Início » Internet » Microsoft desativa app da Cortana para Android e iOS

Microsoft desativa app da Cortana para Android e iOS

Lembretes e listas não são mais acessadas pela Cortana em dispositivos móveis, mas podem ser abertos na assistente no Windows

André Fogaça Por

Se você é um dos usuários que utiliza a Cortana em smartphones e tablets Android, ou então em um iPhone, iPod Touch ou iPad, saiba que a partir desta quarta-feira (31) a assistente pessoal da Microsoft não está mais disponível nestas plataformas. A alteração de planos da gigante do software já era prevista desde julho do ano passado.

Cortana (Imagem: reprodução/Cortana)

Cortana (Imagem: reprodução/Cortana)

A Cortana nasceu em 2014 (se você não levar em conta que o nome vem de uma personagem da série Halo, onde apareceu pela primeira vez em 2001 em Halo: Combat Evolved) no boom dos assistentes pessoais, com base no Bing para responder perguntas e comandos de voz do usuário.

Alguns anos depois a assistente deu as caras em dispositivos móveis Android e no iOS, mas a vida nestes aparelhos não foi muito longa para já ser finalizada quase três anos após o lançamento. Ter os aplicativos encerrados já era uma realidade em praticamente todos os países desde meados de 2020, com exceção dos Estados Unidos. Agora vale para todo mundo.

A Microsoft diz que conteúdos criados dentro da plataforma, como lembretes e listas não serão mais acessados a partir do aplicativo da Cortana nestes aparelhos, mas ainda assim poderão aparecer na mesma assistente no PC com Windows. Estas notas, junto de tarefas, são automaticamente sincronizadas com o Microsoft To Do e ele continua com aplicativo funcionando em dispositivos móveis, assim como em versão web para qualquer sistema operacional.

Cortana está focada no trabalho

Pode parecer o fim da assistente pessoal da gigante do software, mas além de continuar presente no Windows 10 de forma nativa, a Cortana vem tendo seu esforço voltado para o Microsoft Office 365. Neste pacote de programas voltados para o trabalho, a empresa quer “acelerar a produtividade ao ajudar o usuário a ganhar tempo e foco para as coisas mais importantes”.

Ainda em smartphones e tablets, a Cortana continuará presente dentro do Outlook mobile, além dos aplicativos para o Teams no Android, iPhone, iPad e iPod Touch.

Usuários que compraram o falante Invoke também perdem a Cortana. A Microsoft afirma que trabalha junto da Harman Kardon para tornar o dispositivo um alto-falante Bluetooth mais tradicional, sem a parte de comandos por voz. A ideia é interessante para não matar o produto, mas eu acho que seria muito melhor alguma solução para troca de assistente pessoal, inserindo a Alexa ou Google Assistente no lugar – ok, isso envolve contrato com outras empresas e é difícil, mas não custa sonhar.

Com informações: Microsoft.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

André Gorgen (@Banana_Phone)

A Cortana nunca me ajudou em nada. No Windows sempre que eu tentava pesquisar por algo usando a Cortana, ela não conseguia me ajudar.
As vezes ela admitia que não conseguia ajudar, outras vezes ela dava resultados do Bing que não tinham nada a ver. O mais útil que ela conseguia fazer era mostrar em texto os caminhos para chegar onde eu precisava, diferente do Windows 7 que já me daria o que preciso. O campo de busca do Windows 7 é muito melhor que a Cortana e acho melhor até que o do Windows 10.
Quando eu escrevo “painel de controle” a Cortana me dá um endereço pra abrir no Bing Maps, se pergunto se o meu Windows está atualizado ela não sabe responder, se digo que tem vírus no meu computador ela abre uma pesquisa do Bing.
Depois disso não tem como continuar usando.

Leonardo Costa Porto dos Santos (@Leonardo_Porto)

Eu ia escrever algo parecido, mas você já foi bem completo. A verdade é que ao menos em português, parece que a Microsoft nunca tentou fazer uma assistente. Colocou a Cortana de qualquer jeito só pra dizer que tem.
Um desperdício do nome de uma personagem tão marcante

Fernando Val (@fval)

Resultado da decisão equivocada de tentar concorrer só por concorrer sem oferecer algo melhor que o concorrente ou até mesmo que funcione de verdade. #fail