Início » Brasil » Polícia apreende carga de iPhone e Apple Watch no valor de R$ 600 mil

Polícia apreende carga de iPhone e Apple Watch no valor de R$ 600 mil

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu um pacote com Apple Watches e 119 iPhones vindos de Nova Iguaçu sem lastro alfandegário

Pedro Knoth Por

Uma carga com iPhones e Apple Watches equivalente a mais de meio milhão de reais foi interceptada pela Polícia Rodoviária Federal no último sábado (28). A apreensão ocorreu no município de Ourinhos, São Paulo, enquanto a polícia realizava uma patrulha do cruzamento da Rodovia Raposo Tavares (SP 270) com a BR 153 (Rodovia Transbrasiliana).

iPhones apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (Imagem: PRF/Divulgação)

iPhones apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (Imagem: PRF/Divulgação)

Contrabando de 119 iPhones vinha do Paraguai

Por volta do meio-dia, policiais pararam um carro com placa de Foz do Iguaçu, no Paraná – região de fronteira e uma das principais rotas de contrabando entre Brasil e Paraguai. O motorista era um cidadão paraguaio que afirmou trabalhar como pintor. No entanto, não foi apresentada à polícia nenhuma documentação que comprovasse a versão do condutor.

A inconsistência do depoimento fez com que os agentes federais inspecionassem o veículo – um Toyota Corolla — de forma mais detalhada. Foi durante esse varredura que os policiais descobriram a carga: 119 iPhones, mais uma quantidade não revelada de Apple Watches, avaliados em cerca R$ 600 mil. Tudo vindo do Paraguai e sem o visto de importação da alfândega brasileira.

O condutor afirmou que pegou os aparelhos em Foz do Iguaçu. Ele viajava pela rodovia Transbrasiliana, a quinta maior do país e que liga as regiões Norte e Sul do Brasil – começa no município de Aceguá, no Rio Grande do Sul, e termina em Marabá, no Pará.

O carro e a carga foram apreendidos pela PRF, que registrou a ocorrência para a Polícia Federal de Marília (SP). O motorista foi liberado após ser ouvido pelos policiais.

PRF apreendeu R$ 1,5 milhão em celulares da Xiaomi

Em 2020, a PRF apreendeu um carregamento de celulares da Xiaomi estimada em R$ 1,5 milhão na cidade de Registro, no interior de SP. O contrabando tinha, dentre várias mercadorias sem nota fiscal, 1.100 modelos do Redmi 8 Note, da fabricante chinesa.

A carga foi apreendida em um caminhão na Rodovia Régis Bittencourt (SP). O motorista, um jovem de 28 anos, disse que os celulares da Xiaomi seriam vendidos no comércio popular da Rua 25 de Março, no centro da capital. Além dos Redmi 8 Note, a polícia confiscou na mesma remessa suplementos alimentares, produtos de beleza e outros itens eletrônicos.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando