Início » Telecomunicações » SpaceX passa a cobrar reserva de US$ 99 para internet Starlink no Brasil

SpaceX passa a cobrar reserva de US$ 99 para internet Starlink no Brasil

Internet via satélite da empresa de Elon Musk promete velocidades de até 150 Mb/s; Starlink já tem CNPJ no Brasil

Lucas BragaPor

A Starlink já iniciou a pré-venda no Brasil e passou a cobrar US$ 99 pela reserva da internet via satélite. A companhia enviou e-mail aos interessados e informou que o pagamento irá assegurar o local na fila de espera. A operadora de banda larga da SpaceX deve ter cobertura no país até o final de 2021 e já abriu CNPJ, mas ainda precisa receber autorização da Anatel.

Starlink já permite pagamento de reserva com endereços brasileiros (Imagem: Reprodução/SpaceX)

Starlink já permite pagamento de reserva com endereços brasileiros (Imagem: Reprodução/SpaceX)

Apesar do lugar garantido na fila, a Starlink ressalta que nem todos os interessados serão contemplados, uma vez que a empresa irá demorar até ter satélites cobrindo todas as regiões.

A taxa de US$ 99 pode ser paga com cartão de crédito internacional e é reembolsável a qualquer momento. Futuramente, o cliente terá que comprar o kit com antena parabólica e roteador que custa US$ 499.

E-mail enviado pela Starlink informando sobre a pré-venda (Imagem: Reprodução/SpaceX)

Outra informação importante é que a Starlink está em fase de testes. Durante o beta, a latência (ping) varia entre 20 ms a 40 ms, enquanto velocidade de download começa de 50 Mb/s e vai até 150 Mb/s. A expectativa de Elon Musk é que o serviço alcance 300 Mb/s em 2021 e tenha cobertura em toda a Terra em 2022.

Starlink já abriu CNPJ para vender internet no Brasil

A Starlink espera ter cobertura em parte do Brasil até o final de 2021. Conforme apurado anteriormente pelo Tecnoblog, a empresa já abriu dois CNPJs para poder atuar no país. A SpaceX ainda precisa solicitar uma autorização da Anatel para poder operar como provedor de banda larga, e também necessita de uma licença para uso de satélite.

Aqui vale lembrar que a internet da Starlink não será para todos: a mensalidade da conexão de internet é de US$ 99, o que equivale a aproximadamente R$ 550 por mês em conversão direta. É bem mais caro que uma conexão de banda larga de uma operadora tradicional: Vivo e Oi, por exemplo, cobram R$ 99 mensais pelo plano de 200 Mb/s.

Por utilizar tecnologia de satélite, o serviço é adequado para quem mora em regiões que ainda não são atendidas por operadoras fixas tradicionais de cabo ou fibra óptica. A Starlink deve concorrer com outros provedores de satélite como Hughesnet e Viasat, que cobram até R$ 619 por mês para uma conexão com limite de dados.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
12 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Matheus Motta (@Matheus_Motta)

Espere a Anatel ver isso…

jacob (@jacob)

Já reservei o meu. Na chácara temos rádio de míseros 5 Mbps por R$189, o preço do Starlink é caro, mas pra quem realmente precisa do serviço, não tem dinheiro que pague.

André Gorgen (@Banana_Phone)

Meus pais pagam 400 reais por uma internet via rádio de 8mb, mas ela entrega até 40mb de madrugada e nos horários de pico cai para 2mb.
Eles moram na fazenda, a internet deles é dividida por 3 casas e as câmeras de segurança, mas todos os vizinhos que tem internet também usam do mesmo provedor.
Pra eles com certeza vai valer a pena a Starlink, podiam até montar a antena em uma fazenda e distribuir para as demais via rádio.

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

Esse tipo de serviço é regulado por meio de autorizações, não concessões. Se tiver tudo certo com os equipamentos, não tem porque a Anatel negar o pedido.

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

Se ela insistir em cobrar o mesmo que cobra nos EUA, não tem a menor condição do serviço ser viável aqui. Sim, eu sei que isso é pra lugares sem acesso (cada vez menos comum), mas existem outros concorrentes cobrando muito menos.

Vai ser a única saída somente caso não tenha outra forma de ter banda larga em alta velocidade, já que os atuais serviços de internet via satélite são bem limitados (mas ainda utilizáveis).

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Se a starlink pegar metade dos clientes das via satélite atuais já tá bom pra eles, mas imagino que eles vão é pegar quase todos os clientes dessas empresas.

ochateador (@ochateador)

Vá morar no meio do Mato Grosso, onde a sua fazenda fica a apenas 100KM da cidade mais próxima e 180 KM do hospital mais próximo.
Depois volte aqui e comente sobre sua internet de 200 Mbps por R$ 120,00.

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

Aqui tão puxando fibra pra todo lado nessas distâncias.

Galera acha que saiu de São Paulo ou Rio de Janeiro, entra diretamente no tempo das cavernas…kkk

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

sai 100km da capital, depois entra na primeira estrada de chão que achar e anda uns 15 km, agora me diz que internet tu tem lá pra usar? nem teu celular vai tá funcionando nesse lugar.

Pessoal acha que internet via satélite é pra competir com fibra

Matheus Moreno (@Matheusandyou)

Para quem mora em careca urbana é um absurdo o preso, agora pelos comentários, as regiões rurais realmente vão adorar o pacote.

ochateador (@ochateador)

Aqui em minha cidade, metade dos bairros você só tem duas opções:

via rádio de 1 Mbps. vivo (na m**da) com speedy de 2 Mbps.

A outra metade, caso você tenha um pouco sorte, é possível ter vivo fibra de 100 Mbps ou NET de 120/240 Mbps. Se tiver muita sorte, pega um provedor pequeno que oferece essas mesmas velocidades por um quarto do preço.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

via radio de só 1 Mbps é de sofres, pelo menos aqui as empresas via radio forneciam ate 8 ou 10 Mbps, nenhuma maravilha, mas da pra sobreviver, e a rede é bem projetada, então não fica caindo a internet via radio.

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Já tem umas duas matérias do Tecnoblog que eu venho dizendo isso, mas o pessoal que acha que fibra se acha fácil em qualquer lugar, parece que é surdo.

André Gorgen (@Banana_Phone)

Além de pegar todos esses clientes, eles ainda vão pegar muitos que usam internet via rádio precária, como é o caso dos meus pais. Eles moram 18km (linha reta) da cidade e usam uma internet via rádio por 400 reais ao mês que é bem precária, cai muito e oscila demais. Mês passado ficaram 4 dias sem internet, celular lá só pega 2G (e só pega pq tem antena).
Já fiz a reserva da Starlink pra eles, se for necessário eu mesmo instalo lá no ponto principal. Já tem uma rede toda pra distribuir para as casas da fazenda e câmeras de segurança, acho que só preciso substituir o cabo principal.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Por esse valor da pra contratar uma internet na cidade e montar um enlace próprio de internet de qualidade, o provedor tá se aproveitando de vocês, espero que consigam logo a internet da starlink.

Exibir mais comentários