Início » Computador » Snapdragon 7c Gen 2 para notebooks baratos promete bateria para até 19 horas

Snapdragon 7c Gen 2 para notebooks baratos promete bateria para até 19 horas

Qualcomm Snapdragon 7c de 2ª geração traz melhorias em velocidade e promete longa autonomia de bateria para notebooks de entrada

Ana Marques Por

A Qualcomm anunciou, nesta segunda-feira (24), o lançamento da segunda geração do Snapdragon 7c, voltado para notebooks básicos com Windows e Chromebooks. Um ano e meio após revelar a primeira geração do processador, a empresa apresenta o Snapdragon 7c Gen 2, que atinge velocidades de clock maiores, mas tem o mesmo público-alvo: quem está em busca de um PC relativamente acessível (abaixo de US$ 300), com longa duração de bateria e compatibilidade com redes móveis.

Qualcomm Snapdragon (imagem: divulgação/Qualcomm)

Qualcomm Snapdragon (imagem: divulgação/Qualcomm)

A evolução do Snapdragon 7c não inclui grandes mudanças em arquitetura. O processador ainda é fabricado em processo de 8 nm, mas está mais rápido, com a velocidade de clock dos núcleos Cortex-A76 subindo para 2,55 GHz (contra 2,4 GHz da primeira geração), e há ainda a quinta geração da tecnologia AI Engine, que promete melhorar o desempenho com base no uso de funções específicas.

De acordo com a Qualcomm, o Snapdragon 7c Gen 2 aguenta até 19 horas de uso longe das tomadas, o que representa até duas vezes mais do que a maioria das plataformas concorrentes.

A GPU Adreno é compatível com telas de resolução Quad HD, com taxa de atualização de 60 Hz. Já o suporte a 4G LTE é garantido pelo modem X15 4G. A plataforma promete ainda segurança de conexão a nível empresarial, bem como recursos de câmera e áudio aprimorados.

Specs do Qualcomm Snapdragon 7c Gen 2

Specs do Qualcomm Snapdragon 7c Gen 2 (Imagem: Reprodução/AnandTech)

Disponibilidade o Snapdragon 7c Gen 2

Os primeiros PCs com Snapdragon 7c Gen 2 devem começar a chegar aos Estados Unidos no segundo semestre de 2021, mas não há qualquer previsão de lançamento no Brasil. Vale lembrar que a primeira geração do processador só foi homologada pela Anatel no início deste ano, abrindo a possibilidade para sua fabricação no país.

Com informações: Qualcomm e AnandTech

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando