Início » Brasil » Sony deixará de vender TVs, câmeras e fones no Brasil ainda este mês

Sony deixará de vender TVs, câmeras e fones no Brasil ainda este mês

Sony Brasil encerra venda de TVs, equipamentos de áudio e câmeras no final de março de 2021; PS4 e PS5 não serão afetados

Felipe Ventura Por

A Sony confirmou em uma nota publicada em suas redes sociais que encerrará a venda de TVs, equipamentos de áudio e câmeras no final de março de 2021. Eles ainda terão assistência técnica “pelo tempo necessário”; e outros produtos da empresa, como o PS4 e PS5, não serão afetados. A fábrica da empresa em Manaus foi vendida para a Mondial.

Estande da Sony na CES (Imagem: Divulgação/Sony)

Estande da Sony na CES (Imagem: Divulgação/Sony)

Quais produtos a Sony não vai vender no Brasil?

“Como anunciado em setembro de 2020, a Sony Brasil irá encerrar suas atividades comerciais ao final do mês de março de 2021”, diz o comunicado. “Com isso, iremos interromper as vendas de produtos eletrônicos como TVs, câmeras e equipamentos de áudio.”

Isso afeta as seguintes categorias de eletrônicos da Sony no Brasil:

  • televisores de todas as linhas, com ou sem Android TV
  • home theater e soundbars
  • fones de ouvido como o WH-1000XM4 (exceto headsets para PlayStation)
  • caixas de som Bluetooth sem fio
  • mini systems
  • câmeras de lentes intercambiáveis (linha Alpha)
  • lentes
  • câmeras compactas
  • filmadoras para consumidores

A saída da Sony pode reduzir a concorrência no mercado brasileiro de TVs, no qual se destacam marcas como Samsung, LG e TCL. A empresa havia anunciado a Z8H, primeira TV 8K com selo de ideal para PS5 no país, dias antes de revelar o encerramento de suas atividades na fábrica em Manaus.

A unidade fabril foi vendida para a Mondial produzir TVs, micro-ondas e aparelhos de ar condicionado. A japonesa não entra em detalhes sobre os motivos para essa decisão, mencionando apenas “o ambiente recente de mercado e a tendência esperada para os negócios”.

Como fica a assistência técnica da Sony?

TV 4K Sony X955G (Imagem: Paulo HIga / Tecnoblog)

TV 4K Sony X955G (Imagem: Paulo HIga / Tecnoblog)

A Sony garante que manterá o pós-venda e suporte de reparo “pelo tempo necessário, estando em conformidade com os regulamentos e requisitos locais de proteção aos consumidores… e de garantia de produtos”.

Isso provavelmente significa que, daqui a 12 meses – quando acaba a garantia dos produtos vendidos agora – deve ficar bem mais difícil encontrar peças para reparo e substituição.

PS4 e PS5 não são afetados

A divisão de games, responsável pelo PlayStation, seguirá atuando no Brasil sem mudanças; vale lembrar que o console não é fabricado no país desde 2017. Os headsets Série Ouro e Pulse 3D também continuarão por aqui.

Além disso, a Sony Music e a Sony Pictures não serão afetadas, nem a área de Soluções Profissionais que vende filmadoras, câmeras de segurança 4K, projetores, monitores para salas de cirurgia, entre outros.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
23 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Pedro Campelo (@Pedro_Campelo)

Para você ver como o mundo da Tecnologia muda rápido. Há 15 anos atrás proliferavam as câmeras CyberShots e a TVs CRT da Sony eram os benchmarks de qualidade.

As câmeras foram atropeladas pelos smartphones e a TVs pela concorrência mais barata no mercado de LCD.

@teh

Sony se perdendo a cada ano…

Luis Santos (@Luis_Santos)

Sony diz que irá parar de vender em março de 2021.

Na verdade ela já não vende mais nada a muito tempo…

Otávio Leite Cardoso (@otaviolcard)

Em apenas uma palavra: INCOMPETÊNCIA!! Pode dar as mãos para a FORD. SONY achou que poderia viver apenas das glórias do passado e ser a Apple das TVs! A qualidade dos produtos é indiscutível, mas achar que o consumidor pagaria mais apenas pelo nome… Culpar o mercado nacional não tem a menor lógica, uma vez que Samsung e LG produzem no país e outras fabricantes continuam a investir por aqui. Samsung e LG têm pela frente um grande desafio representado oelas marcas chinesas, as quais melhoram a cada dia a qualidade de seus produtos. Por “sorte” elas investiram em linhas de produção modernas e fornecem componentes para outras empresas, assim como a SONY fez com seus consagrados sensores de imagem! Aliás, as TVs OLED da SONY usavam telas da LG!!!

Carlos Alberto Rocca (@carlosrocca)

Comprei o meu uns dois meses atrás na Amazon do Brasil, depois que repuseram os estoques (passou o Natal a Sony estava com o estoque zerado).
Caso volte ao estoque neste mês acho que ainda vale a compra. O preço que a Sony está praticando no Brasil é muito próximo aos USD 350 que custa lá fora considerando a cotação atual do dólar.
O fone é excelente mas existem opiniões mais confiáveis que a minha espalhadas pela internet:

@ksio89

Eu li algumas interpretações que a Sony não iria desovar as TVs, mas recolhê-las para vender em outros mercados. Porém, não sei isso seria viável diante dos custos de transporte e adaptação do plugue e padrão de TV digital. Espero que não seja verdade isso.

Everton Favretto (@evefavretto)

Poderiam vender em alguns países da América Latina, que também usam ISDB-T International/ISDB-Tb, e a logística seria certamente mais barata que enviar pro outro lado do mundo.