Início » Finanças » Quais são os investimentos mais arriscados? [Finanças]

Quais são os investimentos mais arriscados? [Finanças]

Altos ganhos e perdas; saiba quais são os investimentos mais arriscados no mercado de ações, fuja se quiser estabilidade

Leandro Kovacs Por

Com as crises econômicas, os investimentos no mercado de ações podem ser muito lucrativos para quem estiver disposto aos riscos. Veja abaixo, quais são os investimentos mais arriscados e que devem ser evitados por pessoas que buscam rentabilidade fixa. Vamos nos lembrar que risco é diferente de má escolha, riscos são amorais, servindo para ganhos e perdas.

Quais são os investimentos mais arriscados? (Imagem: Austin Distel/Unsplash)

Quais são os investimentos mais arriscados? (Imagem: Austin Distel/Unsplash)

1. Investimentos futuros em commodities

As commodities são um dos investimentos mais arriscados que se pode fazer, especialmente quando falamos de futuros de commodities. Os futuros de commodities são investimentos na compra futura de matérias-primas ou bens, como metais preciosos.

Quais são os investimentos mais arriscados? (Imagem: V2osk/Unsplash)

Grãos também são commodities (Imagem: V2osk/Unsplash)

David x Golias

O que piora a situação, o investimento em commodities é visto como um investimento “institucional”. Isso significa que as ferramentas de que se precisa para tomar decisões certas não existem, mas estão nas mãos de bancos maiores. Resumindo, o investidor está se opondo a grandes bancos, com menos capital e menos ferramentas na maioria dos casos.

2. Fundos de índice de petróleo (ETFs)

Outro investimento baseado em commodities que é bem classificado entre os investimentos mais perigosos que pode-se fazer são os ETFs de petróleo alavancados. Estes são fundos comerciais baseados em petróleo e gasolina que, basicamente, pegam futuros de commodities e os colocam em uma forma de estoque.

Flutuação e excesso de negociações

É uma faca de dois gumes em termos de risco, o que o torna uma escolha tão perigosa no mercado de ações. O petróleo é conhecido por flutuações de preço e, como esses ETFs também são fortemente negociados, as flutuações são extremamente exageradas. Tudo que é comercializado com velocidade e grandes volumes sofre muita oscilação.

3. Ofertas públicas iniciais (IPOs)

O Facebook teve um IPO ao ser negociado no mercado, assim como muitas outras empresas. As Ofertas Públicas Iniciais são a primeira venda de ações aberta ao público. As ações, normalmente, são vendidas com desconto, com ofertas públicas futuras a um preço maior.

Quais são os investimentos mais arriscados? (Imagem: Brett Jordan/Unsplash)

O Facebook foi um caso de IPO famoso (Imagem: Brett Jordan/Unsplash)

Depende da palavra

O que torna o IPO um dos investimentos mais perigosos para iniciantes é que as empresas muitas vezes não cumprem o que prometem em termos de valorização. Em muitos casos, o dinheiro que se coloca dá um salto negativo e encolhe para um nível mais realista depois de um tempo. Uma rápida desvalorização no preço de recompra das ações, enfim, risco.

4. Papéis de baixo valor (Penny Stocks)

Penny stocks é uma ação que custa menos de um dólar ou real e é negociada no mercado de ações. Esta é uma escolha bem arriscada e, na maioria dos casos, que realmente não compensa.

Pouco volume = quedas drásticas

Não é preciso calcular muito para descobrir por que as penny stocks são investimentos perigosos no mercado de ações, basta olhar para os números. Uma única queda de 0,01 no preço pode significar uma perda de 10% ou mais. Se você tem R$ 100 em uma ação que está cotada a 10 centavos, ter as ações caindo para 9 centavos o deixará R$ 10 mais pobre.

5. Opções

As opções são uma boa maneira de fazer um tipo de investimento para dobrar o capital, é exatamente por isso que são arriscadas e lucrativas. As opções são complicadas e muitas vezes dependem da análise prévia do mercado de ações. Os tornando muito voláteis no mercado.

Quais são os investimentos mais arriscados? (Imagem: Nicholas Cappello/Unsplash)

Opções exigem análise constante do mercado (Imagem: Nicholas Cappello/Unsplash)

Fique rico ou morra tentando

A alta volatilidade, somada ao potencial de perder tudo, torna as opções um investimento complexo. É necessário ter bastante experiência em negociações para entender as opções e ainda mais experiência para descobrir como obter lucro regularmente.

6. Criptomoedas

A criptomoeda está na moda, embora já tenha sido conhecida como a moeda preferida do crime na Dark Web, é uma importante ferramenta de investimento. Bitcoin, Ethereum, Litecoin e outros tipos semelhantes de moedas baseadas em blockchain se tornaram comuns, mas não menos arriscadas.

Quais são os investimentos mais arriscados? (Imagem: Stanislaw Zarychta/Unsplash)

Pode-se perder metade do valor em um dia com criptomoedas (Imagem: Stanislaw Zarychta/Unsplash)

Sem controle

Devido ao comportamento extremamente especulativo dos mercados de criptomoedas, a flutuação pesada é normal. Com grandes flutuações, surgem altos e baixos – fora que certas moedas acabam perdendo enormes fatias de valor em um único dia. Do céu ao inferno em poucas horas.

7. Bônus (Investimento em artes e coleções)

Para investir, basta comprar um item e mantê-lo em perfeitas condições. Então, quando o valor aumenta, o investidor faz a venda. Os colecionadores são conhecidos por gastar centenas, até milhares, em brinquedos raros, obras de arte ou mesmo peças de roupa.

Supérfluos

Veja o que acontece durante uma crise financeira com os valores dos colecionáveis. Como muitas pessoas precisam de dinheiro rápido, o preço cai porque os itens colecionáveis ​​que as pessoas querem vender estão inundando o mercado.

Com informação: Investopedia.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando