Início » Finanças » App falso no iOS roubou US$ 1 milhão em bitcoin de um usuário

App falso no iOS roubou US$ 1 milhão em bitcoin de um usuário

Usuário instala aplicativo falso na App Store e tem 17 bitcoins (BTC) roubados, equivalente a US$ 1 milhão

Bruno IgnacioPor

Um homem perdeu recentemente todas as suas economias após armazenar seus bitcoins (BTC) em um aplicativo falso para iOS, baixado na App Store da Apple. Phillipe Christodoulou instalou um app que supostamente pertenceria à Trezor, fabricante de carteiras de hardware para criptomoedas. O prejuízo foi de 17.1 BTC, equivalente a mais de US$ 1 milhão.

Carteira virtual da vítima com 17,1 BTC foi completamente esvaziada (Imagem: Marco Verch/Flickr)

Carteira virtual da vítima com 17,1 BTC foi completamente esvaziada (Imagem: Marco Verch/Flickr)

Christodoulou disse ao Washington Post que ficou mais chateado com a Apple do que com os próprios hackers por permitir que um aplicativo malicioso fosse disponibilizado na App Store. Segundo a vítima, ele procurou um simples aplicativo para verificar o saldo de sua carteira digital.

Trezor avisou sobre aplicativos falsos

A Trezor já avisava há algum tempo sobre falsos aplicativos. Em uma publicação no Twitter de dezembro de 2020, a empresa emitiu um alerta para todos os usuários de Android e donos de dispositivos da fabricante.

“Esse aplicativo é um golpe e não possui nenhuma relação com o SatoshiLabs e a Trezor. Já o reportamos para a equipe da Google”, disse empresa no tweet. Ela também comunicou em outras ocasiões a existência de mais apps falsos com o seu nome na Google Play Store. Contudo, a presença do aplicativo malicioso na loja da Apple nunca havia sido identificada.

Vítima se sente traída pela Apple

O app baixado por Christodoulou era ainda mais perigoso do que um malware comum que rouba dados. Através dele, hackers conseguiram acessar os fundos em bitcoin da vítima e os enviar para outra carteira digital. A vítima também afirmou que a Apple “traiu a confiança” que ele tinha na empresa. “A Apple não merece se safar dessa”, disse.

Segundo o porta-voz da empresa, Fred Sainz, a loja de aplicativos da Apple é “o mais seguro marketplace de aplicativos do mundo”, mas há quem discorde. A diretora-executiva da Coalizão pela Equidade nos Aplicativos, Meghan DiMuzio, afirmou ao Washington Post que a Apple “frequentemente inventa mitos sobre a privacidade e segurança dos usuários” para esconder suas “práticas anticompetitivas” na App Store.

Com informações: Washington Post

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Adoro essa falsa segurança baseada em sistemas limitados e obscurecencia, espero que as pessoas aprendam a confirmar o que estão instalando no celular sem seguir cegamente somente o nome do app.

Eu (@Keaton)

O iOS não era para ser um ecosistema seguro e manualmente monitorado…? como a Apple conseguiu verificar um app desses e acreditar que era legitimo?

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Porque quando foi enviado, era um app, e depois remotamente alteraram a função do app.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Ué, mas a App Store não é totalmente segura, por isso que é a única loja permitida no iOS? Esse tipo de problema só acontece no Android né?

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

Já começou errado colocando todas as suas economias em um único ativo…

Eu (@Keaton)

E ai continuou errado usando Apple. hue