Início » Jogos » Riot Games fecha servidor de League of Legends criado por fãs

Riot Games fecha servidor de League of Legends criado por fãs

O servidor legado Chronoshift permitia jogar em uma versão de LoL de 2011; os criadores acusaram a Riot Games de extorsão

Murilo Tunholi Por

A Riot Games exigiu o desligamento de um servidor de League of Legends (LoL) criado por fãs, chamado Chronoshift. Iniciado há cinco anos, o projeto deixaria os usuários jogarem uma versão “legado” de LoL de 10 anos atrás. Um dos desenvolvedores do servidor, porém, acusou a Riot de ter tentado extorquir a equipe apenas para conseguir os códigos de programação de Chronoshift, mas a produtora negou as acusações.

League of Legends (Imagem: Divulgação/Riot Games)

League of Legends (Imagem: Divulgação/Riot Games)

A equipe do Chronoshift acusou a Riot de extorsão
Em 24 de abril, o usuário “ChronoshiftDev” publicou um texto no Reddit, no qual disse ter sido contatado por um funcionário do time de segurança da Riot Games. O desenvolvedor incluiu no post um print do e-mail enviado pela produtora de LoL, em que um rioter de nome “Zed” pedia para conversar com o responsável pelo Chronoshift em um servidor no Discord.

A conversa aconteceu entre o rioter e um usuário chamado Lord Lothendran. Zed informou que o departamento jurídico da Riot “não estava feliz com o projeto” e “queria encontrar uma solução aceitável para ambos os lados”, sem levar o caso ao tribunal. O desenvolvedor pediu um tempo para chegar ao trabalho e ligar o computador antes de responder.

Logo depois, em tom mais incisivo, Zed deu a entender que a Riot estava observando as conversas da equipe de Chronoshift ao alegar que ele tinha “salvo todas as mensagens” antes do canal do projeto no Discord ser deletado. Em seguida, o rioter ameaçou processar a equipe, caso eles não entregassem o site chronoshift.dev, o código-fonte do servidor, e todas as “informações identificáveis” trocadas entre os desenvolvedores.

Entrega o que estou procurando e não vamos processar vocês. Recuse, e nós processamos. Não quero prolongar isso. Se acha que deve falar com um representante legal, você pode. Eu estou na equipe de segurança. Eu encontro pessoas e coisas. Não exerço a advocacia e tenho pouco ou nada a ver com os processos legais em que a Riot esteja envolvida. Podemos chegar a um acordo para encerrar isso hoje ou podemos levar ao tribunal. Para ser honesto, eu não me importo de qualquer forma.

Riot Zed, em mensagem no Discord

ChronoshiftDev postou o print com a conversa completa no Reddit e alegou que Zed havia tentado extorquir a equipe com a ameaça. Nos comentários do post, a comunidade começou a questionar a veracidade da conversa. Muitos defenderam que um funcionário da Riot Games não usaria esse tipo de abordagem, e que isso poderia seria uma forma dos desenvolvedores abandonarem o projeto sem precisarem se justificar.

Chronoshift era um servidor legado de LoL estacionado em 2011 (Imagem: Divulgação/Chronoshift)

Chronoshift era um servidor legado de LoL estacionado em 2011 (Imagem: Divulgação/Chronoshift)


A Riot Games reconheceu as mensagens de Zed
Procurada pelo PC Gamer, a Riot Games reconheceu as mensagens de Zed, mas disse ter ficado “desapontada com o tom da conversa”. A empresa ainda afirmou ter mandado uma carta para a equipe de Chronoshift ontem (27), solicitando formalmente que parassem o desenvolvimento do projeto, pois violava a seção três dos termos legais da produtora.

Na carta, a criadora de LoL expliou que propriedades intelectuais são “extremamente valiosas e, portanto, a Riot trata esse assunto com seriedade”. Logo depois, a empresa exigiu o fechamento do servidor, a remoção de todos os posts das redes sociais de Chronoshift e a entrega de todos os programas relacionais ao projeto, incluindo clients e o código-fonte.

Além disso, a empresa esclareceu que essa decisão foi tomada pois a equipe de Chronoshift já havia sido notificada em 2020 no tópico do Reddit em que o servidor foi anunciado. “Me intrometendo para pedir que não façam isso, por favor”, escreveu o Riot Gene. “Nós temos políticas simples e fáceis de ler sobre o desenvolvimento de produtos envolvendo a Riot Games. Por favor, leia os termos em developer.riotgames.com”, concluiu o rioter.

Os desenvolvedores do Chronoshift fecharam o servidor
Os desenvolvedores de Chronoshift cumpriram as demandas mais recentes da Riot Games e fecharam o servidor, mas não concordaram com o processo. Atualmente, o site do projeto (chronoshift.dev) conta apenas com uma mensagem da equipe para os jogadores.

Esse projeto sempre foi sobre a preservação das primeiras temporadas do jogo que não podem mais ser acessadas, uma cápsula do tempo para algo que já se foi e que as pessoas ainda têm muito interesse até hoje. Em vez de conversar sobre o futuro e o interesse por esse tipo de projeto, eles tentaram se aproveitar do nosso trabalho de graça e nos processar judicialmente. Estamos extremamente desapontados com a forma como a Riot escolheu lidar com esta situação.

Equipe do Chronoshift, em comunicado

Com informações: PC Gamer, Kotaku.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eu (@Keaton)

Apesar de ser chato pro lado dos jogadores que gostavam dessa temporada mais antiga, essa turma que rodou o private não tinha o direito legal de fazer isso.

Mas não sei se vai adiantar muita coisa, existem fóruns e fóruns dedicados à private servers… um estrangeiro com quase 20 anos continua no ar com um monte de servers e provavelmente vai ter ou já tem esses servers do LoL. (não vou mencionar qual é o fórum)