Início » Negócios » Apple busca cardiologista para ir mais fundo em tecnologia de saúde

Apple busca cardiologista para ir mais fundo em tecnologia de saúde

Em vaga publicada no LinkedIn, Apple indica que cardiologista vai ajudar a aprovar recursos de saúde em órgãos reguladores

Victor Hugo SilvaPor

A Apple já oferece recursos de saúde em seus dispositivos, mas pretende avançar nesta área. Pensando nisso, a empresa anunciou no LinkedIn uma vaga para cardiologista, que trabalhará com equipes de engenharia e design na criação de produtos clínicos. A ideia é que esta pessoa também ajude a aprovar soluções junto a reguladores.

Apple Watch Series 6

Apple Watch Series 6 (Imagem: Divulgação/Apple)

Na descrição da vaga, a Apple indica a busca por um médico com “profundo conhecimento” em cardiologia e experiência em tecnologia de saúde, em especial com produtos sujeitos a regulação. A empresa aponta ainda que sua preferência é por um profissional que já tenha atuado com o desenvolvimento clínico de produtos regulamentados.

O anúncio explica que o cardiologista vai trabalhar com as equipes de engenharia e design no desenvolvimento de produtos de saúde. Segundo a companhia, o especialista ajudará a estabelecer definição e especificações das funcionalidades , “a fim de criar recursos de produtos inovadores que visem impactar a saúde cardíaca”.

Para recursos que precisem de autorização, o cardiologista será um dos responsáveis pela elaboração de estudos clínicos. Entre as responsabilidades do profissional, também está o desenvolvimento de protocolos para o envio de pedidos a órgãos reguladores dos Estados Unidos e de outros países.

Cardiologista deve atuar com Apple Watch

A vaga, que recebeu 20 candidaturas até o momento da publicação deste texto, não detalha os recursos em que o profissional vai trabalhar. Ainda assim, é possível imaginar que a atuação estará relacionada ao Apple Watch, um dos dispositivos da empresa com o maior foco em saúde.

O smartwatch consegue, por exemplo, medir a saturação de oxigênio no sangue e realizar eletrocardiogramas (ECG). A Apple recebeu autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para oferecer ECG no Brasil em maio de 2020. A abertura da nova vaga sugere que a empresa prepara mais recursos que dependem da aprovação de órgãos reguladores.

Com informações: My Health Apple, Apple Insider.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando