Início » Finanças » Ether ultrapassa US$ 4 mil pela primeira vez em novo recorde

Ether ultrapassa US$ 4 mil pela primeira vez em novo recorde

Pela primeira vez em sua história, ether (ETH) supera US$ 4 mil; planos de atualizar mecanismo do blockchain aumentam demanda

Bruno Ignacio Por

O ether (ETH), segunda maior criptomoeda do mercado e nativa do blockchain Ethereum, ultrapassou os US$ 4 mil pela primeira vez em sua história. Agora, a moeda digital já acumula cerca de 435% de valorização desde o início do ano. O novo recorde foi movido por novas empresas que vem apostando nas finanças descentralizadas (DeFi) e pelos planos de atualizar o mecanismo de verificação do blockchain da Ethereum.

Ether (ETH) bate novo recorde de preço e supera US$ 4 mil (Imagem: David McBee/Pexels)

Ether (ETH) bate novo recorde de preço e supera US$ 4 mil (Imagem: David McBee/Pexels)

De acordo com o índice CoinDesk, a criptomoeda chegou a ser negociada por US$ 4.213 nesta segunda-feira (10), registrando uma valorização de mais de 8% em 24 horas. Após o novo recorde de preço, o valor de mercado do ether também atingiu novas máximas, chegando aos US$ 485 bilhões, segundo dados do CoinMarketCap.

Ether é importante para sistema financeira descentralizado

Desde o início do ano, múltiplos serviços financeiros começaram a adotar a tecnologia blockchain. A maior parte dos DeFi são concentrados na rede da Ethereum, que fornece uma das estruturas mais completas e abrangentes atualmente. Além disso, os NFTs, ou tokens não fungíveis, são outra ferramenta descentralizada que opera em sua maioria nesse blockchain.

Com o crescimento desses mercados, o ether e toda sua estrutura estão se tornando cada vez mais relevantes para o desenvolvimento de um sistema financeiro digital. Dito isso, investidores estão cada vez mais dispostos a pagar caro pela criptomoeda, apostando no enorme potencial que ela demonstra ter a longo prazo. A euforia sobre a moeda digital está desbancando até mesmo as perspectivas de crescimento do bitcoin (BTC), que registra um pouco mais de 100% de valorização em 2021, em comparação a alta de 435% do ether no mesmo período.

Demanda por ether cresce em todo o mercado

Ki Young Ju, CEO da empresa de criptografia de dados CryptoQuant, disse ao CoinDesk que as transações de ether na Coinbase, a maior exchange de criptomoedas dos Estados Unidos, vem aumentando no último mês. Para ele, o movimento na corretora americana é muito significativo para todo o mercado, uma vez que a moeda digital já subiu impressionantes 72% apenas em duas semanas.

A bolsa de derivativos de criptomoedas Deribit acabou de listar novos contratos de opções de ether, com vencimentos em março de 2022 e sob o enorme preço de US$ 50.000. Após críticas sobre o nível de especulação aplicado no novo produto, a empresa se manifestou no Twitter, afirmando que não há nada de errado com o valor e que todas as listagens seguem rígidas políticas internas.

Ethereum está modernizando seu blockchain

Outro importante fator que aumentou o interesse sobre o ether e sobre todo o blockchain da Ethereum é o plano de mudanças nas engrenagens da rede. Atualmente, a base de confirmação dos processos e das transações nos blocos de dados é um mecanismo chamado “proof of work”. Trata-se de um protocolo similar ao utilizado no blockchain do bitcoin, considerado por muitos como ultrapassado, que demanda muita energia.

Por isso, o Ethereum pretende migrar para o mecanismo “proof of stake”, que seria mais eficiente em quase todos os aspectos, mas principalmente no consumo de energia. Dessa maneira, os impactos ambientais causados pela altíssima demanda de eletricidade na mineração da criptomoeda, uma das principais críticas sobre o ether, NFTs e DeFi, seria parcialmente resolvida.

Com informações: CoinDesk

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando