Início » Gadgets » Audio-Technica abre filial no Brasil e expande portfólio de microfones

Audio-Technica abre filial no Brasil e expande portfólio de microfones

Audio-Technica trabalha para certificar na Anatel e trazer novos toca-discos, microfones AT20 e fones de ouvido às lojas do Brasil

Melissa Cruz CossettiPor

A Audio-Technica, empresa japonesa de produtos de áudio, abriu uma filial no Brasil. O movimento vem acompanhado da parceria com um distribuidor local para as linhas de instalação, conferências e broadcast; é a Lecran Tecnologia que vai despachar toda a linha professional. Já a Karimex, parceira da Audio-Technica no varejo brasileiro há quatro anos, segue trabalhando consumer, incluindo fones, microfones e toca-discos.

A parceria na área corporativa é estratégica para oferecer soluções de áudio de alto desempenho para salas de reunião, conferência e auditórios, igrejas, escolas e universidades, emissoras de rádio e TV, produtoras de mídia, shows e eventos em geral.

Microfone Audio-Technica (Imagem: Divulgação / Audio-Technica)

Microfone Audio-Technica (Imagem: Divulgação / Audio-Technica)

Mais produtos Audio-Technica no varejo

Alexandro de Azevedo, diretor presidente da Audio-Technica do Brasil, contou ao Tecnoblog que a marca sempre esteve presente, porém um pouco discreta.

Nos últimos anos, a sede para América Latina ficava em Buenos Aires, Argentina — que geria tudo, menos Brasil e México. Com a mudança, a Audio-Technica do Brasil (ATBR) passa a gerir os negócios da empresa no país alinhada com a nova estrutura Latam e com a filial Audio-Technica América Latina (ATAL) que segue baseada em Buenos Aires.

“Nosso objetivo agora é alavancar negócios. Entramos mais profundamente no varejo brasileiro. Na sequência, fechamos um distribuidor para as linhas profissionais e estamos cuidando da certificação na Anatel, que tem que ser feita com cuidado”, conta.

A Audio-Tehcnica já conta com loja oficial no Mercado Livre, está na Fast Shop e na Amazon. O site oficial e os manuais estão sendo traduzidos para o português.

Alexandro de Azevedo, diretor presidente da Audio-Technica do Brasil (Imagem: Acervo Pessoal)

Alexandro de Azevedo, diretor presidente da Audio-Technica do Brasil (Imagem: Acervo Pessoal)

No momento, Azevedo descartou a chance de fabricação nacional e não há previsão para uma iniciativa do tipo. Contudo, prometeu estratégias agressivas de preço.

“Vamos continuar buscando ser o mais agressivo possível, como fabricante e como distribuidor. Conseguimos ser competitivos quando comparamos o mesmo produto”.

O que vem por aí?

A empresa tem enviado produtos para homologação da Anatel e promete novos modelos de toca-discos (vitrola) de entrada e também profissionais (para DJs) com bluetooth, além de um bundle incluindo caixas de som. Também está prevista para a maio a ampliação da linha de microfones AT-20 e o portfólio de headphones.

Microfones

DescriçãoModelo
Microfone condensador cardioideAT2020
Pacote de streaming de mídia/podcasting com AT2020 e ATH-M2OXAT2020PK
Microfone condensador cardioide USBAT2020USB+
Pacote de streaming de mídia/podcasting com AT2020USB e ATH-M20XAT2020USB+PK
Microfone condensador cardioide AT2035AT2035
Pacote de streaming de mídia/podcasting com AT2035 e ATH-M2OXAT2035PK
Microfone condensador cardioide de múltiplos patrõesAT2050
Microfone condensador cardioide de mãoAT2010
Microfone estéreo X/YAT2022
Microfone condensador cardioide para instrumentosAT2031
Microfone condensador cardioide para instrumentosAT2021
Pacote com AT2020 e AT-2021AT2041SP

Toca-discos

DescriçãoModeloPreço Sugerido
Toca-discos estéreo sem fio acionado por correia totalmente automáticoAT-LP60XBT

(preto ou vermelho)

R$ 1.799,00
Toca-discos estéreo sem fio acionado por correia totalmente automático (analógico e USB)AT-LP60XBT-USBR$ 2.037,60
Toca-discos estéreo sem fio acionado por correia totalmente automático, com alto-falante Bluetooth AT-SP65AT-LP60xSPBT-BKR$ 2.637,60
Toca-discos com acionamento direto (analógico e USB)AT-LP120XBT-USBR$ 4.077,60

De produtos de entrada até mimos para os audiófilos, a empresa promete que alguns dos lançamentos globais podem chegar em simultâneo no país, que tem mercado.

“A empresa hoje tem ciência do potencial do país, sabe que é um país difícil, que tem entraves tributários, de importação, de comercialização, uma alta carga tributária… Tudo isso a empresa já entende, mas também sabe do potencial que tem o Brasil e isso ficou demonstrado nos resultados do ano passado”, completou.

Órfãos da Sony

O reforço na marca e também na distribuição, chegam num momento em que a Sony, outra japonesa do setor de eletrônicos, encerra as suas atividades da fábrica no Brasil.

“Vemos uma oportunidade, porque talvez um cliente Sony, eventualmente, vai olhar a marca Audio-Technica e considerar. Mas, apesar de serem duas marcas japonesas, são estratégias e momentos diferentes. A Sony estava há muito tempo no Brasil”, pondera.

Fone Audio-Technica (Imagem: Yash Prajapati / Usplash)

Fone Audio-Technica (Imagem: Yash Prajapati / Usplash)

Assistência técnica da Audio-Technica

Para quem está buscando por assistência técnica, quem cuida do processo atualmente é a Engevideo. A empresa fica em São Paulo, capital, mas Azevedo garante que, estando dentro da garantia, o envio do aparelho para conserto é gratuito de qualquer parte do Brasil. Se fora do prazo, o frete pode ser menor por parcerias com transportadoras.

 

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando