Início » Antivírus e Segurança » Embarque 100% digital entra em testes no aeroporto Santos Dumont (RJ)

Embarque 100% digital entra em testes no aeroporto Santos Dumont (RJ)

Passageiros são convidados a usarem processo de embarque que dispensa documento de identificação e bilhete aéreo

Victor Hugo SilvaPor

O aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, inaugurou nesta quinta-feira (11) uma nova etapa do projeto Embarque +Seguro. Agora, além do documento de identidade, a iniciativa dispensa a necessidade de apresentar o bilhete aéreo ao entrar na sala de embarque e no avião, transformando o processo em algo 100% digital.

Passageiros podem usar reconhecimento facial no embarque (Imagem: Reprodução/Serpro)

Passageiros podem usar reconhecimento facial no embarque (Imagem: Reprodução/Serpro)

Adotada para agilizar o embarque, a solução usa reconhecimento facial para comparar fotos dos passageiros com bases de dados do Serpro e liberar ou não o acesso. Nesta etapa, os testes estão sendo feitos com participação voluntária de passageiros da Azul, que, ao chegarem na área de check-in, são convidados a testarem o recurso.

Para embarcar apenas com a selfie, basta fazer o check-in na máquina de atendimento que está próxima ao balcão da companhia aérea. Ela vai enviar uma mensagem de texto ao seu celular solicitando o consentimento para tirar uma foto. A medida é adotada para cumprir o que é determinado pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

A partir da foto, o sistema verifica se você tem um documento na base de dados do Serpro e tenta confirmar sua identidade. Caso a validação seja concluída, o sistema libera o acesso para a sala de embarque e o avião, que também contam com máquinas para tirar outra selfie.

Embarque digital é testado em Florianópolis e Salvador

Além do Rio de Janeiro, o embarque digital já é testado nos aeroportos de Florianópolis e Salvador, que permitem embarques sem documentos em papal desde 2020. A expectativa do Serpro é de que, após a aprovação pelo Ministério da Infraestrutura, o projeto será levado aos principais aeroportos do país.

A validação de passageiros ocorre por meio de documentos como CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e título de eleitor, armazenados na base do Serpro. A empresa tem cerca de 67 milhões de carteiras de motorista e 120 milhões de títulos de eleitor com biometria facial, mas indica que o banco de dados será ampliado para permitir a validação com mais documentos.

Com informações: Serpro.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando