Início » Finanças » Bitcoin sofre correção de mercado e cai 11% em 24 horas

Bitcoin sofre correção de mercado e cai 11% em 24 horas

Expiração US$ 6 bilhões em contratos de opções e anúncio da Tesla puxaram preço do bitcoin (BTC) para baixo

Bruno Ignacio Por

O bitcoin (BTC) caiu mais de 11% nesta quinta-feira (25), atingindo o menor preço das duas últimas semanas. De ontem para hoje, a criptomoeda despencou para a mínima de US$ 50,6 mil diante de correções de mercado. Além disso, a expetativa pela expiração de US$ 6 bilhões negociados em contratos de opções sobre o ativo digital e o recente anúncio da Tesla impulsionaram sua desvalorização.

Bitcoin cai 11% em 24 horas (imagem: Hawksky/Pixabay)

Bitcoin cai 11% em 24 horas (imagem: Hawksky/Pixabay)

De acordo com o índice CoinDesk, em um período de apenas 24 horas o bitcoin caiu de US$ 56.940 para US$ 50.627, o menor valor desde o dia 8 de março. Por mais que a desvalorização tenha sido esperada pelo mercado como um processo natural de correção de preço, dois eventos deram mais força para a queda.

Tesla anuncia bitcoin como opção de pagamento

Elon Musk foi ao Twitter nesta última quarta-feira (24) para anunciar que a Tesla passou a aceitar bitcoin como forma de pagamento por seus produtos. A notícia rapidamente agitou o mercado e fez com que a criptomoeda se valorizasse em 5%.

Com a crescente expectativa pela queda da moeda digital, muitos investidores viram a súbita alta como uma oportunidade de lucrar com seus bitcoins. Além disso, o anúncio da Tesla abriu uma janela para se vender a criptomoeda e esperar que ela se desvalorize mais para recomprá-la.

US$ 6 bilhões em contratos de opções expiram

Contratos de opções permitem a negociação de um ativo a um determinado valor e em uma data pré-estabelecida. Contudo, a transação só será finalizada se as condições de preço foram atingidas.

Dito isso, US$ 6 bilhões em contratos de opções de bitcoin irão expirar nesta sexta-feira (26). A expectativa do mercado é que a criptomoeda possa cair para o mínimo de US$ 44 mil, impulsionando a venda da criptomoeda antes que isso aconteça e segurando a compra de investidores, que sempre buscam o preço mais baixo para adquirir o ativo.

Mercado de criptoativos perde US$ 160 bilhões

Com a intensa retração do bitcoin, todo o mercado de criptoativos foi arrastado para baixo. O ether (ETH), segunda maior criptomoeda, também caiu cerca de 9% de ontem para hoje, chegando no preço mínimo de US$ 1.540, seu menor valor desde o dia 6 de março.

Todo o mercado de criptomoedas perdeu cerca de US$ 160 bilhões após as fortes quedas de hoje. De acordo com dados do CoinMarketCap, a capitalização do setor somava ontem US$ 1,75 trilhão, enquanto hoje esse valor chegou ao mínimo de 1,59 trilhão.

Com informações: CoinDesk

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando