Início » Finanças » Dicionário Merriam-Webster vende definição de NFT como ativo digital NFT

Dicionário Merriam-Webster vende definição de NFT como ativo digital NFT

Merriam-Webster inclui oficialmente a definição de NFT (token não fungível) em seu dicionário e a vende como um NFT

Bruno Ignacio Por

A Merriam-Webster, conhecida por seus dicionários, fez sua própria definição de NFT, ou token não fungível, e a está leiloado justamente como um NFT no marketplace OpenSea. A empresa anunciou a venda no início da semana, mas os lances começaram nesta última terça-feira (11). O dinheiro arrecadado irá para a Teach For All, uma rede de organizações presente em 60 países que providencia educação para crianças.

Merriam-Webster vende definição de NFT como um NFT (Imagem: Reprodução/OpenSea)

Merriam-Webster vende definição de NFT como um NFT (Imagem: Reprodução/OpenSea)

“Um identificador digital único que não pode ser copiado, substituído ou subdividido, que é registrado em um blockchain e usado para certificar autenticidade e posse (como um ativo digital específico ou seus direitos relacionados)”. Essa é a definição da Merriam-Webster, que se fez muito necessária desde que os NFTs viraram notícia no mundo todo e tomaram múltiplos mercados em 2021. O leilão irá durar cinco dias no total, terminando em 15 de maio. Até o momento, o maior lance foi de 5 ether (ETH), aproximadamente US$ 20 mil.

Token da definição ilustra significado de NFT

O texto foi divulgado na terça-feira e foi registrado como um NFT no dia anterior. Peter Sokolowski, editor geral do Merriam-Webster, explicou ao Gizmodo que ao leiloar a definição como o próprio ativo, o dicionário está oferecendo uma maneira divertida de incorporar o significado de tokens não fungíveis.

O NFT em si não é nada além de um conceito representado em um ativo digital. O token não inclui a posse sobre a palavra ou sequer sobre a definição. Tampouco há qualquer objeto físico vinculado à venda. Porém, o comprador terá seu perfil no OpenSea linkado na página do dicionário sobre tokens não fungíveis.

Trata-se de uma jogada da Merriam-Webster para oficialmente incluir a palavra no dicionário enquanto ilustra seu significado. Além disso, os NFTs se mostraram mais efetivos para arrecadar dinheiro para causas nobres do que simplesmente esperar por doações.

Necessidade de se definir NFT foi “incontestável”

Enquanto pode parecer confuso atrelar o termo e sua definição a um ativo, Sokolowski explicou: “Palavras pertencem a todos. Uma vez que você aprende seu significado, etimologia e pronúncia, então você possui aquela palavra. Você a carregará para sempre e não é mais necessário um token ou um dicionário. Você tem o conhecimento”.

Sokolowski também comentou que a decisão de adicionar a definição de NFT foi “incontestável”. Para ele, o vasto uso do termo em inúmeras publicações e um significado universalmente aceito já preenchem os requisitos para que o dicionário inclua oficialmente a palavra. Além disso, ela provavelmente se manterá presente em nosso vocabulário por um bom tempo.

“Por exemplo, criptomoedas existem por volta de doze anos, mas só acrescentamos a definição da palavra dois anos atrás. Já o termo ‘COVID-19’ demorou apenas um mês para entrar em nosso dicionário”, explicou Sokolowski , indicando que a dominância de uma palavra e a consolidação de seu significado ditam o momento que devem ser incluídas oficialmente no Merriam-Webster.

Com informações: Gizmodo

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando