Início » Jogos » Ações da Square Enix sobem 12% com boato desmentido sobre venda da empresa

Ações da Square Enix sobem 12% com boato desmentido sobre venda da empresa

As ações da Square Enix estavam em queda desde o início de abril, mesma época do lançamento problemático de Outriders

Murilo Tunholi Por

As ações da Square Enix estavam em queda desde o início de abril, com o lançamento problemático de Outriders. Porém, devido a um boato que começou na quinta-feira (15) sobre a suposta venda da empresa, os papéis tiveram alta de 12% em menos de 24 horas. A gigante japonesa desmentiu os rumores hoje (16) e disse, em comunicado, que não considerou vender o negócio, nem recebeu ofertas de compra.

Final Fantasy VII Remake (Imagem: Reprodução/Square Enix)

Final Fantasy VII Remake (Imagem: Reprodução/Square Enix)

O início dos boatos sobre a venda da Square Enix

Os rumores mais recentes sobre a venda da Square Enix começaram ontem (15) a partir de uma publicação do CTFN, que se descreve como um grupo de jornalistas e analistas especializados em processos de fusão de negócios. A história contada pelo site dizia apenas que, segundo dois bancos de investimento, algumas empresas haviam demonstrado interesse em adquirir a desenvolvedora.

Logo depois, a Bloomberg do Japão reproduziu o relato do CTFN, porém nenhum dos dois veículos tinha procurado a Square Enix para esclarecer as informações. Para acabar com os boatos, o presidente da empresa, Yosuke Matsuda, comunicou que a produtora não estava à venda.

A Bloomberg relatou, hoje, que havia interesse de diversos compradores em adquirir a Square Enix. Esse relado, porém, não é baseado em nenhum anúncio da Square Enix Holdings Co., LTD. Nós não consideramos vender a empresa ou qualquer parte do negócio, nem recebemos ofertas externas de aquisição da empresa ou frações da operação.

Yosuke Matsuda, Presidente da Square Enix, em comunicado.

Square Enix saiu ganhando com os rumores

Os boatos, contudo, foram positivos para a Square Enix, já que as ações da japonesa subiram 12% na Bolsa de Valores de Tóquio entre ontem e hoje. O preço dos títulos foi de 6.160 ienes (cerca de R$ 318) para 7.100 ienes (por volta de R$ 365) em pouco menos de 24 horas. No momento, os papéis estabilizaram em 6.900 ienes (R$ 354).

É importante destacar que as ações da Square Enix estavam em queda desde o dia 5 de abril. É possível que esse cenário tenha sido causado pelo lançamento problemático de Outriders, em 1º de abril. Durante a primeira semana, os servidores do game ficaram instáveis e muitos jogadores não conseguiram sequer entrar em partidas.

Ações da Square Enix em 16 de abril de 2021 (Imagem: Reprodução/Google)

Ações da Square Enix em 16 de abril de 2021 (Imagem: Reprodução/Google)

Esse não foi o primeiro boato sobre a venda da Square Enix

Vale mencionar também que esse não foi o primeiro boato sobre uma suposta venda da Square Enix. Em outubro de 2020, o CTFN publicou uma história parecida, na qual outros dois bancos de investimento falaram que a empresa “estaria pensando em não investir mais nas divisões de videogames”.

Na época, as ações da Square Enix também estavam em queda desde o início de setembro, poucos dias depois do lançamento de Marvel’s Avengers, outro jogo publicado pela japonesa que chegou aos PCs e consoles com diversos bugs.

Nesse caso, porém, os rumores sobre a suposta venda da empresa não tiveram o mesmo efeito, e os títulos continuaram caindo até o final de novembro do ano passado.

Com informações: Seeking Alpha, GameRant.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando