Início » Gadgets » Fone Bluetooth Edifier X3: reinando na categoria

Fone Bluetooth Edifier X3: reinando na categoria

Edifier X3 é um fone Bluetooth para quem está chegando agora. Modelo acerta no som, na autonomia, mas perde no microfone

Darlan Helder Por
Nota Final 8.2
Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A Edifier deu uma agitada na categoria de fone Bluetooth de entrada com o Edifier X3, um modelo relativamente acessível e que tem tudo para ser o primeiro TWS de muita gente. Ele chegou ao mercado com design minimalista, bateria para um dia, conexão rápida e estável através de um chip Qualcomm com Bluetooth 5.0. Atualmente, o X3 é vendido por R$ 170, bem mais barato que o Redmi AirDots 3.

Será que faz sentido apostar no vestível da Edifier? Ele funciona bem com games? E o som? Eu usei o X3 como o meu fone de ouvido principal e compartilho as minhas impressões nos próximos minutos.

Análise do Edifier X3 em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises não têm intenção publicitária, por isso ressaltam os pontos positivos e negativos de cada produto. Nenhuma empresa pagou, revisou ou teve acesso antecipado a este conteúdo.

O fone Bluetooth Edifier X3 foi fornecido pela Edifier por empréstimo e será devolvido à empresa após os testes. Para mais informações, acesse tecnoblog.net/etica.

Design, conforto e case

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A Edifier foi muito precisa no desenvolvimento deste vestível. O X3 atende bem aquele consumidor que precisa de um fone compacto para o cotidiano, que seja leve, prático e confortável. Apesar do material simples em plástico, normal para um modelo dessa categoria, o wearable entrega todos os atributos que eu mencionei.

Os fones são leves e ficam bem encaixados no canal auditivo, o que, consequentemente, acaba entregando alguns benefícios: eles ficam discretos e não chamam tanta a atenção. Além disso, esse tipo de design favorece bastante o bloqueio do barulho externo, uma boa estratégia já que ele não oferece nenhuma tecnologia de cancelamento de ruído.

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Para um melhor ajuste e conforto, dois pares de ponteiras de silicone estão à disposição na caixa do produto. A opção média, que já veio pré-instalada, não ficou muito confortável no meu ouvido, mas a situação melhorou com a borrachinha P, que, por fim, até favoreceu o cancelamento de ruído.

Se você pratica exercícios físicos, vale observar que eles têm proteção IPX5, em outras palavras, significa que os fones são à prova de jatos d’água, suor e chuva. A própria Edifier, inclusive, recomenda este modelo para pessoas que já têm o hábito de praticar esportes ao ar livre. No entanto, eu não senti muita firmeza durante um teste de corrida, mesmo trocando a ponteira, o Edifier X3 passava uma sensação de que ia cair o tempo todo.

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O estojo, responsável por impulsionar a autonomia, abriga uma bateria de 500 mAh. Mas o que mais impressiona é o tamanho do acessório. Sem os fones, ele pesa apenas 25 gramas; é o case mais leve e pequeno que já passou pelas minhas mãos até agora. A Edifier está de parabéns por reduzir as dimensões sem sacrificar a bateria — vou até ignorar aquele defasado micro-USB na traseira.

Recursos e conectividade

A empresa não oferece nenhum aplicativo para equalizar e verificar o nível da bateria — não é um ponto negativo levando em conta a posição do gadget. Ele não traz botão físico na estrutura e os comandos, portanto, são sensíveis ao toque: um toque rápido pausa e reproduz; três toques nos dois fones e a faixa anterior volta a tocar; pressionando duas vezes, você avança para a próxima música; e por fim, ao pressionar por dois segundos, a Siri e o Google Assistentes são acionados.

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 e PUBG (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 e PUBG (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Conectividade é um dos pontos fortes do Edifier X3. Foi um prazer observar a rapidez do vestível na hora de se conectar com o smartphone — no iPhone 11, aparelho que usei durante os testes, eu tinha a sensação que este fone era da Apple. O bom resultado é fruto da parceria entre Qualcomm e Edifier, que adicionaram aqui um chip com a versão Bluetooth 5.0 que promete e, de fato, entrega uma comunicação rápida e estável. A baixa latência é outra característica graças ao protocolo aptX, que também atua para oferecer um som de mais qualidade.

E como o X3 pode despertar o interesse do público que gosta de jogar no celular, eu resolvi fazer alguns testes. Ele não tem modo gamer como o Realme Buds Q e o Edifier GM4 Mini 1, mas eu consegui jogar Asphalt 9 sem nenhum atraso perceptível. A trilha agrada e foi possível ouvir com clareza o som do motor, das batidas e derrapagens. Em um cenário que requer ainda mais precisão, eu testei o vestível com PUBG e pude observar um pequeno atraso só nos passos; os tiros, o mergulho e as outras atividades do título ficaram estáveis e deu para aproveitar bastante o jogo.

Qualidade de som

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O som do Edifier X3 não é de impressionar, mas considerando a categoria na qual ele se encontra, devo dizer que o baratinho da chinesa tem potencialidade para agradar muitos perfis. Ele tem um sub-grave marcante: em eletrônica, no pop e em dance music você sente o boom, mas sem socar demais. Embora essa assinatura me agrade, é bom perceber que as outras frequências não foram enfraquecidas.

Em Africa, do Toto, as batidas mais sutis da canção são sentidas e também me contentam os detalhes ao longo da faixa. Antes do auge, eu ouço perfeitamente o surdo, o bumbo e os pratos da bateria, bem como os outros instrumentos. Os detalhistas, no entanto, notarão uma certa embolação no ponto alto da canção, em cima dos médios, limitação que não percebi em fones como o Edifier TWS1 Pro e em outros modelos com preço mais elevado.

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Ainda assim há muito espaço para os agudos, que não chegam a ser aveludados, mas soam equilibrados e até densos. Em Juice, da Lizzo, os médios-agudos ficam balanceados e confortáveis com o volume abaixo dos 70%, passando disso, você perceberá um pequeno congestionamento com os médios-graves, que pode incomodar. Os vocais também são vivos e até conseguem sobressair em situações mais intensas com batidas, porém em algumas faixas eles parecem fracos, sem vigor, e, nesse tipo de cenário, faz falta um equalizador para deixá-los um pouco mais encorpados.

Cancelamento de ruído, microfone e bateria

O Edifier X3 é um fone com cancelamento de ruído passivo, portanto a estrutura é responsável pelo isolamento. Durante os dias em que passei trabalhando com ele, o vestível foi capaz de isolar bem o barulho de um carro passando, entretanto ainda foi possível escutar algumas vozes próximas e, principalmente, o ruído de motos.

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Em sua comunicação, a Edifier mostra que o X3 tem uma tecnologia de redução de ruído do ambiente, para uma conversa mais limpa em ligações e videochamadas. A verdade é que eu não aprovei o resultado: a pessoa que está do outro lado consegue me ouvir, porém a minha voz fica muito distante devido à construção do produto. Na prática, eu também não notei grandes diferenças com o redutor de ruído — outros fones de entrada conseguem ser melhor nesse quesito.

Na bateria, ele fica próximo de concorrentes como o Tranya T10 e o Redmi AirDots 3. Um ponto de destaque é o chip da Qualcomm que também promete mais eficiência energética. A Edifier fala em seis horas de reprodução com os fones e mais 18 horas com o case, totalizando 24 horas de reprodução. Em um dia de teste, eu consegui reproduzir por 7h03min, número excelente e acima do combinado. Quando os fones perderam o combustível, eu coloquei ambos no case e depois de 55 minutos eles já tinham 80% de carga — muito bom.

Edifier X3: vale a pena?

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Com as avaliações positivas no varejo e considerando toda a expertise da marca no setor de áudio, a meu ver, este TWS parecia ser uma ótima escolha. Realmente, a empresa atendeu as minhas expectativas. O Edifier X3 é um excelente fone de ouvido de entrada, com ótimo custo-benefício, design minimalista, confortável e autonomia decente.

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Edifier X3 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A sonoridade é boa para um produto básico. Os graves são marcantes, soam bem definidos e não ficam estrondosos. Os agudos e os médios, de modo geral, também agradam, mas você pode notar um congestionamento em músicas agitadas quando o volume está elevado. Por sua vez, a conectividade, quesito que habitualmente tem peso maior nos meus reviews depois da qualidade sonora, é competente. Em nenhum momento os fones apresentaram vulnerabilidade durante a comunicação e se mostraram estáveis.

É claro que, para trabalhar com um preço competitivo, a Edifier teve que abrir mão de algumas tecnologias: o microfone tem qualidade inferior, o cancelamento de ruído não é ótimo e o USB tipo C ficou de fora. Mesmo assim, ele deve agradar muitos consumidores que estão chegando agora. O X3 tem o melhor da marca, porém custando menos.

Especificações técnicas

  • Bateria: 60 mAh (cada fone) e 500 mAh (estojo);
  • Tempo de recarga: cerca de 1,5 h;
  • Conexões: Micro-USB;
  • Conectividade: chip Qualcomm Bluetooth 5.0 (mais Qualcomm aptX);
  • Driver de áudio: 6 mm;
  • Resposta de frequência: 20 Hz – 20 KHz;
  • Microfones: sim, com Qualcomm cVc 8.0 – redução de ruído;
  • Proteção: resistente a respingos (IPX5);
  • Dimensões: 17,2 x 25 mm (cada fone) e 53 x 40 x 24 mm (estojo);
  • Peso: 4 g (fone) e 25 g (estojo);
  • Cores: preto e branco.

Fone Bluetooth Edifier X3

Prós

  • Design minimalista
  • Graves muito balanceados
  • Baixa latência
  • Barato

Contras

  • Case poderia vir com USB-C
  • Microfone é muito fraco
Nota Final 8.2
Design
9
Bateria
9
Conectividade
9
Conforto
8
Graves
9
Médios
8
Agudos
8
Isolamento
7
Recursos
7

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
18 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Igor (@Spetto)

Mais um ótimo review, @darlanhelder!
Comprei o meu tem mais ou menos um mês da China, mas ainda não usei ele por muito tempo para formar uma opinião, mas do pouco que percebi, ele se encaixa na sua descrição.

Só um detalhe: o meu X3 veio com entrada USB-C e não Micro USB.

Danilo de Almeida Raffaini (@Danilo_de_Almeida_Ra)

Também posso confirmar a presença de USB-C. Gosto muito do equilíbrio tonal desse fone. Dá para ouvir horas tranquilamente sem fadiga. Gostaria apenas de um tico a mais de volume máximo para certas ocasiões.

Igor (@Spetto)

Como Edifier, aqui algumas imagens da caixinha:
Edit: Só agora vi que tem o nome Xemal na caixinha
20210414_2257012604×4624 2.4 MB
20210414_2256472604×4624 1.83 MB

Matheus Santos (@Matheus_Santos)

Excelente review! Estou em busca de um novo companheiro para as minhas corridas diárias, uso um JBL Endurance Jump, porém, pelo fato de ser em uma única peça e ter partes móveis, a borracha não deu conta e esfarelou.

Incrível como a obsolescência programada é pesada: comecei a ter problemas com 13 meses de uso. Meu único receio é desses true wireless não fixarem no meu ouvido

Felipe Tavares (@felipetavares)

Mais um ótimo review, Darlan. Parabéns!

Aos que têm usado o fone, alguém que tenha uma experiência mais longa do fone em corridas?

Maílson Reis (@Mailson)

Eu usei o PROMOBIT12

Mickey (@Mickey)

Mais um excelente review, @darlanhelder, parabéns! Parece ser uma opção muito boa pra quem tem como principal meta não gastar muito.

Murilo Aquino (@Murilo_Aquino)

Não conhecia o fone e nem estou precisando de um, mas com um review desse tão bem feito, deu vontade de comprar, kkkkkkkk. Parabéns mais uma vez, @darlanhelder!

imhotep (@imhotep)

Excelente review, @darlanhelder
Eu comecei até animado, pelo preço e pelas considerações de altos, médios, graves e agudos. Mas qd vc fala do ruído e da qualidade do microfone em chamadas ou conferências, isso me desanimou, pq eu faço uso em ambientes ruidosos.
Claro q pelo preço e categoria de entrada, seria pedir muito, mas o review foi ótimo para me mostrar q talvez o fone para meu perfil seja um pouco mais caro e de uma categoria acima.

Mas creio q pra quem não tem nenhum fone bluetooth, vá servir muito bem, considerando tb o preço e esse dólar maluco.