Início » Finanças » NFT de arte digital em homenagem a Chadwick Boseman é distribuído no Oscar

NFT de arte digital em homenagem a Chadwick Boseman é distribuído no Oscar

Estrela de "Pantera Negra", falecido em 2020, é homenageado em NFT de arte digital distribuído para indicados no Oscar 2021

Bruno Ignacio Por

Durante a cerimônia de premiação do Oscar 2021, que ocorreu neste último domingo (25), os indicados para as categorias de melhor ator, atriz e diretor ganharam a tradicional sacola de brindes que pela primeira vez incluiu um NFT, ou token não fungível. O destaque foi para uma obra de arte digital animada feita em homenagem a Chadwick Boseman, que deu vida ao super-herói Pantera Negra e faleceu no ano passado.

Chadwick Boseman tem NFT criado em sua homenagem e distribuído para nomeados no Oscar 2021 (Imagem: Walt Disney Television/Flickr)

Chadwick Boseman tem NFT criado em sua homenagem e distribuído para indicados no Oscar 2021 (Imagem: Walt Disney Television/Flickr)

O artista digital Andre Oshea registrou 26 tokens não fungíveis para imortalizar o ator em rede blockchain. Dessas edições, 25 foram distribuídas para indicados ao Oscar junto com a sacola de brindes “Everybody Wins”, que inclui itens de luxo como pacotes de viagem e joias, avaliada em uma média de US$ 200 mil.

Um desses NFTs irá a leilão nesta segunda-feira (26) no marketplace Rarible, esperando arrecadar US$ 1,2 milhão. Oshea destinará 50% do valor para a Colon Cancer Foundation, instituição que combate o mesmo tipo de câncer que matou Boseman. O Ator lutou contra a doença em segredo ao longo de quatro anos e chocou o mundo ao falecer no ano passado.

Homenagem coincide com indicação de Boseman

“A forma de imortalizar um artista é honrá-lo com arte. Fui incumbido de criar um NFT homenageando Chadwick Boseman para o Oscar! Dar vida a esta peça foi uma das minhas experiências mais desafiadoras e gratificantes como artista”, afirmou Andre Oshea no Twitter. A obra digital é uma representação do rosto do ator em um busto dourado 3D que se forma ao longo de uma animação de 15 segundos.

A homenagem coincide com a indicação póstuma de Boseman para melhor ator por sua participação no filme original da Netflix “A Voz Suprema do Blues” (Ma Rainey’s Black Bottom), lançado no final do ano passado. O ator interpretou o trompetista Levee Green, que protagonizou o longa junto a Viola Davis (Ma Rainey).

NFT aumenta expectativas, mas Boseman não ganha

A indicação de Boseman para melhor ator levantou a expectativa de seus fãs. Contudo, a concorrência neste ano estava pesada e o prêmio foi para Anthony Hopkins por sua interpretação em “O Pai” (The Father). O resultado, porém, gerou revolta nas redes sociais.

“Colocar um NFT de Chadwick Boseman na sacola de brindes, bem como reestruturar a ordem tradicional da cerimônia para terminar na categoria de melhor ator, aparentemente para criar um momento para Chadwick, leva a pensar que a Academia tentou capitalizar uma tragédia para gerar repercussão”, afirmou a usuária @harrietnking no Twitter.

As críticas se estenderam em milhares de tweets. Boseman era considerado o grande favorito na categoria, e o token não fungível em sua homenagem aumentou ainda mais a expectativa do público por sua vitória. “Criar um NFT para Chadwick Boseman e nem mesmo dar a ele um Oscar póstumo é um grande exemplo de tudo que está errado hoje”, afirmou @DylanTucson.

Hopkings também realizou uma declaração em seu Instagram na manhã de hoje comentando sua vitória. “Com 83 anos de idade eu realmente não esperava receber esse prêmio… Gostaria de prestar homenagem a Chadwick Boseman, que foi tirado de nós cedo demais”, afirmou o ganhador do Oscar.

Com informações: USA Today

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando