Início » Jogos » Compra da Bethesda pela Microsoft é aprovada nos EUA e Europa

Compra da Bethesda pela Microsoft é aprovada nos EUA e Europa

Aquisição da Bethesda pela Microsoft foi aprovada por órgãos reguladores de mercado e agora deve finalizar em breve

Felipe Vinha Por

Agora é para valer! A compra da Bethesda pela Microsoft foi aprovada pelos órgãos reguladores responsáveis nos EUA e na Europa – United States Securities and Exchange Commission e European Commission, respectivamente. A aquisição foi anunciada em outubro de 2020, com valor informado de US$ 7,5 bilhões.

Skyrim é adicionado ao Game Pass de dezembro (Imagem: Divulgação/Bethesda)

Bethesda e Microsoft avançam no acordo comercial (Imagem: Divulgação/Bethesda)

Em fevereiro, a Microsoft chegou a criar uma nova subsidiária chamada Vault, para mesclar à ZeniMax, detentora da Bethesda e de outros estúdios parceiros. O nome é uma clara referência às Vaults encontradas na série Fallout, que são abrigos. A inclusão mostrou que a empresa já estava preparada para a finalização do negócio, que agora não tem impedimentos legais.

Com a aprovação da aquisição e possível finalização em pouco tempo, a Microsoft se torna dona das empresas Bethesda Softworks, Bethesda Game Studios, id Software, ZeniMax Online Studios, Arkane, MachineGames, Tango Gameworks, Alpha Dog e Roundhouse Studios.

Estas produtoras representam mais de dois mil funcionários ao redor do mundo e são responsáveis diretas pelas principais séries da Bethesda, que incluem ainda Quake, Dishonored, Prey e o futuro Starfield.

Futuro pode não ser exclusivo

A aquisição não quer dizer, necessariamente, que futuros títulos da Bethesda sejam exclusivos da linha Xbox. A Mojang, produtora de Minecraft, também é um estúdio da Microsoft e seus títulos estão disponíveis em outros consoles.

Na prática, porém, a aquisição quer dizer que os jogos produzidos pela Bethesda serão lançados no Game Pass, assim que chegarem ao mercado. A Microsoft tem o costume de lançar seus títulos de produtoras “de casa” no serviço de assinaturas.

Com informações: Eurogamer.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando