Início » Aplicativos e Software » Google Chrome 89 usa menos memória no Windows, macOS e Android

Google Chrome 89 usa menos memória no Windows, macOS e Android

Google Chrome 89 está com melhor desempenho, usando menos memória no Windows, macOS e no Android, mas não cita iOS

Darlan HelderPor

Eis uma boa notícia para usuários de Google Chrome: a gigante das buscas anunciou que o Chrome 89, versão mais recente do browser, está com uma performance melhor no Windows, macOS e no Android. A empresa, no entanto, não cita o iOS. O Chrome 89 começou a ser liberado no início deste mês com lista de links para ler mais tarde, gerenciamento de perfis aprimorado, entre outros.

Chrome rodando no Windows 10 (Imagem: reprodução/Chrome)

Chrome rodando no Windows 10 (Imagem: reprodução/Chrome)

No Blog do Chromium, o Google explica que “cavou profundamente no núcleo do Chrome, atualizando a forma como alocamos e descartamos memória e até mesmo como construímos, empacotamos e executamos o Chrome”. Tudo isso para deixar o navegador mais rápido e “eficiente em termos de memória”.

No Windows, a versão 89 melhorou a capacidade de resposta em até 9% e a empresa diz ter notado uma grande economia de memória de até 22% no processo do browser. Também houve uma melhora de 8% no renderizador e 3% na GPU. Para usuários de macOS, o programa está economizando até 8% de memória, administrando melhor o consumo nas guias em plano de fundo. Além disso, donos de produtos Apple poderão notar que o seu device está menos quente e “os ventiladores ficam silenciosos”.

Além de melhorar a forma como alocamos memória, o Chrome agora é mais inteligente no uso (e descarte) de memória. O Chrome agora recupera até 100 MiB por guia, o que é mais de 20% em alguns sites populares, descartando memória que a guia em primeiro plano não está usando ativamente, como imagens grandes que você rolou para fora da tela.

Mark Chang, gerente de produto do Chrome

Google Chrome para iPhone (Foto: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

Google Chrome no iPhone (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

Google Chrome está mais rápido no Android

O Google também anunciou uma série de novidades para o aplicativo do Chrome no Android. O app está trabalhando com “guias congeladas”, que são executadas durante a inicialização, enquanto a “guia real” carrega em segundo plano (veja no vídeo abaixo). Com isso, o Chrome é inicializado 13% mais rápido.

A empresa ainda afirma que o navegador está travando menos no sistema do robozinho verde: a abertura de página está 2% mais rápida e ele administra melhor a memória (melhoria de 5%).

Com informações: Blog do Chromium; XDA-Developers; The Verge

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando