Início » Negócios » Xiaomi muda marca e quer se fortalecer no segmento premium

Xiaomi muda marca e quer se fortalecer no segmento premium

O logo da Xiaomi foi desenvolvido por Kenya Hara, professor da Musashino Art University e presidente do Nippon Design Center

André FogaçaPor

Aproveitando a leva de lançamentos que aconteceram nesta semana, a Xiaomi também mostrou ao mundo um novo visual para a marca, mudando principalmente o logo da empresa. A firma chinesa cortou as bordas e adotou cantos bem arredondados, mantendo o mesmo nome “Mi” do interior. Um dos objetivos desta alteração é a identificação da companhia com o segmento de maior custo do mercado, em cores preta e prata.

Novo logo da Xiaomi (Imagem: divulgação/Xiaomi)

Novo logo da Xiaomi (Imagem: divulgação/Xiaomi)

Toda empresa sonha encontrar meios de se identificar em um segmento onde pode cobrar mais caro por seus produtos. A Xiaomi vive em um estereótipo de tudo custar menos, só que alguns de seus produtos já são tão caros quanto a concorrência direta, como acontece com o recente dobrável Mi Mix Fold, que passa facilmente dos R$ 11 mil na conversão direta com a nossa moeda – o Galaxy Z Fold 2 5G, da Samsung, pode ser encontrado no varejo por valores próximos de R$ 12,5 mil.

Seguindo nesse pensamento, junto de uma modernização da própria identidade visual, a Xiaomi resolveu apresentar um novo logo. Ele é basicamente idêntico ao anterior, só que mais arredondado. Imagine que o anterior é um quadrado, então você avança 50% do caminho necessário para um círculo perfeito. É mais ou menos assim que ficou.

A Xiaomi comenta que cortar as bordas e chegar ao novo visual foi um trabalho feito pelo professor da Musashino Art University, Kenya Hara, que também é presidente do Nippon Design Center. “A cor corporativa permanece em laranja para continuar a transmitir a vivacidade e juventude da Xiaomi,” diz a empresa em nota.

Xiaomi testava alterações no logo desde 2017

“Preto e prata também serão utilizados como cores complementares para acomodar linhas de produtos de alta qualidade,” complementa. Hara diz ter utilizado fórmulas matemáticas para desenhar o novo logo, trabalho que estava acontecendo dentro da empresa desde 2017.

Não está claro quais produtos serão os primeiros a carregar a nova identidade visual, já que a empresa conta com muito mais do que apenas celulares, indo para televisores, purificadores de ar, bicicletas e patinetes elétricos, lâmpadas inteligentes, projetores, aspiradores de pó, caixas de som Bluetooth, roteadores, câmeras inteligentes e até mochilas.

De qualquer forma, o site da Xiaomi já está utilizando o novo logo arredondado.

Com informações: Xiaomi.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
11 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

JulioCampos (@juliocesar)

Fórmula matemática para a nova logo: border-radius: 50%.
E pensar que pagaram rios de dinheiro para o departamento de design para estudar essa ‘fórmula’. Falta assunto ou inovação mesmo…

Igor Pamplona (@Igor_Pamplona)

Achei que o thumbnail da notícia era o antes da logo nova

Júlio César (@Potrinho)

Ficou parecendo ícone de aplicativo

Belzebu (@belzebu)

Pra entrar no segmento Premium poderia começar removendo as publicidades dentro do MIUI que é um saco.

Vítor Gomes Neves Oliveira (@vctgomes)

Seria bacana outras marcas em segmentos premium. Hoje só consigo realmente ver a Apple sendo de um segmento de fato premium.

A Samsung até tenta, tem bons telefones e está seguindo à risca vários dos pontos fortes da maça, porém ainda sinto que o Android não é um bom sistema pra quem busca essa categoria. Vamos ver no futuro se quem compra aparelhos buscando destaque social levará em consideração a Xiaomi tbm.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

O problema nem é o Android, mas o posicionamento da marca. Vender apenas produtos premium ou com experiência consistente, implica em cobrar mais. E isso sempre vai ser um ponto negativo dentro do mundo Android justamente pela diversidade de modelos, com as marcas competindo pelo mesmo cliente.

Mickey Sigrist (@Mickey)

Precisaram contratar tudo isso pra alterar as bordas? Sem querer desmerecer o trabalho do profissional responsável mas, francamente kkk…

Obs: a marca em si não mudou nada, só alteram o logotipo mesmo.

John Smith (@john)

Basta forçar os ícones adaptativos no Android em qualquer launcher e já se tem o mesmo resultado…

Jackson Souza (@Jackson_Souza)

Exatamente, esse é o ponto, já que o nível de propaganda, em tese, seria pra compensar os baixos preços com alta qualidade, e já que não temos os baixos preços…

João Monteiro (@jaomonteiro)

Nossa, esses Ads na interface são realmente irritantes.