Início » Gadgets » Apple Watch terá recurso para ser controlado sem tocar na tela

Apple Watch terá recurso para ser controlado sem tocar na tela

Novo recurso de acessibilidade do Apple Watch permitirá realizar comandos usando somente gestos da mão, dos dedos e do pulso

Ana Marques Por

A Apple anunciou, nesta quarta-feira (19), novos recursos de acessibilidade que devem chegar em breve ao seu ecossistema, dentre eles o AssistiveTouch para Apple Watch, que permite que pessoas com mobilidade limitada controlem o relógio por gestos, sem tocar na tela ou no botão físico do dispositivo.

Apple Watch Assistive Touch (Imagem: Reprodução/Apple)

Apple Watch Assistive Touch (Imagem: Reprodução/Apple)

Com a tecnologia, é possível ativar comandos e realizar ações ao fechar e abrir a mão, ou ao realizar o movimento de pinça com os dedos. Você pode usar tais gestos para parar um cronômetro ou atender uma ligação, entre outras funções. Há ainda controles mais complexos que usam o movimento do seu pulso como um cursor, para navegar pela interface de aplicativos.

O AssistiveTouch usa aprendizado de máquina, sensores de movimento, como o giroscópio, o acelerômetro, e o sensor de frequência cardíaca do Apple Watch para identificar as mudanças mais sutis em movimentos de músculos e tendões.

Segundo a Apple, o recurso chegará por meio de uma atualização de software ao Apple Watch ainda este ano. Espera-se que ele integre o watchOS 8, previsto para ser lançado em junho, durante a WWDC 2021.

Mais recursos de acessibilidade estão chegando ao iPhone e ao iPad

Em breve, a Apple também vai permitir que o iPad ofereça suporte a hardware de rastreamento ocular de terceiros, para que pessoas controlem o tablet usando apenas os olhos.

A empresa também está tornando o leitor de tela VoiceOver mais inteligente – já é possível explorar mais detalhes sobre pessoas, texto, dados de tabela e outros objetos dentro das imagens, bem como saber com maior precisão a posição de uma pessoa em relação a objetos das imagens. Também é possível que usuários adicionem suas próprias descrições de imagem para personalizar fotos de família.

O iPhone também terá suporte a novos aparelhos auditivos bidirecionais e a reconhecimento de audiogramas – gráficos que mostram os resultados de um teste de audição.

Com informações: Apple

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tori Niwikari (@Tori)

Amigo… é para ACESSIBILIDADE.

Breno (@bbcbreno)

Genial, quando vi o título pensei algo similar ao Google Wear 360! Muito bom isto, até mesmo pra quem n precisa de acessibilidade pode usufruir. Pessoalmente só n gostei desse “mouse”, achei ele meio lento, mas entendo que para muitas pessoas pode ser ótimo.

Será q a Apple n conseguiria melhorar, polegar + indicador = 1a opção, polegar + dedo do meio = 2a opção e assim sucessivamente.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

O recurso é para pessoas com problemas de mobilidade (entre outros), gestos complexos não seriam amigáveis, logo no começo.

O cursor é lento justamente por esse motivo, para que pessoas com dificuldade possam usar.

Provavelmente esse recurso de acessibilidade performe bem mal para pessoas em plena capacidade. Mas ver pessoas com essas necessidades especiais usando o aparelho é impressionante. E o quanto esses recursos realmente os ajudam a ter mais qualidade de vida.

André Gorgen (@Banana_Phone)

Sim, eu usava bastante esses gestos no Moto 360 Sport, mas nem sempre funcionavam.
Você pode ver nesse vídeo de 2016 um cara usando esse recurso