Início » Telecomunicações » TIM vende 51% do negócio de fibra óptica por R$ 1,6 bilhão

TIM vende 51% do negócio de fibra óptica por R$ 1,6 bilhão

TIM terá IHS Brasil como sócia de companhia avaliada em R$ 2,6 bilhões; Vivo e Oi apostam em redes neutras

Lucas Braga Por

A TIM firmou um acordo com a IHS Brasil para a venda de 51% do capital da FiberCo, unidade de negócios responsável pela rede de banda larga TIM Live. A operadora espera concluir as transações no segundo semestre e espera expandir a cobertura de fibra para 8,9 milhões de casas até 2024.

Rack de provedor de internet fibra óptica. Foto: jarmoluk/Pixabay

TIM faz acordo com IHS Brasil pela FiberCo (Imagem: jarmoluk/Pixabay)

O negócio foi avaliado em R$ 2,6 bilhões; a TIM receberá R$ 1,63 bilhão, dos quais R$ 609 milhões serão destinados ao caixa da FiberCo. A TIM deve utilizar os recursos recebidos para cumprir outras obrigações de investimentos, como a aquisição da Oi Móvel.

A IHS Brasil já atua no mercado de telecomunicações como provedora de infraestrutura, e possui cerca de 2.200 antenas de telefonia móvel em território nacional. O grupo também possui presença em países da África, Oriente Médio e América Latina, e seu portfólio conta com de mais de 2.200 torres de celular.

Com a infraestrutura nas mãos da IHS Brasil, a cobertura atual da TIM Live se tornará uma rede aberta, que poderá ser alugada por outros provedores de internet fixa. A TIM terá exclusividade de 6 meses para explorar as novas áreas cobertas, e continuará com a gestão dos clientes e equipamentos.

FiberCo terá rede de cobre e fibra óptica

A rede atual da FiberCo possui 6,4 milhões de casas cobertas (home passed). A infraestrutura tem capacidade para 3,5 milhões de domicílios com fibra óptica até a casa do cliente (FTTH) e mais 3,5 milhões com tecnologia de cobre (xDSL).

Nas áreas cobertas com cobre, a sobreposição da fibra óptica atinge apenas 577 mil domicílios. No plano industrial, a TIM divulgou a meta de expansão da cobertura FTTH para 8,9 milhões de casas em 4 anos.

As redes neutras da Oi e Vivo

A TIM Live se tornará uma rede aberta, com a possibilidade de utilização por parte de outros provedores. Outras operadoras apostam em redes neutras:

Oi Fibra e InfraCo

O nome mais relevante quando se fala de rede neutra é a InfraCo: a unidade de negócios é responsável por toda a infraestrutura de banda larga da Oi Fibra, e possui uma extensa rede com mais de 400 mil km de fibra óptica em todo o Brasil.

Equipe da Oi construindo rede da Oi Fibra. Foto: Lucas Braga/Tecnoblog

Rede de fibra da InfraCo tem mais de 400 mil km de extensão (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

A Oi já aceitou uma proposta vinculante do BTG Pactual, que pagará R$ 12,92 bilhões por 57,9% da companhia. A Oi Fibra já tem mais de 2,5 milhões de clientes, e possui cobertura com tecnologia FTTH para 10,9 milhões de domicílios de 142 cidades.

Vivo Fibra e FiBrasil

A Vivo também aposta em redes neutras, e firmou um acordo de R$ 1,8 bilhão com um fundo canadense para a criação da FiBrasil. A Vivo irá contribuir com cobertura de fibra para 1,6 milhão de domicílios cobertos, e a nova companhia deve alcançar 5,5 milhões de lares em quatro anos.

Além da FiBrasil, a Vivo também é cliente da rede neutra da American Tower em alguns municípios de Minas Gerais. A operadora também aposta no modelo de franquias para atender cidades pequenas ou bairros periféricos de grandes centros.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Cláudio Coutinho (@Claudio_Coutinho)

claro que tem amigo, onde tem a “malha de fibra” de cada rede neutra a outra rede neutra não entrará!! será dessa forma… onde já existe mais de uma, haverá consolidação ou disputa de preços naquele local…