Início » Celular » Comparativo: Moto G100 ou Galaxy A72; qual comprar?

Comparativo: Moto G100 ou Galaxy A72; qual comprar?

Motorola ou Samsung? Comparamos o Moto G100 e o Galaxy A72; veja qual é o melhor celular em termos de câmeras, desempenho e design

Ana Marques Por

O Moto G100 e o Galaxy A72 são celulares da Motorola e da Samsung com recursos premium e preço de lançamento aproximado. Em comum, os smartphones têm a câmera principal de 64 megapixels, bateria de 5.000 mAh e tela grande, de 6,7”, com resolução Full HD+. Entretanto, há detalhes sobre processamento, memória e demais câmeras que podem fazer a diferença na hora da compra, dependendo do seu perfil de uso.

Se você está em dúvida entre os telefones, confira o comparativo de ficha técnica e recursos que montamos abaixo, e descubra qual dos modelos é o mais indicado para o seu dia a dia.

Moto G100 ou Galaxy A72? (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Moto G100 ou Galaxy A72? (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Ficha Técnica – Moto G100 vs Galaxy A72

Motorola Moto G100 Samsung Galaxy A72
Lançamento no Brasil março de 2021 abril de 2021
Preço de lançamento R$ 3.999 R$ 3.799
Tela IPS LCD, 6,7” Full HD+, taxa de atualização de 90 Hz Super AMOLED, 6,7” Full HD+, taxa de atualização de 90 Hz
Processador Snapdragon 870 (octa-core de até 3,2 GHz), 7 nm Snapdragon 720G (octa-core de até 2,3 GHz), 8 nm
Memória RAM 12 GB 6 GB
Armazenamento 256 GB (expansível via microSD) 128 GB (expansível via microSD)
Câmera traseira
  • Principal: 64 megapixels (f/1,7)
  • Ultrawide e macro: 16 megapixels (f/2,2)
  • Profundidade: 2 megapixels (f/2,4)
  • Principal: 64 MP (f/1,8) (OIS)
  • Ultrawide: 12 MP (f/2,2)
  • Macro: 5 MP (f/2,4)
  • Teleobjetiva: 8 MP (f/2,4), zoom óptico de 3x
Câmera frontal
  • Principal: 16 megapixels (f/2,2)
  • Ultrawide: 8 megapixels (f/2,4)
32 MP (f/2,2)
Bateria 5.000 mAh, carregamento rápido de 20 watts 5.000 mAh, carregamento rápido de 25 watts
Conexões e conectividade 5G DSS, 5G sub-6, Bluetooth 5.1, Wi-Fi 802.11a/b/g/n/ac/ax, NFC, 3,5 mm e USB-C 4G, Bluetooth 5.0, Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, NFC, 3,5 mm e USB-C
Sistema operacional Android 11 Android 11 (One UI 3.1)
Dimensões 168,4 x 74 x 9,7 mm 165 x 77,4 x 8,4 mm
Peso 207 gramas 203 gramas
Cores Luminous Ocean (azul) e Luminous Sky (branco perolado) preto, azul, violeta e branco

Tela e design

Para quem gosta de telas grandes

Quando o assunto é tela, a Samsung geralmente se destaca, e aqui não é diferente. A sul-coreana aposta em um display Super AMOLED de 6,7 polegadas para o Galaxy A72, com resolução Full HD+ e taxa de atualização de 90 Hz. Na prática, temos cores vivas, contrastes intensos e ótima definição de imagem, com a suavidade adicional proporcionada pela maior taxa de atualização.

Do outro lado do ringue a Motorola também entrega um painel com 6,7”, mas com tecnologia IPS LCD, que é menos econômica e deixa a desejar nos contrastes, já que seu preto nunca é totalmente preto, há sempre um fundo puxado para o cinza devido ao backlight. Ainda assim, o Moto G100 entrega ótima definição e também embarca na tendência de taxa de atualização mais alta, com 90 Hz. Ele também conta com HDR10, para uma reprodução de cores o mais fiel possível.

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Galaxy A72 é mais resistente

Passando ao design dos aparelhos, o Moto G100 tem aquele “ar” de Moto G, mas com cores atraentes, em um gradiente bonito que chama a atenção, caso você não esteja usando uma capinha fosca. O Galaxy A72 também tem um visual interessante, e até mais elegante, eu diria, com um módulo de câmera que segue a cor da carcaça e cores em tons mais pastéis. Os dois são revestidos por plástico.

Samsung Galaxy A72 (Imagem: Divulgação/Samsung)

Samsung Galaxy A72 (Imagem: Divulgação/Samsung)

O modelo da Samsung tem um grande trunfo: a proteção IP67 contra água e poeira, que permite submersão em até 1 metro de água doce por até 30 minutos. O Moto G100 não tem nenhuma certificação IP, infelizmente.

Ambos trazem conector de 3,5 mm para fones de ouvido, o que é uma ótima notícia. O suporte a NFC também está garantido nos dois telefones, o que possibilita o pagamento por aproximação. O leitor de digitais do Galaxy A72 está posicionado sob o display, já o do Moto G100 fica na lateral do celular.

Desempenho e recursos

Moto G100 tem o maior poder de fogo

A potência é o grande diferencial do Moto G100. Ele traz o processador Snapdragon 870, versão turbinada do Snapdragon 865 Plus. Não chega a ser o mais avançado da Qualcomm – ele ainda está atrás do Snapdragon 888, presente em celulares mais caros –, mas supera o intermediário premium Snapdragon 720G presente no Galaxy A72.

Como se isso não bastasse, o Moto G100 ainda tem 12 GB de memória RAM, o dobro da quantidade presente no A72, e a GPU é a Adreno 650. Tudo isso se resume em um desempenho de celular topo de linha em um Moto G (algo impensável há alguns anos). Você não terá engasgos em multitarefa e poderá rodar jogos com gráficos no máximo e taxa de quadros constante.

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

O smartphone da Motorola ainda pode ser usado como desktop com o Ready For, recurso semelhante ao Samsung DeX (que, diga-se de passagem, não está presente no Galaxy A72). Basta plugar o Moto G100 a um monitor ou TV via cabo USB-C para HDMI e voilà!

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Por outro lado, o Galaxy A72, com seu desempenho intermediário avançado, também não deve dar dor de cabeça para a maioria das pessoas. Afinal, nem todo mundo trabalha com aplicativos extremamente pesados, ou precisa da última potência de performance gráfica para uma jogatina esporádica. Na prática, o A72 deve se sair muito bem em qualquer tarefa do dia a dia, sem a menor lentidão ou travamento.

Em termos de armazenamento, o Moto G100 também entrega mais: são 256 GB contra 128 GB do A72. Os dois modelos permitem expansão de memória via microSD.

O Moto G100 já chega preparado para o 5G, e é compatível até com o 5G DSS, que já está disponível em algumas cidades brasileiras. O Galaxy A72 vendido no Brasil vai somente até o 4G. Além disso, ambos têm suporte a NFC, para pagamentos por aproximação.

Câmeras

Galaxy A72 tem lente teleobjetiva, Moto G100 grava em 6K

Nas câmeras, temos 64 MP no sensor principal em ambos os modelos. A Samsung, porém, sai na frente ao oferecer estabilização óptica de imagem (OIS) para evitar trepidações indesejadas.

A ultrawide do Galaxy A72 tem 12 MP e a macro tem 5 MP, mas o Moto G100 tem uma lente híbrida (ultrawide + macro) de 16 megapixels, que faz um trabalho mais eficiente, entregando imagens mais ricas em detalhes.

Samsung Galaxy A72 (Imagem: Divulgação/Samsung)

Samsung Galaxy A72 (Imagem: Divulgação/Samsung)

O Moto G100 tem câmera tripla (o terceiro sensor é de profundidade, para auxiliar no modo retrato), enquanto o Galaxy A72 tem ainda uma lente adicional, telefoto de 8 MP, para zoom óptico de 3x, sendo, portanto, mais versátil.

A câmera traseira do Galaxy A72 grava em até 4K a 30 fps. Já a do Moto G100 vai além, chegando a 6K a 30 fps (e 4K a 60 fps). Ambas contam com estabilização eletrônica (EIS) para vídeos.

Selfies: Moto G100 tem câmera dupla, Galaxy A72 grava em 4K com câmera frontal

Para selfies, o telefone da Motorola traz duas lentes, uma com sensor de 16 MP e outra ultrawide de 8 MP, para enquadrar melhor um grupo de amigos na foto ou evitar que uma parte do cenário seja deixada de fora. São câmeras boas, sem grandes diferenciais em termos de nitidez ou no recorte do modo retrato.

Já o A72 traz um sensor frontal de 32 MP (f/2,2), que entrega fotos de ótima definição, com cores que agradam e bom modo retrato, ainda mais considerando que há apenas uma lente aqui. O bônus são as gravações, que podem ser feitas em até 4K a 30 fps, algo não tão comum nos concorrentes (o Moto G100 fica limitado a 1080p).

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Bateria e carregamento

Tanto o Galaxy A72 quanto o Moto G100 contam bateria de 5.000 mAh. A Motorola oferece carregamento rápido de 20 watts, e a Samsung de 25 watts. Os dois celulares têm chips eficientes e prometem bateria para um dia inteiro longe das tomadas, com folga, podendo chegar até o segundo dia, com uso moderado.

Sistema operacional

Samsung tem a melhor política de atualizações

Ambos os modelos deste comparativo chegam com Android 11 de fábrica. A Motorola continua com a sua interface limpa, que tem poucas modificações em relação ao Android “puro” do Google, e inclui as populares Moto Ações para ativar funções rapidamente, como a câmera e a lanterna com um girar ou sacudir.

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Motorola Moto G100 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

A Samsung segue com a One UI 3.1, que também oferece uma experiência “clean” e interessante (aliás, alguns recursos das versões mais recentes do próprio Android puro parecem inspirados na interface da Samsung).

A sul-coreana se sobressai quando o assunto é atualização do sistema, prometendo três versões do Android para alguns modelos da linha Galaxy A (isto é, devemos chegar ao Android 14). Por outro lado, a Motorola garante apenas a atualização do Moto G100 para o Android 12 – daí em diante, é contar com a sorte (e com a boa vontade da marca).

Preço e custo-benefício: Moto G100 ou Galaxy A72?

O Moto G100 foi lançado no Brasil por R$ 3.999, e já tem preço mais baixo no comércio eletrônico. Na data de publicação deste comparativo, o celular custava a partir de R$ 3.200 em algumas das principais varejistas online. Por sua vez, o Galaxy A72, que desembarcou no país por R$ 3.799, teve a maior desvalorização nos últimos meses, e pode ser encontrado por cerca de R$ 2.100.

Nestas circunstâncias, o celular da Samsung apresenta o melhor custo-benefício para usuários que não precisam de desempenho máximo para jogos ou outras tarefas mais exigentes. O smartphone entrega boas câmeras, uma excelente tela, autonomia de bateria, resistência à água e um desempenho satisfatório para a categoria. Além disso, tem a garantia de três anos de atualização de Android oferecida pela Samsung.

O Moto G100, por sua vez, é a opção mais indicada para quem quer lidar com games em máxima qualidade gráfica, sem quedas de fps, e não liga tanto assim para a tecnologia de tela ou para o design. Outro trunfo do telefone é o suporte ao Ready For, algo equivalente ao Samsung DeX, que permite usar o dispositivo como um computador.

Com informações: Motorola e Samsung

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@RODRIGO

Dou preferência a Samsung! Abro mão do poder de fogo da Motorola por suporte prolongado às atualizações prometidas pela marca sul-coreana!

Não troco de celular equivalente a trocar de roupa, assim, quem deseja permanecer com smartphone por longo período, opte pelo Galaxy A72!

Edinho Kunzler (@ekunzler)

Por esses preços, nenhum dos dois. Mas, deixando isso de lado, troco o poder de fogo do Motorola pelo suporte estendido do A72 (que também é mais bonito e tem uma UI mais bem acabada e completa que o Android quase puro do Motorola).

Caio Henrique Galli dos Santos (@chgsantos)

Injusta a comparação. Acho que seria mais justo contra o Samsung S20 FE.