Início » Celular » Linha Redmi Note da Xiaomi ultrapassa 200 milhões em vendas no mundo

Linha Redmi Note da Xiaomi ultrapassa 200 milhões em vendas no mundo

Xiaomi já vendeu mais de 200 milhões de celulares da linha Redmi Note; Redmi Note 10 chega ao Brasil com câmera quádrupla

Bruno Gall De Blasi Por

A Xiaomi está colhendo bons frutos com a linha Redmi Note. A família de smartphones da companhia chinesa ultrapassou a margem de 200 milhões de unidades comercializadas globalmente. A marca chega após a empresa vigorar entre as três maiores fabricantes de celulares do mundo no primeiro trimestre de 2021.

Redmi Note 10 Pro e Note 10 Pro Max (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Redmi Note 10 Pro e Note 10 Pro Max (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O resultado é destinado às vendas da categoria como um todo. Em uma publicação na rede social chinesa Weibo, a marca anunciou nesta quinta-feira (20) que vendeu 200 milhões de unidades do telefone até o momento. Em novembro de 2020, a cifra era de 140 milhões de celulares comercializados.

Os números mostram a expressividade da linha que surgiu em 2014. Mais tarde, em 2019, a Xiaomi transformou a Redmi em uma marca independente. Sua estreia se deu com o lançamento do Redmi Note 7 no mesmo ano, cujo estoque se esgotou em menos de 9 minutos. O celular chegou a ser vendido no Brasil pela DL Eletrônicos.

No primeiro trimestre de 2021, a Xiaomi conseguiu outra marca positiva. Segundo a consultoria Strategy Analytics, a companhia alcançou a terceira colocação no mercado global de celulares, atrás somente da Samsung e Apple, respectivamente. Além disso, a empresa teve um crescimento de 80% em relação ao mesmo período do ano passado.

Xiaomi Redmi Note 10 Pro (Imagem: Divulgação/DL Eletrônicos)

Xiaomi Redmi Note 10 Pro (Imagem: Divulgação/DL Eletrônicos)

Xiaomi Redmi Note 10 chega ao Brasil

Em maio, a DL Eletrônicos trouxe mais um celular da Xiaomi para o Brasil. Trata-se do Redmi Note 10, smartphone com ficha técnica intermediária, bateria grande e câmera quádrupla. Seu preço sugerido começa em R$ 2.023,99 em pagamentos à vista.

O lançamento possui tela de 6,43 polegadas. Na parte de trás, há uma câmera principal de 48 megapixels e outras três de 8 MP (ultrawide), 2 MP (macro) e 2 MP (profundidade). A câmera frontal de 13 megapixels fica em um furo no display.

Por dentro, o Xiaomi Redmi Note 10 traz o processador Qualcomm Snapdragon 678 e bateria de 4.000 mAh. No Brasil, o telefone está disponível em edições com armazenamento de 64 GB ou 128 GB. Os dois modelos contam com RAM de 4 GB.

Com informações: Gizmochina e GSMArena

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando