Início » Celular » Redmi K40 Gaming Edition, da Xiaomi, não deixa instalar Google Play Store

Redmi K40 Gaming Edition, da Xiaomi, não deixa instalar Google Play Store

Xiaomi Redmi K40 Gaming Edition com MIUI 12.5 vendido na China não traz opção para instalar a Google Play Store

Bruno Gall De Blasi Por

Nesta semana, a Xiaomi anunciou o Xiaomi Redmi K40 Gaming Edition aos consumidores chineses. No país asiático, o celular para o público gamer sai da caixa com a MIUI 12.5 (Android 11), mas sem a opção que permite a instalação da Google Play Store. É o que conta o Gizmochina nesta sexta-feira (30).

Redmi K40 Gaming Edition (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Redmi K40 Gaming Edition (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Como em outros modelos vendidos na China, o smartphone não traz os aplicativos do Google pré-instalados. Ainda assim, os usuários contavam com uma opção para ativá-los manualmente. A Xiaomi, porém, anunciou em fevereiro que iria restringir a habilitação do Google Mobile Services (GMS) na MIUI 12.5.

Na época, a fabricante não informou quais modelos seriam afetados pela alteração. Mas, ao que tudo indica, o Redmi K40 Gaming Edition, que é vendido com a interface MIUI 12.5 (Android 11), está na lista. O site observa que a versão chinesa do celular não traz a opção para instalar os apps do Google.

Ainda assim, isto não significa o fim eterno dos apps nas edições chinesas dos celulares da marca. O site ainda lembra que, anteriormente, a fabricante declarou que enviará telefones com o pacote do GMS com base na demanda. Em outras palavras, é possível que o recurso retorne no futuro através de uma atualização, mas nada está garantido.

Redmi K40 Gaming Edition chinês não traz opção para ativar apps do Google (Imagem: Reprodução/Gizmochina)

Redmi K40 Gaming Edition chinês não traz opção para ativar apps do Google (Imagem: Reprodução/Gizmochina)

Redmi K40 Gaming Edition traz gatilhos para jogos

O Redmi K40 Gaming Edition é o novo celular gamer da marca. Anunciado nesta terça-feira (27), o celular chega ao consumidor com tela de 120 Hz e câmera tripla, de 64 megapixels. Nas laterais, os usuários contam com botões para melhorar a experiência em jogos.

A ficha técnica avançada é liderada pelo processador MediaTek Dimensity 1200. A memória RAM e armazenamento, por sua vez, chegam ao teto de 12 GB e de 256 GB, respectivamente. A bateria possui capacidade de 5.065 mAh e recarga de 67 watts.

O smartphone ainda traz sistema de resfriamento, suporte ao 5G e mais. Na China, os preços do smartphone começam em 1.999 iuanes (cerca de R$ 1.650 em conversão direta).

Não há previsão de lançamento do celular no Brasil.

Com informações: Gizmochina

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando