Início » Telecomunicações » TIM expande cobertura 4G para mais de 4 mil cidades brasileiras

TIM expande cobertura 4G para mais de 4 mil cidades brasileiras

4G da TIM chega a 4.121 municípios e posiciona operadora na frente de Claro, Oi e Vivo; tele aposta em antenas com energia solar

Lucas Braga Por

A TIM já era a operadora líder em cobertura 4G, e no mês de março ultrapassou a marca de 4 mil municípios com sinal da quarta geração. A empresa havia se comprometido a cobrir todas as cidades brasileiras com a tecnologia até 2023. Para auxiliar na expansão em locais isolados, a tele aposta em antenas com painéis solares.

Antena de celular. Foto: Lucas Braga/Tecnoblog

Sinal de 4G da TIM atinge mais de 4.000 cidades (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

Comparando com a concorrência, a Vivo é a operadora mais próxima da líder TIM. Os dados de cobertura das outras empresas são do Teleco, referente a fevereiro de 2021:

Operadora Municípios cobertos com 4G LTE
TIM 4.121
Vivo 3.806
Claro 2.878
Oi 1.041
Algar 27

A TIM esclarece que tem ativado a frequência de 700 MHz, que possui maior penetração de cobertura em comparação com faixas maiores, como 1.800 MHz, 2.100 MHz e 2.600 MHz. A operadora diz que quase todos os municípios com 4G também possuem suporte a VoLTE, que habilita chamadas de voz com alta definição na rede de quarta geração.

A promessa de 4G em todas as cidades brasileiras foi feita pela TIM em julho de 2020, quando a operadora converteu multas da Anatel em compromissos de cobertura. Na época a agência exigiu expansão da rede para mais 350 cidades, mas a tele se comprometeu a levar a quarta geração para todos os 5.570 municípios do Brasil.

O Brasil já possui cobertura de celular em todos os municípios, considerando todas as tecnologias e operadoras. A maior rede é a da Vivo, que atinge 4.633 localidades com tecnologia 3G. No 2G, a Claro lidera a presença e atende 3.963 cidades.

Entre as quatro maiores, a Oi tem a menor extensão de cobertura celular: são 1.041 municípios com 4G, 1.657 cidades com 3G e 3.499 localidades com 2G. A compra da operadora móvel por Claro, TIM e Vivo pode melhorar o sinal dos atuais clientes da empresa.

TIM usa antenas off-grid com energia solar

Para atingir regiões de difícil acesso, a TIM aposta em uma solução off-grid, ou seja, desconectada de redes elétricas ou fibra óptica terrestre.

Antena da TIM em General Salgado/SP alimentada por painéis solares, de forma off grid

Antena off grid leva cobertura celular em área remota de Presidente Bernardes/SP (Imagem: Divulgação/TIM)

As torres são instaladas em parceria com a fornecedora de infraestrutura Highline – a mesma que tentou comprar a Oi Móvel. A energia utilizada vem de placas fotovoltaicas, que também armazenam autonomia em baterias de lítio para fornecer sinal de celular nos períodos sem luz do sol.

As duas primeiras antenas off-grid foram ativadas em fevereiro de 2021, no estado de São Paulo. A primeira fica em Presidente Bernardes, e fornece sinal de celular para um trecho da Rodovia Castelo Branco (BR 374) entre as cidades de Presidente Prudente e Presidente Venceslau. A segunda fica em General Salgado, e cobre trechos da SP-463.

A TIM afirma que outros 13 sites off-grid serão implementados em São Paulo, Santa Catarina, Pará e Acre. A construção será feita em parceria com as empresas de infraestrutura IHS e Infinity, além da Highline.

Em março de 2021, a TIM anunciou que instalaria antenas off-grid em regiões onde antigamente não era viável construir toda a infraestrutura. A operadora também aposta em conexão por satélite para fornecer conectividade às torres 4G em áreas mais remotas, dispensando fibra óptica ou link de microondas.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
11 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jedielson (@Jedielson)

Será que morreu a piada que a Tim não tinha sinal em insira aqui a sua cidade ?

imhotep (@imhotep)

Eu critico muito a Tim porque o sinal dela é saturado em muitos lugares.
Mas saber que está investindo é sempre positivo, ainda mais agora que só vamos ter 3 operadoras.
É um oligopólio, mas a gente finge que não vê.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

No meu bairro, de acordo com site de cobertura da operadora, a cobertura é 100%, porém é um 4G com, no máximo, 3 barras de sinal, que vive oscilando chegando a ficar só uma barra de sinal. A velocidade, no máximo, é uns 7Mb.
Ja reclamei por causa da intensidade do sinal, mas a operadora diz que é assim mesmo!
Hoje, não uso mais a TIM nem sinto falta!

Acredito que o que relatei não é um caso isolado. Ela tem 4G, em muitos lugares, porém é um 4G meio merda.

Michel da Silva Soares (@Michel)

A TIM diz que ativou o 4G em mais de 4 mil cidades, só esqueceram de avisar que ativaram o 4G em apenas 1 ou 2 antenas em cidades que possui mais de 20 antenas…

basicamente isso é o mesmo que nada, mas se de 30 antenas apenas 1 uma estiver com 4G, entra na estatística né?