Início » Computador » Intel diz que PCs superam 100% dos Macs em desempenho durante jogos

Intel diz que PCs superam 100% dos Macs em desempenho durante jogos

Em apresentação que reforça rivalidade contra Apple, Intel se apega a games para posicionar PCs como superiores a Macs

Emerson Alecrim Por

Além de anunciar alguns chips na Computex 2021 durante o último domingo (30), a Intel aproveitou o evento para, mais uma vez, cutucar a Apple. Em uma apresentação dirigida à imprensa, a companhia enfatizou que computadores Windows equipados com seus chips são muito mais interessantes para jogos do que “100% dos laptops Macs”.

MacBook Pro (2020) com Apple M1 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

MacBook Pro (2020) com Apple M1 (imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

No evento, a Intel destacou que boa parte dos jogos mais populares do mercado não roda no macOS, detalhe que, por si só, já seria uma grande desvantagem do ecossistema da Apple.

Mas a Intel foi além. A companhia apresentou vários testes, de comparativos entre jogos disponíveis para ambas as plataformas a benchmarks baseados em emulação. Todos tinham um único objetivo: ressaltar a superioridade em jogos dos PCs com chip Intel em relação aos Macs.

Em um dos testes, a empresa rodou Valheim no Parallels para provar que jogos para Windows até podem ser emulados ou rodar em uma máquina virtual no Mac, mas que esse tipo de solução degrada bastante o desempenho do game.

Os testes principais compararam o desempenho de um notebook com processador Intel Core i5-11400H e GPU Nvidia GeForce RTX 3060 com um MacBook Pro de 16 polegadas. Atenção para este detalhe: o MacBook testado conta com chip Intel Core i9-9980HK acompanhado de uma GPU AMD Radeon Pro 5600M.

Nesse comparativo, a Intel mostrou que o notebook com Core i5 foi superior ao MacBook em todos os jogos e benchmarks, inclusive quando o laptop da Apple executou o Windows 10 por meio do Boot Camp.

Em relação ao macOS, o laptop com Core i5 apresentou desempenho 1,9 superior ao MacBook Pro em Total War: Three Kingdoms; em Civilization VI: Gathering Storm, o mesmo notebook foi 3,5 vezes superior.

MacBook Pro versus notebook com Core i5 em jogos (imagem: reprodução/Intel)

MacBook Pro versus notebook com Core i5 em jogos (imagem: reprodução/Intel)

A Apple já havia deixado claro o plano de basear toda a linha Mac nos chips M1 e sucessores. Mas, como esse é um trabalho progressivo, havia expectativa de que a companhia mantivesse a parceria com a Intel por algum tempo.

Porém, a apresentação da Intel com os comparativos, detalhada que é, sugere que as relações entre as duas companhias foram cortadas de vez.

Macs com processador Intel continuarão sendo vendidos por mais algum tempo, a exemplo do próprio MacBook Pro de 16 polegadas. Mas as investidas marqueteiras da Intel indicam que, como esperado, as duas empresas não fecharão mais novos contratos de fornecimento de chips.

Com informações: MacRumors.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Luis Carllos (@XxxStrangeManxxX)

Era melhor a Intel ficar quieta, porque desde que a AMD ressurgiu das cinzas e a Apple abandonou o barquinho eles estão nesse desespero.

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

Fingindo surpresa que um Mac não é ideal para games, a Intel foi querer comparar com um modelo baseado em seu próprio chip.

Para mim a empresa basicamente divulgou um atestado que seu produto não presta, e que os chips M1 da Apple são melhores e devem ser preferidos pelos clientes sem sombra de dúvidas.

. (@Lucas_sem)

A que ponto a Intel chegou. Na realidade, o mérito tá no Windows ser mais compatível com jogos do que na Intel ter um processador melhor.

Sérgio (@trovalds)

Deixa eu ver se eu entendi: a Intel pegou um monte de game, rodou em um Mac com processador Intel (que é geração antiga) com uma placa de vídeo discreta (ou offboard), de forma emulada e colocou os resultados lado a lado com um Intel da geração mais nova rodando Windows com uma placa discreta mais recente… é isso mesmo?

E ainda por cima teve esse resultado de “performance superior” medíocre?

Sei lá quem disse tempos atrás por aqui mesmo: “a Intel devia gastar menos com marketing e mais com engenharia”.

Cassiano Calegari (@Cassiano_Calegari1)

Pois é, esse comparativo parece ser mais sobre porque os Macs M1 valem mais a pena do que sobre PC. No mais, não vejo nenhum sentido em eles compararem 2 devices com o produto deles tentando dizer que o produto deles é inferior em um deles.