Início » Jogos » World of Warcraft: Burning Crusade Classic chega em 1º de junho

World of Warcraft: Burning Crusade Classic chega em 1º de junho

The Burning Crusade será liberado em WoW Classic em 1º de junho, às 19h (horário de Brasília); o pré-patch começa em 18 de maio

Murilo Tunholi Por

World of Warcraft: Burning Crusade Classic será liberado em 1º de junho, às 19h (horário de Brasília). A expansão traz ao MMORPG as mesmas novidades da versão original de 2007, como a região de Terralém, aumento do nível máximo para 70, montarias voadoras e os Elfos Sangrentos e Draeneis como raças jogáveis. O conteúdo será gratuito, mas os usuários podem comprar a Edição Deluxe, caso queiram itens extras.

WoW: Burning Crusade Classic vai trazer vilões clássicos de volta (Imagem: Divulgação/Blizzard)

WoW: Burning Crusade Classic vai trazer vilões clássicos de volta (Imagem: Divulgação/Blizzard)

Ao contrário da expansão original de 2007, The Burning Crusade Classic não substitui o jogo base. Quem quiser, pode continuar no World of Warcraft Classic sem problemas. A partir de 18 de maio, os jogadores terão três opções: avançar para Burning Crusade, mudar para um reino congelado na Era Clássica ou clonar o personagem para acessar WoW Classic e TBC Classic ao mesmo tempo.

O processo de clonagem de personagens, porém, tem um custo. Por enquanto, a Blizzard revelou somente o preço do serviço em dólar: US$ 35 (por volta de R$ 183 em conversão direta). O custo oficial em real pode ser diferente.

A atualização de 18 de maio também marca o início do pré-patch de The Burning Crusade Classic. Nesse dia, os jogadores poderão criar Elfos Sangrentos e Draeneis para upar e entrar em Terralém com um personagem já no nível 60. Além disso, haverá um evento mundial em que demônios vão invadir a região da Barreira do Inferno e outras áreas espalhadas por Azeroth.

O conteúdo completo da expansão, como a abertura do Portal Negro, só começa no dia 1º de junho. Vale lembrar que basta pagar a mensalidade de World of Warcraft para ter acesso ao The Burning Crusade Classic. Para jogadores que querem recompensas a mais, a Blizzard oferece não só a Edição Deluxe, como também o Passe do Portal Negro.

Conteúdo da Edição Deluxe de The Burning Crusade Classic
Recompensas da Edição Deluxe de The Burning Crusade Classic (Imagem: Divulgação/Blizzard)

Recompensas da Edição Deluxe de The Burning Crusade Classic (Imagem: Divulgação/Blizzard)

A Edição Deluxe de The Burning Crusade Classic garante itens exclusivos que podem ser usados tanto na expansão do jogo clássico quanto em Shadowlands. O pacote custa US$ 70, mas ainda não teve o preço oficial em real divulgado. É provável que o conteúdo seja mais barato que a Edição Épica de Shadowlands, que custa R$ 169,90 (ou US$ 80, no preço original). Os jogadores que comprarem o pacote vão receber:

  • Montaria Caçador Dimensional Redesperto, para usar em The Burning Crusade Classic;
  • Montaria Caçador Dimensional Viridiano, para usar em Shadowlands;
  • Pedra de Regresso do Portal Negro;
  • Brinquedo Caminho de Illidan;
  • Passe do Portal Negro;
  • 30 dias de jogo.

Além da Edição Deluxe, os jogadores podem comprar somente o Passe do Portal Negro. O item permite fazer o upgrade para o nível 58 de um personagem da conta, exceto Elfos Sangrentos e Draeneis. O preço do passe em real também não foi revelado ainda, mas ele custa US$ 40. Em comparação, o upgrade de personagem em Shadowlands sai por R$ 169, e o preço em dólar é de US$ 60. Quem evoluir dessa forma também vai ganhar:

  • Perícia Aprendiz de Montaria;
  • Montaria rara específica da raça;
  • Perícia com armas de nível 58;
  • Acesso a algumas rotas de voo;
  • Conjunto de equipamentos do nível 58;
  • 4 Bolsas de Runatrama, com 14 espaços em cada uma;
  • Uma quantia em ouro.

Com informações: Polygon, A Pá Ladina.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando