Início » Aplicativos e Software » Usuário baixa Ubuntu Linux via torrent e é acusado de pirataria

Usuário baixa Ubuntu Linux via torrent e é acusado de pirataria

Operadora Comcast envia aviso de violação de direitos autorais a usuário que baixou Ubuntu pelo BitTorrent oficial da Canonical

Pedro Knoth Por

Um usuário recebeu um aviso de quebra de direitos autorais por baixar o Ubuntu, feito com base no Linux. A Canonical oferece o sistema operacional para download direto ou via BitTorrent; o OS tem código aberto e pode ser obtido de graça. No entanto, uma firma digital anti-pirataria acionou a operadora americana Comcast para comunicar uma suposta violação de copyright.

Computador com Ubuntu Linux (imagem: divulgação/Lenovo)

Computador com Ubuntu Linux (Imagem: Divulgação / Lenovo)

Comcast: “Cliente usou IP para violar direitos autorais”

A queixa veio da empresa OpSec Security, da Alemanha. A Xfinity, braço de serviços de internet da Comcast, notificou o usuário nos EUA, afirmando que o dono dos direitos autorais cruzou o endereço de IP do cliente com a instalação de conteúdo “pirateado” – no caso, o torrent do Ubuntu. “Nós recebemos uma notificação do proprietário [dos direitos autorais] sobre uma violação durante ou pelo uso do seu serviço de internet Xfinity”, disse a empresa.

No Reddit, o post de NateNate60usuário que recebeu a advertência — tem mais de 8 mil upvotes. O título expressa bem a confusão que isso gerou: “Aviso de violação de direitos autorais do provedor por baixar… Linux? Isso é algum tipo de piada?”.

Aviso de violação de direitos autorais da Xfinity (Imagem: NateNate60/Reddit)

Aviso de violação de direitos autorais da Xfinity (Imagem: NateNate60/Reddit)

Usuário pode ter conta suspensa com mais advertências

A Comcast não confundiu o arquivo baixado, pois uma busca no Google pelo hash — sequência única de números e letras que identificam o torrent — leva ao tracker do Ubuntu.

A empresa adverte, na nota, que pode cortar os serviços de internet de NateNate60 caso ele baixe mais conteúdos que potencialmente violem direitos autorais. Apesar do erro óbvio nessa notificação, o acúmulo de advertências desse tipo pode levar ao banimento da conta de clientes.

Um comentário no post de NateNate60 alerta que provedores americanos geralmente suspendem contas após terceiro aviso. A página sobre violação de direitos autorais da Xfinity não esclarece qual a política de tolerância para o número de ofensas cometidas. “Nós reservamos o direito de levar a conta de um cliente ao próximo passo da nossa política [suspensão] após recebermos múltiplas notificações de violação de direitos autorais no mesmo mês”, diz o site da empresa.

Mas o autor da postagem disse que não deve contatar o time da Comcast sobre a violação: “Eu realmente não quero arriscar de cortarem meu acesso à internet por essa coisa estúpida, então eu só vou ignorar o aviso”.

Com informações: TorrentFreak.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Anderson Antonio Santos Costa (@Anderson_Antonio_San)

Mais uma ação dos Copyright trolls. Até mesmo baixando uma distribuição Linux oficialmente pode ser pirataria.
Bom que no Brasil não existe esse sistema de Copyright strikes.

Desenvolvimentista (@mandatario)

Alguém vai ganhar uma grana em um processo em!

Matheus Motta (@Matheus_Motta)

Na moral, essa é uma das razões por eu agradecer não ter nascido nos EUA. Já imaginou ter que usar VPN pra baixar uma p**** de torrent??? Graças a Deus o marco civil da internet garantiu que essa PALHAÇADA (pq não tem palavra melhor) não aconteça aqui.

Brad da Silva (@Brad_da_Silva)

E temos que ficar de olho, pois esse governo milico desgraçado está querendo mexer no marco civil.

Thiago (@thiago007)

Isso seria mesma coisa dos fact check.

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

Existe, não com a mesma intensidade, mas existe. Algumas pessoas começaram a receber notificações extra judiciais por baixar conteúdo pirata.

² (@centauro)

Parece que o “/s” passou batido.
/s indica o fim do sarcasmo.

Eu (@Keaton)

image710×572 59.2 KB