Início » Finanças » Encontraram um jeito de minerar bitcoin com um Game Boy (mas é meio lento)

Encontraram um jeito de minerar bitcoin com um Game Boy (mas é meio lento)

Youtuber StackSmaching modificou um Game Boy para mineração de bitcoin (BTC) e processou 76 bytes de um bloco de dados

Bruno Ignacio Por

A mineração de bitcoin (BTC) realmente se popularizou em 2021, ano no qual a criptomoeda atingiu diversos recordes de preço e teve grande presença nos noticiários de todo o mundo. Assim, cada vez mais alternativas para realizar a atividade foram surgindo. Mais recentemente, até mesmo um simples Game Boy foi modificado para essa finalidade.

Game Boy modificado usado para minerar bitcoin (Imagem: Reprodução/StackSmashing)

Game Boy modificado usado para minerar bitcoin (Imagem: Reprodução/StackSmashing)

Game Boy consegue rodar programa de mineração

O canal StackSmashing no YouTube combinou uma placa controladora Raspberry Pi Pico, um computador convencional e um Game Boy de mais de 20 anos de idade para fazer com que todo o processo de mineração ocorra apenas com o hardware do clássico videogame portátil.

Os elementos adicionais, na realidade, servem para suprir o básico que o Game Boy não possui, como conexão com a internet, por exemplo. É impossível minerar qualquer coisa sem acessar a rede blockchain da moeda digital. Por isso, um cabo modificado foi conectado à placa Raspberry Pi Pico e então a um computador.

Através de um computador, o youtuber ativa o protocolo de mineração de bitcoin, então o Game Boy roda o programa de hashing que irá efetivamente extrair a criptomoeda, enquanto até mesmo mostra uma divertida animação em seu display. StackSmashing conseguiu processar um bloco de dados de 76 bytes usando o console portátil.

Efetividade de mineração é quase nula

Por mais divertida que a experiência seja, não passa de uma experiência. O Game Boy possui uma taxa de hash, que mede a efetividade da mineração, de aproximadamente 0,8 H/s (hashes por segundo), enquanto uma máquina ASIC de última geração consegue atingir até 125 TH/s (trilhões de hashes por segundo). Dito isso, é impossível realmente minerar qualquer criptomoeda com essa potência.

As recompensas da mineração de bitcoin estão diretamente ligadas com a sua participação no processamento de blocos de dados comparados ao restante de usuários do mundo. Existe uma taxa de hash mínima para se extrair com sucesso a menor quantidade da criptomoeda. Dito isso, o Game Boy conseguiu processar 76 bytes de dados do blockchain, mas isso é absolutamente irrelevante diante da potência média dos mineradores do mundo todo.

Com informações: The Verge

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando