Início » Brasil » Leilão da Receita Federal tem celular Xiaomi a partir de R$ 220

Leilão da Receita Federal tem celular Xiaomi a partir de R$ 220

A Receita também está leiloando iPhones, AirPods, iPads, MacBooks e celulares Samsung; propostas vão até o dia 22 de março

Ana Marques Por

Quem busca por eletrônicos por um preço bem mais baixo do que o praticado no mercado pode encontrar no leilão da Receita Federal uma chance de comprar o produto dos sonhos. No edital recente publicado para um leilão em Belém (PA), o órgão disponibiliza um Redmi Note 9S por lance mínimo de R$ 220. Também há oportunidades para quem é fã da Apple, com lotes que incluem iPhones, Apple Watches, MacBooks e até iPads.

Redmi Note 8 (Imagem: Divulgação/Receita Federal)

Lote inclui três unidades do Redmi Note 8 por R$ 380 (Imagem: Divulgação/Receita Federal)

O leilão de mercadorias apreendidas ou abandonadas tem 130 lotes no total, mas nem todos estão disponíveis para pessoas físicas. Entre os produtos eletrônicos, temos a maioria composta por smartphones, com destaque para os celulares da Xiaomi.

Além do lote citado acima, com lance mínimo de R$ 220, há um outro que inclui três unidades do Redmi Note 8 por a partir de R$ 380. É válido ressaltar que esses valores tendem a subir à medida em que as propostas são feitas.

Apple também marca presença no leilão da Receita

O leilão também traz muitos produtos da Apple, mas a maioria disponível apenas para pessoas jurídicas. Um dos lotes inclui duas unidades de iPhone 11 por a partir de R$ 1.500. Em alguns grupos, é possível encontrar os fones de ouvido AirPods, além de unidades do Apple Watch e até MacBooks. O Lote 66 traz um iPad Air de terceira geração por mínimo de R$ 2.500.

Veja a seguir o que há nos lotes com eletrônicos liberados para pessoas físicas. Você pode conferir todos os lotes na página da Receita.

Lote Aparelhos Lance mínimo
41 3 unidades do Redmi Note 8 R$ 380
42 3 unidades do Redmi Note 8, mais itens diversos R$ 420
46 Redmi 9 e uma câmera endoscópio para Android R$ 280
48 Redmi Note 9, Redmi Note 8 e uma película de vidro para celular R$ 350
49 Redmi Note 9 Pro R$ 250
51 Redmi Note 9S R$ 220
70 Redmi Note 8, Galaxy A20s, mais itens diversos R$ 600
83 2 Apple Watch, 2 Redmi Note 8, 2 Redmi Note 9 R$ 2.200
84, 86 e 88 2 Apple Watch, 2 Redmi Note 8, 2 Xiaomi Mi A3 R$ 2.100
85, 87, 89 2 Apple Watch, 2 Redmi Note 7, 2 Redmi Note 9 R$ 2.200
90 Apple Watch, 2 Xiaomi Mi A3, 2 Redmi Note 7 R$ 2.100
91 2 iPhones 7, 2 Redmi Note 9 e uma Mi Band 4 R$ 2.100
92, 93, 94, 96, 97, 98, 99, 100, 102, 103 e 104 2 Mi Band 4, 2 Redmi Note 8, 2 Xiaomi Mi A3 R$ 2.000
95, 101 2 Redmi Note 7, 2 Redmi Note 9, 2 Mi Band 4 R$ 2.200

O leilão receberá propostas até o dia 22 de março de 2021. Além disso, a Receita reforça que os bens adquiridos por pessoas físicas devem ser para seu próprio uso ou consumo, isto é, não podem ser comercializados. O arrematante fica responsável por cumprir eventuais exigências da Anatel.

O edital informa ainda que não há incidência de tributos federais sobre as mercadorias, mas há incidência de ICMS no valor da arrematação.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
15 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eu (@Keaton)

Leilão no meio da pandemia e ter de ir buscar lá? Sei lá… custo vai sair mais que a economia.