Início » Finanças » Bitcoin cai para abaixo dos US$ 50 mil com plano dos EUA para mais impostos

Bitcoin cai para abaixo dos US$ 50 mil com plano dos EUA para mais impostos

Governo americano anuncia novos impostos sobre ganhos de capital e causa onda de vendas de bitcoin (BTC) e demais criptomoedas

Bruno Ignacio Por

O bitcoin (BTC) despencou nesta sexta-feira (23) para abaixo dos US$ 50 mil, atingindo o seu menor preço em quase dois meses. Com ele, outras criptomoedas também sofreram fortes desvalorizações movidas pela proposta de aumento de impostos sobre ganhos de capital do governo dos Estados Unidos.

Bitcoin despenca após governo dos EUA anunciar novas taxas (Imagem: David McBee/Pexels)

Bitcoin despenca após governo dos EUA anunciar novas taxas (Imagem: David McBee/Pexels)

A criptomoeda chegou a ser negociada pelo mínimo de US$ 47.467 nesta manhã, acumulando uma queda de 16% de ontem para hoje, de acordo com o índice CoinDesk. Trata-se de seu menor preço desde a primeira semana de março.

Aumento de impostos nos EUA gera onda de vendas

Essa grande desvalorização de hoje vem após o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciar que deve aumentar a tributação sobre ganhos de capital de longo prazo visando a parcela mais rica da população americana. A nova alíquota pode chegar a 43,4% com sobretaxas, o que seria maior que o imposto de renda no país.

A nova taxa é aplicável a todos os retornos de ativos mantidos em contras tributáveis e capitalizados após mais de um ano de investimento. Assim, a alíquota abrange também criptoativos como o bitcoin, fazendo com que aqueles que estão acumulando a criptomoeda por longos períodos paguem grandes valores ao governo americano ao realizar a venda.

Como resultado, diversos investidores americanos, principalmente os mais ricos, venderam seus bitcoins e demais criptoativos para evitar a nova tributação. Assim, os preços de quase todas as moedas digitais do mercado despencaram nesta sexta-feira.

Ether, XRP e dogecoin sofrem quedas

Outras criptomoedas entre as dez maiores também sofreram duras quedas. O ether (ETH), nativo do blockchain Ethereum e segunda maior moeda digital em valor de mercado, caiu mais de 20% nesta manhã após registrar um novo recorde na quinta-feira. Hoje, seu preço chegou a ser negociado por US$ 2.107.

Já o Ripple (XRP) caiu para abaixo do US$ 1 após o anúncio do governo Biden. Ontem, a criptomoeda era negociada por cerca de US$ 1,4, enquanto hoje seu preço despencou para US$ 0,89. Até mesmo o dogecoin (DOGE), moeda digital meme e adorada por Elon Musk e outros famosos, sofreu uma desvalorização de quase 50% em menos de 24 horas.

Mercado de criptomoedas perde 300 bilhões

De acordo com o CoinMarketCap, todas as criptomoedas juntas capitalizavam aproximadamente US$ 2,05 trilhões na quinta-feira. Após as intensas vendas de hoje, todo o setor perdeu mais de US$ 300 bilhões em valor de mercado, o menor em quase um mês.

O mercado de ações nos Estados Unidos também sofreu uma forte desvalorização com as intensas vendas de ativos. Os três principais índices das bolsas de valores americanas encerraram a quinta-feira no vermelho e operam hoje em queda.

Pressão de reguladores preocupa investidores

As criptomoedas são hoje uma preocupação central de órgãos reguladores em todo o mundo. Enquanto a Índia já lançou novas regulamentações para o bitcoin e demais moedas digitais, o banco central indiano ainda ameaça levantar proibições e possíveis banimentos.

Já a Turquia anunciou na semana passada que irá proibir pagamentos com criptomoedas em uma tentativa de recuperar o controle monetário que perdeu devido à forte desvalorização da moeda nacional. Movido pela notícia, o preço do bitcoin caiu 6% na ocasião.

O governo americano já havia sinalizado ao longo desde o começo do ano que vê uma forte necessidade de regulamentar criptomoedas no país. A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, caracterizou o bitcoin como um “ativo altamente especulativo” e disse estar preocupada com potenciais perdas entre investidores.

Agora, os Estados Unidos dão um passo indireto na taxação de criptomoedas, o que já fez todo o mercado entrar em desespero. Porém, autoridades americanas sinalizaram que mais regulamentações com foco em tributação estão sendo discutidas para um futuro próximo.

Com informações: CNBC

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando