Início » Finanças » Qual a diferença entre Token e Coin? [Criptomoedas]

Qual a diferença entre Token e Coin? [Criptomoedas]

Mais funções do que dinheiro; saiba qual a diferença entre Token e Coin em criptomoedas, diferenças e usos de cada tipo

Leandro Kovacs Por

Às vezes, as pessoas usam o termo “moeda” para se referir ao que outras pessoas chamam de “tokens” e “token” para se referir ao que os outros chamam de “moedas”. Veja abaixo, qual a diferença entre Token e Coin quando nos referimos a criptomoedas e seu mercado de transações. Percebendo as possibilidades de cada termo, fica mais fácil entender seu funcionamento.

Qual a diferença entre Token e Coin (Imagem: Andre François Mckenzie/Unsplash)

Qual a diferença entre Token e Coin (Imagem: Andre François Mckenzie/Unsplash)

O que são Coins (Moedas)

A definição de uma moeda digital é um ativo nativo de sua própria blockchain. Pense em bitcoin, litecoin ou ether. Cada uma dessas moedas existe em seu próprio blockchain de fato.

As transações de moedas digitais podem ser feitas de uma pessoa para outra. Todas as “moedas” existem como dados em um banco de dados global gigante. Este banco de dados (ou blockchain) mantém registro de todas as transações e é verificado e verificado por computadores em todo o mundo.

O que são Tokens

Os tokens são criados em blockchains existentes. Na verdade, graças à criação e facilitação de contratos inteligentes, a plataforma de token de blockchain mais comum é a Ethereum. A função do Token é muito além de ser um valor monetário para troca como é o dinheiro.

Qual a diferença entre Token e Coin (Imagem: Nick Chong/Unsplash)

Tokens são criados com suporte de moedas, mas não são (Imagem: Nick Chong/Unsplash)

Vamos conhecer alguns tipos de tokens. Eles são conhecidos como Security ou Asset Tokens, Payment Tokens, Equity (referência) Tokens e Utility Tokens.

Security Tokens (segurança e título)

São mais conhecidos como a mistura de contrato futuro, oferta inicial pública, e outros contratos de confiança. A maioria dos tokens emitidos pela ICO (título garantidor de valor) são tokens de segurança.

Quem os compra está investindo seu dinheiro com expectativa de lucro. Eles são tratados da mesma forma que os títulos tradicionais, onde existe regulamentação.

Equity Token (Referência e comparação)

Mais difícil de encontrar, se um token representa alguma ação ou capital da empresa que o emite, é um token de capital. No entanto, poucas empresas tentaram tal ICO porque não há muita orientação regulamentar sobre o que é legal e o que não é.

Utility Token (aplicativo)

São tipos específicos para funções singulares, também chamados de tokens de aplicativo. Eles são usados ​​para fornecer às pessoas acesso a um produto ou serviço. Eles também são raros porque espera-se que a maioria dos tokens ganhe valor com base em seu fornecimento limitado.

Payment Token (Pagamentos)

Tokens de pagamento não têm outra finalidade senão pagar por bens e serviços, sua funcionalidade se assemelha as moedas, mas continuam sendo títulos e não criptomoedas reais de fato.

Resumindo

A definição simples de moeda e token: as moedas são nativas de seu próprio blockchain. Os tokens são construídos em cima de outro blockchain, como Ethereum, NEO ou Waves.

As moedas são geralmente usadas simplesmente como dinheiro; porém, algumas moedas têm outros usos. Podem ser usadas para alimentar aplicativos, como um título para validar uma transação em uma rede ou ser usado para alimentar contratos inteligentes e transações de token.

Com informação: Bitdegree, Gemini.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando