Início » Brasil » Metrô e trem de SP vendem passagem por WhatsApp com pagamento via Pix

Metrô e trem de SP vendem passagem por WhatsApp com pagamento via Pix

O usuário poderá utilizar o WhatsApp para comprar até 4 bilhetes do Metrô e CPTM, além de R$ 100 em créditos no cartão BOM

André FogaçaPor

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo divulgou nesta terça-feira (1) que os passageiros do Metrô e trens da CPTM poderão comprar as passagens através de uma conversa no WhatsApp, com o pagamento por Pix. A novidade também inclui os ônibus da EMTU, já que os cartões para este sistema poderão ser recarregados com ajuda do mensageiro instantâneo.

Atendimento via WhatsApp do Metrô e CPTM (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Atendimento via WhatsApp do Metrô e CPTM (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

A ferramenta escolhida pelo Governo do Estado de São Paulo é a mesma utilizada para a emissão de bilhetes com QR Code. Quando o passageiro abre o WhatsApp, pelo número (11) 3888-2200, para este tipo de venda, o usuário navega por um menu de atendimento automático até receber um link para finalizar o pagamento dentro de um site.

Para a venda acontecer é necessário preencher alguns dados pessoais do usuário e então o código para o pagamento via Pix é exibido. Ele precisa ser copiado e colado no app da instituição financeira para finalizar a transação. A Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo afirma que todo o processo para o dinheiro sair da conta, chegar na empresa e o QR Code ser liberado pode levar até 40 segundos.

Uma vez gerado, o QR Code pode ser salvo na galeria de fotos do Android ou do iPhone, para o uso na catraca sem a necessidade de internet ativa no celular. Além de ser exibido na confirmação do pagamento, o bilhete é enviado por e-mail para o endereço fornecido antes do pagamento.

“Uma das vantagens da implantação do Bilhete Digital QR Code, que já é aceito para embarque em todas as estações da CPTM e Metrô, é o aumento da capilaridade de canais de vendas e meios de pagamento. Neste primeiro momento, o piloto de vendas por WhatsApp começa com pagamento exclusivo via PIX, mas já temos previsto para os próximos meses a ampliação também para pagamento com cartão de crédito”, destaca o secretário de transportes metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy.

Atendimento via WhatsApp do Metrô e CPTM (Imagem: reprodução/WhatsApp))

Atendimento via WhatsApp do Metrô e CPTM (Imagem: reprodução/WhatsApp))

Cada compra pode envolver entre um ou quatro bilhetes de uma só vez, cada um com seu próprio QR Code.

Bilhete BOM também pode ser recarregado via WhatsApp

O governo paulista estendeu este novo canal de vendas para passagens do sistema ferroviário para atender também os usuários dos ônibus intermunicipais da EMTU, espalhados por diversas cidades. A partir desta semana o mesmo chat do WhatsApp poderá recarregar o bilhete de transporte BOM, utilizado neste modal.

O caminho para chegar até a recarga é o mesmo utilizado para o bilhete do Metrô e trens da CPTM. Uma vez dentro do mesmo site, o usuário precisa escolher a opção “Recarregar BOM” e preencher os dados do cartão de transporte, junto do valor escolhido – com máximo de R$ 100 por transação.

A única diferença entre os dois usos está na ativação. Enquanto o QR Code é enviado diretamente para a tela do smartphone utilizado para a compra, o cartão BOM precisa receber os novos créditos através de um ponto de venda físico, em um validador. Eles estão em algumas estações da CPTM e Metrô, nos terminais da EMTU ou a bordo dos ônibus.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Vítor Gomes Neves Oliveira (@vctgomes)

Podia já aceitar o WhatsApp Pay. Iria deixar ainda mais prático.