A tecnologia está aí para nos ajudar, solucionar problemas que nós não sabíamos que existiam e nos fazer gastar mais do que podemos. Mas em alguns momentos infelizes ela pode ser o causa mortis, quando tudo aparentemente dá errado. Que o diga o fundador da empresa Segway, fabricante do veículo de mesmo nome. Mas dessa foi o GPS, tão útil nos dias de hoje, que resultou em uma morte.

Dois espanhóis estavam voltando para casa, depois de participarem de uma feira, no sábado que passou (02/outubro). Eles seguiam as instruções do GPS veicular, pois estava de noite. E foi aí que, enganados pelas informações presentes no aparelho, os homens chegaram a um lugar inesperado: um reservatório de água que, naturalmente, estava cheio.

Não deu tempo de frear o veículo, que entrou com tudo dentro do reservatório e imediatamente começou a afundar. Um dos homens, de 36 anos, conseguiu escapar do Peugeot 306 que já estava submerso. O outro homem, de 37 anos e que dirigia o veículo, não teve a mesma sorte.

O corpo do homem foi encontrado somente no dia seguinte, depois que equipes de resgate iniciaram as buscas.

Aparentemente os homens entraram numa estrada que já havia sido desativada, mas ainda constava dos dados do GPS. Uma vez ali, não foi possível detectar que havia um reservatório de água à frente, ainda mais por ser tarde da noite.

Essa não vai ser a primeira nem a última vez que motoristas vão se dar mal depois de seguir cegamente as instruções do GPS. Não é por acaso que o Google Maps, serviço de mapas do Google, faz questão de colocar o seguinte aviso em suas páginas. Depois não adianta reclamar.

“Essas indicações são apenas para fins de planejamento. Obras, trânsito intenso, clima ou outros fatores podem fazer com que as condições sejam diferentes dos resultados no mapa, por isso, é preciso planejar o seu trajeto levando tudo isso em conta. Obedeça todos os sinais ou avisos que aparecerem no seu trajeto.”

Com informações: Telegraph.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel Drumond
Penso, e se tivesse um outro carro parado bem na frente deles? A culpa ainda seria do GPS? :S O cara que estava mesmo desatento, ao meu ver.
Daniel Drumond
há um ou dois meses*
Daniel Drumond
Porque você não é usuário cadastrado. Se lesse o blog sempre, viria a um ou dois meses um artigo avisando do novo sistema de login, com sincronização via twitter, e dizendo que usuários não cadastrados não teriam mais o contador (ou algo parecido).
Daniel Drumond
4.
JoseRenan
alguém não gosta de Deus aki...
Raph4
Darwin leva mais um o/
Breno Luiz
Será que olhar para frente não ajudaria um pouco? :~
Hernani
Se fosse no Brasil você teria razão
Hernani
tu dum tssssssss
@ThiagoCapuano
Pensei a mesma coisa. Iluminação urbana também.
@AntonioVeras
Espero que tenha sido o Fernando Alonso.
Adriano
Só uma coisa, o cara que morreu no Segway não é o fundador, ele comprou a Segway, então ele era "apenas" o dono. Quanto ao caso do GPS já me ferrei tb por causa dele, fui parar em lugares sem saída e o GPS mandava eu seguir em frente, então tem que prestar MUITA atenção nas placas, o GPS ajuda mas não é fonte 100% segura.
@ocaralhoque
" GUIADO POR DEUS, DIRIGIDO POR MIM " hauhuahauhauhauha Foda! É a Skynet dominando!
Leo
Jogadores de GTA!
Lucas Rudiero
De frear não deve ter dado tempo mesmo, mas de dar um belo soco no GPS, espero que tenha dado.
Exibir mais comentários