tinta mais espessa, devido à sobreposição de tintas, pode ser arriscado.

Quando usar padrões Pantone, RGB e CMYK?

Use o padrão RGB sempre que o destino final de seu projeto for o meio digital, ou seja, postagens em mídias sociais, e-mail marketing, imagens para web, entre outros. Mas certamente você já deve ter ouvido ou ouvirá que algum bureau gostaria/prefere/aceita imagens em RGB.

Use o padrão CMYK quando precisar imprimir algo em papel. Contudo, os bureaus de serviços, que trabalham com pequenas tiragens, usam o padrão de impressão RGB por causa do tipo de impressora, mas, se pensarmos que a diferença maior é do RGB para o CMYK, então, opte sempre por trabalhar com o padrão CMYK, pois não trará muita diferença na arte quando transformado em RGB.

Agora você já tem uma base para aplicar cores Pantone, RGB e CMYK de forma correta e poderá, inclusive, explicar melhor a um cliente, o porquê das cores serem um fator importante ao criar um projeto e especialmente ao dar saída para a gráfica. Sucesso e boas impressões.

Com informações: Helio Print.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando