Início » Gadgets » Google lança alto-falante Nest Hub que usa radar para monitorar seu sono

Google lança alto-falante Nest Hub que usa radar para monitorar seu sono

O Google Nest Hub muda pouco do lado de fora, mas promete mais graves e monitorar o sono do usuário sem o uso de um wearable

André FogaçaPor

O Google anunciou nesta terça-feira (16) o lançamento de mais uma tela inteligente com caixa de som, a Nest Hub. Sucessor do Google Home Hub, o dispositivo continua com um display em formato que lembra um tablet, mas adiciona um sensor lançado com o Pixel 4 para acompanhar seu sono – sem envolver uma câmera de verdade.

Google Nest Hub (Imagem: divulgação/Google)

Google Nest Hub (Imagem: divulgação/Google)

Por fora o Nest Hub é basicamente idêntico ao Google Home Hub lançado pouco mais de dois anos atrás. Isso significa a presença de um display de sete polegadas logo à frente do falante traseiro, exibindo 1024 x 600 pixels – menos que o HD, em 720p. Ele sim recebeu melhorias, com o gigante das buscas prometendo incremento de até 50% para a presença dos graves.

Por aqui o processador também é mais veloz, mas para basicamente as mesmas funções do modelo anterior: escutar e responder comandos de voz com ajuda do Google Assistente, tocar músicas de diversos serviços de streaming como Spotify, Deezer, YouTube Music, Pandora e Apple Music, junto de vídeos de provedores como YouTube, Disney+, Netflix ou então os canais de TV por assinatura inclusos no YouTube TV – ainda não disponível no Brasil.

Assim como os outros alto-falantes inteligentes e os smart displays do Google, o Nest Hub conta com Chromecast embutido para vídeo ou áudio.

Nest Hub acompanha sua mão e seu sono

Google Nest Hub (Imagem: divulgação/Google)

Google Nest Hub (Imagem: divulgação/Google)

Se pouco muda do lado de fora e também com os serviços oferecidos pelo novo Nest Hub, um recurso novo foi adicionado e ele tira proveito do mesmo radar Soli que foi introduzido pelo Google com o Pixel 4, abandonado no Pixel 5 – ainda bem. Se no smartphone este tipo de componente pode mais atrapalhar do que ajudar, em um smart display a coisa pode ser diferente.

No Nest Hub o radar continua capturando movimentos que são feitos nas proximidades da tela, recurso que pode ser interessante para quem está preparando uma receita e precisa interagir com o display. Por enquanto a interação não é tão generosa, sendo limitada para pausar ou retomar a reprodução de qualquer conteúdo em reprodução no momento – já ajuda bastante.

Outro uso para este mesmo componente é o monitoramento do sono, mesmo que não tão próximo do usuário quanto o gesto para pausar a música. O Google promete que somente analisa o movimento de quem acompanha a noite, além da respiração que faz neste momento. Apontando para a privacidade, o gigante das buscas afirma que toda a análise é feita localmente, sem qualquer trabalho com os servidores da empresa.

Como o radar capta as informações por detrás do plástico frontal, nenhuma imagem que identifique o usuário é armazenada. Por conta disso, o Nest Hub só pode analisar os dados de quem estiver mais próximo do dispositivo. Ao final da noite, quando o gadget detecta que a pessoa levantou, a tela exibe um relatório com a qualidade do sono.

Alertas sobre ronco ou alterações na temperatura do ambiente podem ser exibidos neste momento. Durante o dia, o usuário também pode perguntar ao Google Assistente como foi a noite anterior.

Quando e quanto?

O Google Nest Hub está disponível em pré-venda nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha, França e Austrália, custando US$ 99,99. Os clientes começarão a receber o produto a partir do dia 30 de março deste ano. Não existe previsão de lançamento para o Brasil, que até agora só recebeu um gadget de todos os lançados pelo Google nesta linha, com o Nest Mini em 2019.

Com informações: Google.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando