Início » Finanças » Facebook planeja testar criptomoeda Diem ainda neste ano

Facebook planeja testar criptomoeda Diem ainda neste ano

Vazamentos indicam que criptomoeda Diem, associada ao Facebook, deverá ter piloto lançado ainda em 2021

Bruno Ignacio Por

O Facebook espera dar continuidade ao seu projeto de criptomoeda e lançar os primeiros testes do Diem até o final deste ano. Inicialmente chamada de Libra, a moeda digital será uma stablecoin vinculada ao dólar e voltada para pagamentos cotidianos. As informações são da CNBC, que revelou nesta terça-feira (20) que um piloto será implementado em pequena escala até o final de 2021.

Facebook quer começar testes com a criptomoeda diem ainda em 2021 (Imagem: Gerd Altmann/Pixabay)

Facebook quer começar testes com a criptomoeda diem ainda em 2021 (Imagem: Gerd Altmann/Pixabay)

Antiga Libra hoje se chama Diem

Inicialmente anunciada em 2019, a antiga Libra foi planejada para ser lançada no início de 2020, mas a notícia começou a preocupar órgãos reguladores e repercutiu muito negativamente para o Facebook e associados. O PayPal, Visa e eBay, por exemplo, se retiraram da iniciativa após governos levantarem questões sobre privacidade, lavagem de dinheiro e a ameaça de empresas privadas tirarem poder de bancos centrais.

Assim, todo o projeto foi reformulado. Hoje, a Diem Association é responsável pelo desenvolvimento da criptomoeda que foi renomeada para Diem. O objetivo foi desvincular a imagem do Facebook como “dono” da moeda digital, uma vez que a empresa é uma de várias envolvidas no desenvolvimento da stablecoin.

Diem será testado em transações e pagamentos

Pessoas próximas ao projeto conversaram com a CNBC em condição de anonimato. De acordo com essas fontes, o Facebook e toda a Diem Association agora trabalham com uma abordagem muito mais cautelosa para evitar os mesmo problemas do passado. Os detalhes não foram oficialmente divulgados, mas a stablecoin deve ser testada em pequena escala com transações entre consumidores individuais até o final de 2021. É possível que também sejam implementados testes com pagamentos com o piloto da moeda.

Ainda não há nenhuma data prevista o início dos testes. Até o momento, nem o Facebook e nem a Diem Association se manifestaram sobre esse vazamento. Contudo, os governos de todo o mundo prestam muita atenção no desenvolvimento da criptomoeda. Mesmo após a reformulação do projeto e do nome da moeda digital, ainda há a preocupação que uma empresa privada acusada de monopólio digital e que possui 2,8 bilhões de usuários no mundo todo controle um instrumento monetário de relevância global.

Maturidade do mercado favorece Diem

Diferente de dois anos atrás, o Diem tem muito mais chances de prosperar do que a Libra, principalmente pelo mercado de criptomoedas estar muito mais robusto e maduro hoje em dia. Reguladores de todo o mundo discutem o bitcoin (BTC), por exemplo, mas estão muito mais inclinados a aceitar as moedas digitais e implementá-las no sistema financeiro mundial.

Grandes investimentos institucionais, como a compra da Tesla de US$ 1,5 bilhões em bitcoin no início de fevereiro, legitimaram todo o setor. Na semana passada, a maior exchange de criptoativos dos Estados Unidos, a Coinbase, se tornou a primeira corretora cripto a entrar na bolsa de valores. Por mais que ainda há temores envolvendo o Diem e o Facebook, a receptividade de todo o mercado é muito maior em 2021.

Com informações: CNBC

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando