Início » Finanças » Itaú Iti vai encerrar saque grátis ilimitado em caixa eletrônico

Itaú Iti vai encerrar saque grátis ilimitado em caixa eletrônico

Usuários do Itaú Iti terão direito a um saque digital grátis por mês; transferências de cartão de crédito entre pessoas também serão taxadas

Ana Marques Por

O Itaú anunciou, nesta terça-feira (02), que vai encerrar o serviço de saque digital grátis ilimitado em caixa eletrônico para os usuários da carteira digital Iti. As mudanças começam em abril, e os clientes terão direito a apenas um saque gratuito por mês. Além disso, a partir de maio, as transferências entre pessoas utilizando cartão de crédito também serão taxadas.

iti permite receber auxílio e fgts emergencial / Lucas Lima / Tecnoblog

Em comunicado oficial, o Itaú lembra que a conta Iti é isenta de taxas e permite emitir cartão, boletos, bem como utilizar outros serviços sem custos. Os ajustes que limitam o saque digital grátis, segundo o banco, se devem aos altos custos de operação que os serviços de saque digital e transferências no cartão de crédito geram. Com a mudança, o Itaú poderia “continuar a te oferecer uma conta completa e sem anuidade”.

O saque digital foi apresentado pela empresa em junho de 2020. Com a modalidade, o usuário pode retirar dinheiro usando o celular. De acordo com a F.A.Q. do Iti, a operação era pouco utilizada pelos clientes da plataforma:

Sabemos que a maior parte dos nossos clientes realiza apenas um saque no mês e, pensando nisso, desenhamos o melhor cenário para manter o iti acessível e ao mesmo tempo com custos de manutenção equilibrados.

Quantos saques digitais gratuitos posso fazer no Iti?

A partir do dia 1º de abril de 2021, as regras serão as seguintes:

  • Cada usuário do Iti terá apenas 01 saque digital grátis por mês, em qualquer caixa do Banco24Horas.
  • Do segundo saque em diante, será cobrada a tarifa de R$ 6,90 por retirada.

Transferências entre cartões de crédito serão taxadas

O Itaú informou ainda que a partir do dia 15 de maio de 2021, usuários do Iti deverão pagar uma taxa se desejarem fazer transferências entre pessoas usando um cartão de crédito cadastrado. A porcentagem pode variar de 1,80% a 3,85% de acordo com o seu cartão – o valor será informado no momento da transferência.

“Por exemplo, se você quiser transferir a um amigo R$100,00 com um cartão de crédito com taxa de 1,80%, será cobrado R$101,80 na sua fatura e seu amigo receberá os R$100,00 na hora”, explica o banco em sua página de dúvidas frequentes.

Veja, a seguir, o posicionamento do Iti Itaú em relação às mudanças anunciadas nesta terça (02):

Em linha com a transparência que caracteriza a relação do iti Itaú com seus clientes, anunciamos hoje (2) mudanças na cobrança de dois de nossos serviços. Ambas decorrem de um alinhamento do iti com as práticas de mercado e de um ajuste do negócio a seus custos operacionais. A primeira mudança envolve saques em dinheiro. O iti manterá a gratuidade para a realização de um saque por mês e passará a cobrar pelos saques extras. A segunda alteração está relacionada ao serviço de transferência entre pessoas usando o cartão de crédito cadastrado no app, que passará a ter incidência de taxa. A cobrança do saque adicional passa a valer em 1º de abril de 2021, e a taxa na modalidade de transferências com cartão de crédito, a partir de 15 de maio de 2021.

*Texto atualizado às 21:04 para incluir o posicionamento do Iti Itaú

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
22 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Júnio Andrade (@Junio_Tk2)

Parabéns. Aqui temos a última pá de cal no caixão.

Luiz Henrique (@Luiz574)

Podia pelo menos colocar saques ilimitados nos caixas Itaú (igual next do Bradesco) e cobrar só nos da Rede 24h

imhotep (@imhotep)

Nunca entendi o porquê desse Iti. Instalei aqui mas nunca usei (na verdade só uso essas carteiras digitais como picpay ou mp pra comprar crédito de celular).

Itaú vai acabar sumindo com ele mais cedo ou mais tarde.

LekyChan (@LekyChan)

É aquela velha história, “Não há almoço grátis”

Isaquiel M. (@isaquiel)

Começaram a perder 18,90 das ted tem que tirar de outro lugar Kkkk

Daniel Neves (@danielneves)

Bizarro querer concorrer com o PicPay cobrando para realizar pagamentos entre amigos.

ERTM (@ERTM)

Aí depois o Itaú não sabe por quê de estar perdendo clientes (e estou falando de conta ‘normal’, nem Iti):

Eu era cliente deles, como ‘Uniclass’, com mensalidade quase batendo em R$ 90, e o cartão de crédito da conta com anuidade a R$ 39/mês. Tudo bem, tinham os benefícios de saque ilimitado, e limite grande de transferências entre contas do Itaú… mas havia o outro lado: só 5 TED/mês - e cobravam os adicionais

Mudei pro Inter: 50 TED gratuitos, saque na mesma condição e sem cobrança mensal (e CC sem anuidade).

Quer dizer…

imhotep (@imhotep)

Inter são teds ilimitados pra pessoa física.

No mais, concordo com o que falou sobre o Itaú.
Essas contas segmentadas (Uniclass, Personnalité), na média, servem só pra massagear o ego de cliente que liga pra cartão bonitinho. O atendimento não é bom há muitos anos.
Fui cliente Personnalité, migrado do Bank Boston. De 2011 até 2015 (qd encerrei a conta), o atendimento caiu muito! E eu tinha uma grana legal lá, usava bem o banco. Mas o custo benefício não estava mais valendo.

Mickey Sigrist (@Mickey)

Olha aí o Itaú começando a por em prática formas de compensar a queda com arrecadação das taxas de DOC e TED, que por sinal são absurdas hahaha. Nunca vi vantagem real nesse iti em relação a alguns concorrentes e não me surpreenderá nem um pouco se daqui algum tempo o serviço for encerrado.

imhotep (@imhotep)

Itaú cobra 1,45% do valor do pix, até o valor máximo de 9,60R$ para contas PJ.