Início » Negócios » Nvidia faturou US$ 5 bi durante escassez de placas de vídeo

Nvidia faturou US$ 5 bi durante escassez de placas de vídeo

Grande demanda por placas de vídeo ajudou Nvidia a registrar faturamento recorde de US$ 5 bilhões no último trimestre fiscal

Emerson AlecrimPor

Nesta semana, a Nvidia divulgou os resultados financeiros referentes ao seu quarto trimestre fiscal, encerrado em 31 de janeiro de 2021. O relatório indica que, no período, a companhia registrou faturamento de US$ 5 bilhões. Trata-se de um recorde para a empresa que foi alcançado, em parte, graças à alta demanda por placas de vídeo nos últimos meses.

Nvidia na BGS 2018 (imagem: Facebook/Nvidia)

Nvidia na BGS 2018 (imagem: Facebook/Nvidia)

Os US$ 5 bilhões representam uma alta de 61% na comparação com o mesmo período do ano anterior, quando a Nvidia apresentou faturamento de US$ 3,1 bilhões.

O montante superou a previsão de analistas de mercado, que já era bastante otimista: eles esperavam um faturamento de US$ 4,82 bilhões no último trimestre fiscal.

Já o lucro líquido no último trimestre ficou em US$ 1,46 bilhão.

As placas de vídeos GeForce RTX 3000 contribuíram substancialmente para esses números. Desde que foram anunciadas, a procura por elas tem sido tão grande que a Nvidia vem tendo dificuldades para atender a toda demanda.

Além de placas de vídeo para jogos, a Nvidia trabalha com soluções para datacenters, virtualização e tecnologia automotiva, por exemplo. A primeira categoria respondeu, sozinha, pela metade do faturamento registrado, isto é, por US$ 2,5 bilhões. Já o segmento de datacenters arrecadou US$ 1,9 bilhão.

Jensen Huang, fundador e CEO da Nvidia, comemora:

Nosso trabalho pioneiro ajudou a tornar os games a forma mais popular de entretenimento do mundo; democratizamos a supercomputação e a IA para todos os pesquisadores; e a demanda pelas GeForce RTX Série 30 foi incrível. A Nvidia RTX começou um grande ciclo de melhorias para os gamers terem acesso a tecnologias como Ray Tracing, DLSS e IA.

Jensen Huang, CEO da Nvidia

O mercado de placas de vídeo está aquecido não só por conta da procura de GPUs pelos jogadores, mas também pela busca por unidades para mineração de criptomoeda, principalmente Ethereum.

Placa de vídeo da série GeForce RTX (imagem: divulgação/Nvidia)

Placa de vídeo da série GeForce RTX (imagem: divulgação/Nvidia)

Como que para tranquilizar o mercado, Colette Kress, diretora financeira da Nvidia, explicou em uma videoconferência que a mineração de criptomoeda contribuiu para algo entre US$ 100 milhões e US$ 300 milhões na arrecadação da Nvidia, uma proporção relativamente pequena se considerarmos o total.

Apesar disso, a Nvidia prometeu recentemente criar um driver para a placa GeForce RTX 3060 que a fará ter 50% menos eficiência na mineração de Ethereum. A expectativa é a de que, com essa medida, os jogadores tenham mais facilidade para comprar o modelo, de preferência, com valor igual ou próximo ao sugerido pela Nvidia (US$ 329).

Seja como for, não há nada indicando que o mercado de placas de vídeo ficará mais “tranquilo” no curto prazo.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando