Início » Gadgets » HarmonyOS é lançado no Huawei Watch 3 e em rival do iPad Pro

HarmonyOS é lançado no Huawei Watch 3 e em rival do iPad Pro

Com o novo sistema operacional HarmonyOS, Huawei anuncia Huawei Watch 3, Watch 3 Pro e tablets MatePad 11 e MatePad Pro

Bruno Gall De Blasi Por

A Huawei apresentou, nesta quarta-feira (2), novos dispositivos com HarmonyOS. Entre eles, estão os novos relógios Huawei Watch 3 e Watch 3 Pro, ambos com oxímetro embutido e bateria com promessa de longa duração. A companhia ainda revelou os tablets MatePad e MatePad Pro com o seu sistema operacional no lugar do Android.

Huawei Watch 3 com HarmonyOS (Imagem: Divulgação/Huawei)

Huawei Watch 3 com HarmonyOS (Imagem: Divulgação/Huawei)

A presença do sistema desenvolvido pela Huawei é um dos grandes destaques dos wearables. Os dispositivos trazem mudanças na interface, como uma grade de apps que lembra o watchOS, da Apple. Além disso, é possível fazer chamadas de direto do pulso através do MeeTime, solução de videoconferência da própria fabricante.

O Huawei Watch 3 possui corpo circular com tela OLED de 1,43 polegadas. A coroa giratória para auxiliar na navegação pelas funções dos aplicativos e a resistência à água (5 ATM) também marcam presença no lançamento. O dispositivo possui opções com pulseiras de borracha, couro e metal.

O smartwatch é capaz de medir o nível de oxigênio do sangue graças ao oxímetro (SpO2). Além disso, o dispositivo monitora o condicionamento físico do usuário, como batimentos, exercícios, sono e temperatura. O aparelho também conta com eSIM, o que mantém a conexão com a internet via 4G mesmo quando o celular não está por perto.

Segundo a Huawei, a bateria pode durar até cerca de três dias. Ao ativar o modo econômico, o Watch 3 pode chegar a 14 dias longe das tomadas. O suporte à recarga sem fio (Qi) marca presença no wearable.

Huawei Watch 3 possui recurso para fazer ligações (Imagem: Divulgação/Huawei)

Huawei Watch 3 possui recurso para fazer ligações (Imagem: Divulgação/Huawei)

O Huawei Watch 3 Pro repete o mesmo visual e especificações do modelo mais simples. A edição Pro, no entanto, possui também uma opção extra com construção de titânio. O GPS mais apurado e a bateria de maior duração, que pode chegar a cinco dias no 4G e 21 dias no modo econômico, são outros diferenciais da variante.

As vendas do Huawei Watch 3 começam em 18 de junho de 2021 no Reino Unido. O preço sugerido é de 349,99 libras esterlinas, cerca de R$ 2.550 em conversão direta. O modelo com selo Pro chega no dia 28 por 499,99 libras. O valor equivale a aproximadamente R$ 3.645 no câmbio do dia.

Huawei Watch 3 Pro (Imagem: Divulgação/Huawei)

Huawei Watch 3 Pro (Imagem: Divulgação/Huawei)

Huawei anuncia novos tablets com HarmonyOS

A Huawei ainda apresentou três novos tablets para competir com o iPad Pro. Em comum, o trio sai da caixa com o HarmonyOS de fábrica, e, claro, sem os apps do Google. Para instalar novos aplicativos, os usuários contam com a loja AppGallery.

No entanto, apesar de não vir com Android, o The Verge conseguiu instalar o APK oficial do WhatsApp no MatePad Pro. O relato dá mais tração às suspeitas de que o HarmonyOS é, na verdade, baseado no sistema operacional do Google. Além disso, como observado pelo Android Authority, o software possui uma interface que lembra o iPadOS, plataforma da Apple voltada para os seus tablets.

Huawei MatePro de 12,6 polegadas (Imagem: Divulgação/Huawei)

Huawei MatePro de 12,6 polegadas (Imagem: Divulgação/Huawei)

O MatePad 11 é o tablet mais simples revelado pela Huawei hoje. O dispositivo possui tela com resolução de 2.560 x 1.600 pixels e taxa de atualização de 120 Hz. Em seu interior, encontra-se o processador Qualcomm Snapdragon 865.

O MatePad Pro de 10,8 polegadas, por sua vez, embala o Qualcomm Snapdragon 870. O dispositivo possui armazenamento de até 256 GB. Na parte da frente, há uma câmera frontal para chamadas de vídeos e selfies.

O MatePad Pro de 12,6 polegadas é o mais encorpado do trio. Sua tela é OLED possui resolução de 2560 x 1080 pixels. Do lado de dentro, a ficha técnica do dispositivo é liderada pelo processador Kirin 9000E. A bateria é de 10.050 mAh.

Huawei MatePro de 10,8 polegadas (Imagem: Divulgação/Huawei)

Huawei MatePro de 10,8 polegadas (Imagem: Divulgação/Huawei)

Na China, o preço sugerido do Huawei MatePad Pro de 10,5 polegadas começa em 3.799 iuanes. O modelo de tela maior vai custar a partir de 4.999 iuanes. Os valores equivalem a cerca de R$ 3.045 e R$ 4.005, respectivamente, em conversão direta. Ainda não há informações sobre quanto o Huawei MatePad 11 custará no país asiático.

Durante o evento, a Huawei também apresentou a segunda geração da M-Pencil. A nova versão da caneta promete mais precisão e tempo de resposta menor, de 9 ms.

Não há previsão de lançamento dos gadgets com HarmonyOS no Brasil.

Com informações: Android Authority e The Verge (1 e 2)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Breno (@bbcbreno)

Uma pena esta marca ter sido “banida” do “mundo”. Pessoalmente acho q ela possui os melhores hardwares, tive um Mate 20 Pro e o celular era sensacional, um aparelho no quesito hardware a frente do seu tempo.

Mas é isto mesmo? A marca ficará banida pra sempre? Se n reverter o banimento pra mim só comprova de q realmente a marca repassava info pro governo chinês.

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Eu desejo sucesso pro novo sistema.

Concorrência é sempre bom.