Início » Finanças » Dogecoin passa a ser negociado na corretora Coinbase Pro e sobe 30%

Dogecoin passa a ser negociado na corretora Coinbase Pro e sobe 30%

Dogecoin (DOGE) dispara mais de 30% após estreia na Coinbase Pro; Elon Musk volta a tweetar sobre a criptomoeda

Bruno Ignacio Por

O dogecoin (DOGE) passou por mais uma disparada de preço nesta quarta-feira (02) depois que a Coinbase, a maior corretora de criptomoedas dos Estados Unidos, anunciar que vai listar a moeda digital baseada em um meme em seu catálogo voltado a investidores profissionais. Além disso, novos tweets de Elon Musk, CEO da Tesla, também impulsionaram seu preço que chegou a subir mais de 30% nas últimas 24 horas.

Dogecoin, criptomoeda meme, sobe cerca de 30% após Coinbase Pro listar criptomoeda (Imagem: AchwaqKhalid/Reddit)

Dogecoin, criptomoeda meme, sobe cerca de 30% após Coinbase Pro listar criptomoeda (Imagem: AchwaqKhalid/Reddit)

Investidores profissionais acessam DOGE na Coinbase Pro

Negociado por cerca de US$ 0,32 na terça-feira, o dogecoin saltou para o preço máximo de US$ 0,44 na manhã de hoje, o seu maior valor das últimas duas semanas, de acordo com o índice CoinDesk. Com a disparada, seu valor de mercado aumentou em bilhões. De acordo com dados do CoinMarketCap, a moeda digital chegou a capitalizar US$ 57 bilhões nesta quarta-feira.

Preço do dogecoin dispara com anúncio da Coinbase e tweet de Elon Musk (Imagem: Reprodução/CoinDesk)

Preço do dogecoin dispara com anúncio da Coinbase e tweet de Elon Musk (Imagem: Reprodução/CoinDesk)

O principal catalisador para essa valorização relâmpago é a estreia da criptomoeda na Coinbase Pro, a plataforma da exchange americana dedicada a investidores profissionais, oferecendo gratuitamente ferramentas avançadas de análise de mercado. Porém, o dogecoin não entrará ainda para a listagem convencional da corretora, provavelmente porque o DOGE é considerado um investimento de altíssimo risco. Assim, o primeiro contato que a Coinbase quer proporcionar com o ativo é com clientes mais experientes.

O anúncio era esperado pelo mercado. Muitos investidores do varejo americano vinham cobrando a exchange desde janeiro, querendo negociar dogecoin através de suas contas da Coinbase. A criptomoeda baseada no icônico meme de um cachorro da raça Shiba Inu disparou mais de 1.500% no começo do ano, após movimentos organizados no Reddit e pelo grupo WallStreetBets para manipular o preço da moeda digital e das ações da GameStop.

Elon Musk volta a impulsionar o dogecoin

Para acompanhar o anúncio da Coinbase, Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, também voltou a ação em seu Twitter. Ele já demonstrou ter grande influência sobre o mercado de criptomoedas de maneira geral, mas ainda mais intensamente sobre o dogecoin. Por diversas vezes suas publicações causaram valorizações repentinas da moeda digital meme.

Esse é primeiro grande e significativo salto no preço do dogecoin desde o anúncio de novas proibições sobre transações com criptomoedas na China em meados de maio . Na ocasião, todo o mercado de ativos digitais perdeu US$ 750 bilhões de valor, enquanto as principais moedas digitais, como o bitcoin (BTC) e o ether (ETH), sofreram quedas fortíssimas de um dia para o outro. Desde então, não houve nenhuma notícia que impulsionasse o DOGE e até mesmo Elon Musk não ajudou sua criptomoeda favorita.

Depois da participação do CEO da Tesla no popular programa de televisão americano Saturday Night Live no começo de maio, no qual ele fez uma piada sobre a criptomoeda ser uma espécie de “esquema”, Musk passou a contribuir para o declínio de seu preço. Agora, o bilionário retornou ao Twitter para publicar mais memes com cachorros. Em resposta ao anúncio da Coinbase, ele retomou uma montagem publicada em fevereiro, que representa o DOGE tomando conta do “sistema financeiro global”. “É inevitável”, disse o magnata na publicação.

Com informações: Wall Street Journal

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando