Início » Aplicativos e Software » Chrome OS celebra 10 anos com novo visual e integração ao Android

Chrome OS celebra 10 anos com novo visual e integração ao Android

O Chromebook comemora 10 anos de mercado com recursos e ferramentas novas no Chrome OS 89, mas ainda sem modo escuro nativo

André FogaçaPor

O Google resolveu comemorar os 10 anos do lançamento do primeiro Chromebook, entregando uma atualização generosa para o sistema operacional destes dispositivos: o Chrome OS. As novidades incluem maior integração entre Android e o portátil, além de ferramenta nativa para gravação do que acontece na tela.

Chrome OS 89 traz mais integração com Android (Imagem: divulgação/Google)

Chrome OS 89 traz mais integração com Android (Imagem: divulgação/Google)

O primeiro Chromebook de verdade apareceu em um projeto de 2010 (o CR-48), mas somente em 2011 este tipo de computador deu as caras nas lojas para os consumidores, com presença da Samsung e Acer que traziam gadgets com tela em tamanho bastante semelhante ao de netbooks – lembra desse nome?

Enquanto estes modelos não recebem mais atualizações, os mais recentes estão dentro do pacote de updates e o Chrome OS 89 foge do tradicional para a plataforma: correções de bugs e um ou outro recurso novo. A lista desta nova versão do sistema operacional é maior, começando por três ferramentas que aumentam a integração entre o Chromebook e um Android.

Chrome OS controla até ajustes do celular de forma remota

A primeira é chamada Phone Hub, uma espécie de área reservada e que permite o controle de funções do smartphone, como responder uma mensagem de texto, checar o nível de bateria, ativar ou desligar o modo silencioso e listar as abas recentes do Chrome no celular.

Chromebooks agora podem controlar o Android (Imagem: divulgação/Google)

Chromebooks agora podem controlar o Android (Imagem: divulgação/Google)

Já a segunda é a adição de mais dispositivos com o Wi-Fi Sync, que permite a conexão do Chromebook em redes conhecidas pelo Android, sem a necessidade de digitar a senha – é mais ou menos como funciona o mesmo recurso entre dispositivos iOS e macOS. A terceira expande o Nearby Share para o compartilhamento de arquivos entre usuários.

Focando na experiência de uso do Chrome OS, nesta nova versão os usuários podem utilizar uma ferramenta nativa para gravação de tudo que acontece na tela. A nova função está dentro da captura tradicional, que deixa de ser feita apenas por atalho no teclado e passará a também ter um ícone no menu de ajustes rápidos.

Chrome OS 89 permite gravar a tela (Imagem: divulgação/Google)

Chrome OS 89 permite gravar a tela (Imagem: divulgação/Google)

Neste mesmo local ficam novos controles de mídia para controlar a reprodução de músicas ou vídeos rodando tanto em aplicativos Android, como na web pelo Chrome. Ao lado da área de notificações, um acesso rápido para arquivos, capturas de tela, downloads recentes pode ser aberto e este local é chamado de Tote.

Em novidades menos visíveis estão um novo menu para colar itens copiados, que armazena os últimos cinco conteúdos do clipboard. A ideia é escolher qual será inserido no local de destino, ou então permitir adicionar todos de uma só vez. O clique do botão direito em uma palavra poderá resultar em respostas rápidas, como a conversão de uma moeda, definição da palavra ou tradução para outro idioma.

Clipboard do Chrome OS 89 armazena até 5 conteúdos (Imagem: divulgação/Google)

Clipboard do Chrome OS 89 armazena até 5 conteúdos (Imagem: divulgação/Google)

As áreas de trabalho dentro de um mesmo desktop serão restauradas com cada janela e app aberto logo depois que o Chrome OS for reiniciado. Mais aplicativos aparecerão no menu para compartilhar arquivos, imagens e links. O conversor de texto em fala pode alterar a velocidade da narração e, por fim, ícones de aplicativos do próprio sistema ganham novo visual – estão circulares, como no Android do celular.

O Chrome OS 89 está sendo liberado aos poucos para todos os usuários. A atualização é automática e não é necessário clicar em nenhum botão, já que ela funciona exatamente como no Chrome para PC: uma vez instalado, o update é aplicado na próxima reinicialização.

Com informações: Google.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando