Início » Aplicativos e Software » Microsoft Edge ganha modo performance para rodar mais rápido em PCs

Microsoft Edge ganha modo performance para rodar mais rápido em PCs

Com novo modo performance o Microsoft Edge diminui o tempo para suspender o consumo de recursos em abas em segundo plano

André Fogaça Por

A mais recente adição neste pensamento é um modo de desempenho, com nome de performance e que promete baixar ainda mais a necessidade de recursos do hardware onde o Edge está rodando. Como consequência, se o browser passa a consumir menos, o programa passa a rodar automaticamente mais rápido – ou leve, tanto faz.

Microsoft Edge (Imagem: reprodução)

Microsoft Edge (Imagem: reprodução)

A função comenta que “o modo performance ajuda a otimizar a velocidade, memória (RAM), CPU e o uso de bateria. Melhorias de performance podem variar de acordo com especificações individuais e estilos de uso do navegador”.

O novo recurso explica pouco o que realmente acontece no navegador a partir do momento que é ativado, mas algumas mudanças foram notadas em testes realizados pelo site Windows Latest. A mais importante delas é relacionada com fazer uma aba “dormir” após um período sem atividade, quando ela fica esquecida no canto.

Microsoft Edge faz abas dormirem mais cedo

Normalmente as abas param de consumir recursos do hardware após duas horas sem qualquer interação, quando estão em segundo plano e essa instrução vem lá do Chromium mesmo. Este novo recurso faz esse tempo cair para cinco minutos. Colocar a aba novamente em primeiro plano faz o endereço voltar a ser ativado, mas recarregando a página.

Modo performance no Microsoft Edge (Imagem: divulgação/Microsoft)

Modo performance no Microsoft Edge (Imagem: divulgação/Microsoft)

Este recurso só não é ativado quando a aba em segundo plano está rodando alguma atividade pesada, como reproduzindo um vídeo ou então tocando música. Neste caso o browser seguirá mantendo aquele endereço com todo o hardware necessário para que ele continue fazendo o que precisa.

Outros pontos do Microsoft Edge são alterados para garantir um consumo menor de recursos, mantendo a velocidade de fluidez do programa inteiro. Como o hardware para de ser utilizado com tanto empenho, a bateria pode ganhar fôlego extra para entregar autonomia maior em computadores portáteis – algo bastante importante. Outro tipo de uso capaz de tirar proveito da novidade é o gamer, já que mais do PC estará disponível para o jogo.

Por enquanto este recurso aparece apenas na versão Canary 91.0.856.0 de 64 bits do Microsoft Edge. Mesmo em um navegador ainda em fase de testes, a ferramenta precisa ser ativada manualmente nos ajustes internos, já que ela vem desligada por padrão. Ainda não está claro se o modo performance seguirá para todos os usuários, mas eu vejo grande importância dele em computadores mais simples, ou no modo de economia de energia em portáteis.

Com informações: Microsoft e Windows Latest.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando