Início » Cultura » Star+ ganha site oficial da Disney, mas adia estreia no Brasil

Star+ ganha site oficial da Disney, mas adia estreia no Brasil

Serviço de streaming da Disney com conteúdo mais "adulto" chega no Brasil e América Latina em agosto

Lucas BragaPor

A chegada do Star+ era prevista para junho de 2021, mas a Disney adiou o início das operações para 31 de agosto. O novo serviço de streaming ganhou site próprio antes do lançamento, e a plataforma terá conteúdos mais “adultos”, incluindo séries e filmes da Fox.

Site do Star+ no Brasil indica lançamento em agosto (Imagem: Reprodução)

Site do Star+ no Brasil indica lançamento em agosto (Imagem: Reprodução)

A Disney não anunciou qual o motivo do adiamento da estreia do Star+. O atraso também acontece em outros países da América Latina, que terão lançamento simultâneo com o Brasil no dia 31 de agosto de 2021.

Vale lembrar que a Disney enfrenta uma disputa com a Starz pelo direito de uso do nome Star. A dona do serviço de streaming StarzPlay entrou com um pedido de oposição ao registro da marca no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), órgão responsável pelo registro de marcas no Brasil.

O combate pela marca Star também acontece em outros países da América Latina. Caso o INPI aceite o pedido de oposição da Starz, a Disney poderá ser obrigada a usar outro nome ou remunerar a reclamante.

Star+ deve trazer séries, filmes e esportes da ESPN

O lançamento do Star+ é uma estratégia da Disney em separar o conteúdo mais “adulto” em um serviço de streaming próprio. O catálogo deve ter títulos da Fox, FX e 20th Century, como Os Simpsons, American Horror Story e Logan.

Nos Estados Unidos, o serviço equivalente ao Star+ é o Hulu. Em outros locais, como Austrália, Canadá, Nova Zelândia ou países da Europa, a Disney lançou a a categoria Star dentro do Disney+, mas aumentou o preço da mensalidade.

Ainda não se sabe qual o custo do Star+ no Brasil. Por aqui, a Disney comercializa o Disney+ por R$ R$ 27,90 mensais, além do plano anual de R$ 279,90. A empresa possui parcerias com Globoplay, Vivo, Bradesco e Mercado Pago, que oferecem condições diferenciadas para a contratação do streaming.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando