Início » Celular » Moto G100 chega ao Brasil com Snapdragon 870 e 12 GB de RAM

Moto G100 chega ao Brasil com Snapdragon 870 e 12 GB de RAM

Motorola coloca hardware potente no Moto G, que traz 256 GB de espaço pela primeira vez e 5G

Paulo HigaPor

A Motorola lançou nesta quinta-feira (25) o Moto G100, um celular que faz parte da linha popular, mas tem especificações de smartphone premium. Com Snapdragon 870, 12 GB de RAM e 256 GB de espaço, ele ultrapassa até a potência do Edge+, modelo mais completo da marca. O Moto G100 será vendido por R$ 3.999 e terá uma versão com bundle para aproveitar o Ready For, novo recurso que transforma o celular em desktop.

Motorola Moto G100 (Imagem: Divulgação/Motorola)

Motorola Moto G100 (Imagem: Divulgação/Motorola)

A décima geração do Moto G marca uma mudança na nomenclatura: no lugar de sobrenomes como Play ou Plus, comuns até o Moto G9, o posicionamento de cada modelo foi traduzido em números. O Moto G10 passa a ser o Moto G mais “básico”, enquanto o G30 traz adicionais como uma tela de 90 Hz e o G100 é o mais premium, sendo o primeiro da linha com um processador da série 800 da Qualcomm.

O Moto G100 é equipado com uma tela LCD de 6,7 polegadas com resolução Full HD+ (2520×1080 pixels) e taxa de atualização de 90 Hz. Por dentro, há uma bateria de 5.000 mAh com promessa de autonomia de “mais de um dia” com carregamento rápido de 20 watts e um modem 5G, que suporta tanto o 5G DSS em funcionamento no Brasil quanto a frequência de 3,5 GHz que será leiloada futuramente pela Anatel.

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Moto G100 tem câmera frontal dupla e “modo PC”

A frente do Moto G100 reúne as duas câmeras de selfie no canto superior esquerdo da tela em um arranjo semelhante ao do Moto G 5G Plus, com uma lente padrão e outra grande angular para capturar mais detalhes do cenário. Na traseira, há uma câmera principal de 64 megapixels, uma ultrawide de 16 MP que também serve como macro, um sensor de profundidade de 2 MP e uma câmera de tempo de voo (ToF).

Motorola Moto G100 (Imagem: Divulgação/Motorola)

Motorola Moto G100 (Imagem: Divulgação/Motorola)

É possível filmar em 6K a 30 fps como no Edge+, mas a Motorola trouxe novidades: o recurso Audio Zoom amplifica o áudio de acordo com o zoom aplicado durante a gravação, graças a um novo microfone na traseira; e o modo Captura Dupla permite filmar com as lentes frontal e traseira simultaneamente. Outras funções, como o modo Pro com controles manuais e o Ultra-Res, que cria uma foto com os 64 megapixels com sensor principal, continuam presentes.

Motorola Moto G100 (Imagem: Divulgação/Motorola)

Motorola Moto G100 (Imagem: Divulgação/Motorola)

O Android 11 do Moto G100 traz o Ready For, recurso da Motorola semelhante ao Samsung DeX que transforma o celular em um PC. Você pode conectar um cabo USB-C para HDMI em um monitor ou TV para exibir uma interface de área de trabalho em uma tela grande. É possível plugar dispositivos externos, como um mouse, teclado ou controle para jogos, além de usar a própria tela do celular como um trackpad.

Brasil terá Moto G100 com 12 GB de RAM e 256 GB de espaço

Motorola Moto G100 (Imagem: Divulgação/Motorola)

Motorola Moto G100 (Imagem: Divulgação/Motorola)

No Brasil, o Moto G100 será vendido nas cores Luminous Sky (um azul bem claro) e Luminous Ocean (um azul escuro com traços de roxo) por R$ 3.999 em versão única com 12 GB de RAM e 256 GB de espaço. Por enquanto, o Brasil será o único país com essa combinação de hardware; outros mercados receberão modelos com 6 ou 8 GB de RAM e armazenamento a partir de 128 GB.

Um cabo USB-C para HDMI (com porta de carregamento para o celular) será vendido separadamente por R$ 149 ou no bundle com o aparelho por R$ 4.099. A Motorola também comercializará por R$ 279 uma base multimídia para criadores de conteúdo, que deixa o aparelho em pé sobre uma superfície e traz um sistema de refrigeração.

Já colocamos as mãos no Moto G100; confira as primeiras impressões.

Motorola Moto G100 – ficha técnica (Brasil)

  • Tela: LTPS LCD de 6,7 polegadas com resolução Full HD+ (2520×1080 pixels), HDR10 e taxa de atualização de 90 Hz;
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 870 octa-core de até 3,2 GHz e GPU Adreno 650;
  • RAM: 12 GB;
  • Armazenamento interno: 256 GB (com expansão por microSD de até 1 TB);
  • Câmeras frontais:
    • Principal: 16 megapixels (f/2,2) com campo de visão de 73 graus;
    • Ultrawide: 8 megapixels (f/2,4) com campo de visão de 118 graus;
    • Gravação de vídeo em 1080p a 30 fps;
  • Câmeras traseiras:
    • Principal: 64 megapixels (f/1,7) com campo de visão de 79 graus;
    • Ultrawide e macro: 16 megapixels (f/2,2) com campo de visão de 117 graus;
    • Profundidade: 2 megapixels (f/2,4) com campo de visão de 83 graus;
    • Sensor de profundidade 3D de tempo de voo (ToF);
    • Gravação de vídeo em 6K a 30 fps;
  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento rápido TurboPower de 20 watts;
  • Conectividade: 5G DSS, 5G sub-6, Bluetooth 5.1, Wi-Fi 802.11a/b/g/n/ac/ax, NFC e entrada de 3,5 mm para fones de ouvido;
  • Dimensões: 168,4x74x9,7 mm;
  • Peso: 207 gramas

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Cat Games - Contato (@Cat_Games_Contato)

Aí eu vi vantagem… Kkk

Lucas Beludo (@Lucas_Beludo)

Mais de 600k de antutu. Tá caro pros nossos padrões, mas é uma bela máquina. Recomendadíssimo.