Início » Jogos » Diablo 2: Resurrected deixará importar saves de 20 anos atrás

Diablo 2: Resurrected deixará importar saves de 20 anos atrás

Diablo 2: Resurrected deixará jogadores aproveitarem saves vindos do Diablo 2 original, lançado lá no início dos anos 2000

Felipe Vinha Por

Quem jogou o Diablo 2 original e planeja aproveitar Diablo 2: Resurrected agora tem um incentivo extra: o novo game vai permitir importar saves da edição original, lançada há 20 anos. A novidade foi contada por Matthew Cederquist, produtor do game, ao IGN Middle East.

Diablo 2 pode ter remake por Vicarious Visions (Imagem: Divulgação/Blizzard)

Diablo 2: Resurrected terá aproveitamento de saves antigos (Imagem: Divulgação/Blizzard)

Apesar de animadora, a novidade não chega a ser algo tão inesperado, já que Diablo 2: Resurrected é, basicamente, o mesmo jogo do original, apenas com gráficos melhorados. Toda a estrutura, o “esqueleto” do game, é igual.

“Diablo 2: Resurrected não é um remake. Não estamos reconstruindo e tentando fazer com que soe como Diablo 2. Esse é Diablo 2. Toda a simulação, o motor do game, é Diablo 2 por baixo. Você tem até um botão que alterna entre os dois modos”, comentou Rod Fergusson, produtor executivo da série Diablo, ao Polygon durante a BlizzCon.

Então, se você por algum acaso ainda tiver o savegame de Diablo 2 guardado em algum drive virtual ou até em um CD (!!!), pode ser que queira guardar para aproveitar algum item raro ou personagem “bombado” que tiver evoluído na época em que o game foi lançado – só que nesta nova versão.

Diablo com elementos clássicos

O anúncio de uma versão remasterizada de Diablo 2, tido por muitos como o melhor jogo da franquia até então, chegou como uma surpresa bem vinda nesta BlizzConline. Diablo 2: Resurrected terá visual totalmente redesenhado, mas respeitando a identidade visual do original, e ainda acompanhará a expansão Lord of Destruction.

Um pedido de muitos anos dos fãs do segundo jogo será finalmente atendido: a implementação de um baú compartilhado entre seus personagens, que funcionará da mesma forma que em Diablo 3. Além disso, o remaster trará o sistema de progresso compartilhado, ou seja, seu arquivo de save (sincronizado na Battle.Net) poderá ser resgatado em qualquer outra plataforma que tiver o game instalado.

Com informações: The Verge.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando