Início » Finanças » Bitcoin pode ser “arma financeira chinesa”, diz cofundador do PayPal

Bitcoin pode ser “arma financeira chinesa”, diz cofundador do PayPal

Cofundador do PayPal, Peter Thiel afirmou que bitcoin (BTC) pode ser utilizado pela China para destronar dólar americano

Bruno IgnacioPor

Peter Thiel, cofundador do PayPal e um reconhecido investidor, afirmou que o bitcoin (BTC) poderia ser uma “arma financeira chinesa” para desbancar o dólar americano como moeda global. Nesta última quarta-feira (07), o empresário falou com o ex-secretário dos Estados Unidos Mike Pompeo em um evento virtual organizado pela Fundação Richard Nixon.

Peter Thiel, cofundador do PayPal e investidor bilionário, afirma que bitcoin pode ser "arma financeira chinesa" (Imagem: Heisenberg Media/Flickr)

Peter Thiel, cofundador do PayPal e investidor bilionário, afirma que bitcoin pode ameaçar soberania do dólar (Imagem: Heisenberg Media/Flickr)

O bilionário é conhecido por ser um grande defensor do bitcoin e das criptomoedas. Contudo, Thiel se demonstrou preocupado que a posição de soberania monetária americana seja ameaçada pela moeda digital. “Neste momento, eu me questiono se devemos pensar no bitcoin também como uma arma financeira chinesa contra os Estados Unidos”, afirmou o empresário durante o evento.

Bitcoin ameaça soberania monetária do dólar

“Ele (o bitcoin) ameaça o dinheiro fiduciário, mas principalmente o dólar americano”, complementou Thiel. Segundo ele, se a China realmente querer a criptomoeda, os Estados Unidos deveriam reforçar a atenção no assunto e começar a questionar como funcionará essa dinâmica geopolítica no futuro.

O cofundador do PayPal já demonstrou ser nacionalista e economicamente protecionista, apoiando posicionamentos de Trump contra a China no passado. Após o evento de ontem, suas convicções liberais diante das criptomoedas parecem ter mudado. Thiel também defendeu a “urgente” necessidade de regulamentar as moedas digitais nos Estados Unidos.

China é responsável por 65% de toda a mineração de BTC

As preocupações do empresário não são infundadas. Como um grande defensor das criptomoedas, Thiel acredita no potencial dessa tecnologia. Os Estados Unidos ocupam o segundo lugar na mineração de bitcoin, representando cerca de 8% da participação mundial. Contudo, a China é a líder com muita folga, sendo responsável por 65% de toda a extração da criptomoeda, de acordo com o Cambridge Bitcoin Electricity Consumption Index (CBECI).

Isso acontece justamente pelo baixo custo de eletricidade na China, que é energizada em grande parte por usinas de carvão, fazendo com que a atividade seja barata no país. Dada a natureza descentralizada do bitcoin, se a criptomoeda realmente se tornar tão relevante para o cenário geopolítico global, o país que concentrar a maior quantidade de BTC terá o maior controle monetário.

PayPal passa a integrar pagamentos com criptomoedas

No dia 30 de março o PayPal deu mais um passo para integrar as criptomoedas em seu sistema de pagamentos. A plataforma lançou o serviço “Checkout with Crypto”, que permite que usuários efetuem compras com moedas digitais através de conversões automáticas para dinheiro fiduciário na hora da transação.

Inicialmente, o bitcoin (BTC), ether (ETH), litecoin (LTC) e bitcoin cash (BCH) terão suporte, enquanto outras moedas digitais deverão ser adicionadas no futuro. “Esta é a primeira vez que você pode usar criptomoedas perfeitamente da mesma forma que um cartão de crédito ou débito dentro de sua carteira do PayPal”, disse Dan Schulman, o presidente e CEO da empresa na ocasião.

Com informações: CoinDesk

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alex (@wuhkuh)

Um sonho será ver os EUA sem mandar na moeda mundial, um sonho!

Vinicius Vicentini (@ViniciusHVC)

Sai fora maluco, todo dia isso

Eu (@Keaton)

Não sei se eu gostaria de ter uma moeda baseada na moeda chinesa. Até mesmo o porque ai os chineses vão começar à dar as cartas e ninguém sabe o que vai acontecer.

Imagina o mundo todo vivendo sobre uma ditadura virtual na qual não podem falar mal da china pois acabam levando sanção economica ou tem de punir os responsáveis pra evitar a mesma coisa…

Guilherme Borges (@Loumier)

É óbvio que o Bitcoin é uma ameaça a soberania do dólar. O que ele não conta é que o Bitcoin também é uma ameaça ao renminbi chinês.

Severino Cavalcante (@sev.cavalcante)

Não concordo que as moedas virtuais sejam um substituto do dinheiro fiduciário. Podem, no máximo, ser consideradas reserva valor, como o ouro.

Uma moeda precisa ser estável pra funcionar como equivalente geral de valor (como meio de troca de valores equivalentes). Não posso comprar uma pizza por X frações de bitcoins hoje e, daqui um ano, esse mesmo valor ser suficiente pra comprar um carro.

Dark (@Darkalliance)

Você tem um ponto e agora que parei para pensar sobre o que vc digitou é realmente preocupante.

Dark (@Darkalliance)

Também acho, se um dia isso acontecer de existir uma moeda global, ela deve ser estável, sem valorizações absurdas em curtíssimo espaço de tempo. Caso contrario não haverá consumo, pois todo mundo iria represar o seu dinheiro esperando valorizar, que é o que acontece hj no Bitcoin.

Alex (@wuhkuh)

O que não destoa dos EUA atualmente, se por algum motivo o seu País tiver a disposição algo que falta pra eles ou esteja avançando muito em tecnologia de vários tipos, eles vão lá e põe sanções. No final é trocar um “vilão” por outro!

Eu (@Keaton)

Os EUA tem seus problemas, claro. Mas tu já viu alguém ter a porta da casa arrombada por postar isso? image900×900 88.4 KB
O cara odeia tanto esse personagem que baniu isso do pais…
Ah, também teve outro cartoon que foi banido pela viagem alucinógena do “todo poderoso”… Peppa Pig… motivo alegado? Peppa Pig transforma as crianças em gangsters. wtf?

Eu (@Keaton)

Do Pooh sendo banido? Tu encontra rápidinho em sites de noticias, só tu deixar de ser preguiçoso. Pessoal sendo preso por isso? Também tem. Só tu procurar. Tu acha até em mandarin. Peppa Pig é mais chato de achar porque eu não lembro como escreve em chinês.
Ps.: Não use o bing translate/google translate. o hanzi sai errado. Use os dicionários chinês-inglês e chinês-coreano.

Eu (@Keaton)

Não estou ofendido. Só estou vendo que tu nem sequer se deu ao trabalho de pesquisar.
Mas já que tu vai pesquisar, aproveita e inclui 維吾爾人, 六四事件, 天安门大屠杀 e 反對逃犯條例修訂草案運動… Google Images, Safe Search off. Dependendo não está logo no começo. (Ps.: se tu morar na China, só o fato de tu receber esses termos pode fazer a policia chinesa aparecer na tua porta ou tu ter a internet cortada… hahaha [sério])