Início » Finanças » China vai distribuir US$ 6,2 milhões em novos testes do iuan digital

China vai distribuir US$ 6,2 milhões em novos testes do iuan digital

Novo evento de loterias em Pequim vai distribuir US$ 6,2 milhões em iuan digital para incentivar a adesão à CBDC

Bruno Ignacio Por

A China continua seus testes com sua criptomoeda do banco central (CBDC). Agora, os cidadãos de Pequim receberão US$ 6,2 milhões em iuan digital através de loterias para monitorar o uso e comportamento da moeda em transações. Os moradores da capital chinesa poderão utilizar dois aplicativos bancários para se inscrever no programa e ter a chance de ganhar os chamados “envelopes vermelhos” que contém o prêmio na moeda digital estatal.

China realiza novos testes com o iuan digital (Imagem: Eric Prouzet/Unsplash)

China realiza novos testes com o iuan digital (Imagem: Eric Prouzet/Unsplash)

Serão distribuídos 200 mil pacotes com 200 iuans digitais cada, o que equivale a cerca de US$ 31. De acordo com o Departamento de Administração e Supervisão Financeira Local de Pequim, esse prêmio pode ser gasto normalmente em estabelecimentos online selecionados, através de uma nova opção de pagamento. Os moradores de Pequim têm até o dia 7 de junho para se inscreverem no programa de loterias.

Iuan digital ainda não foi lançado nacionalmente

Atualmente, o iuan digital está bem robusto e já passou por inúmeros testes técnicos. Estruturalmente, o novo sistema financeiro digital chinês deverá substituir o atual dinheiro físico e otimizar todos os tipos de transações e pagamentos. A CBDC é considerada a mais avançada do mundo, operando com sucesso em eventos controlados pelo Banco Popular da China, como essa nova loteria de Pequim.

A moeda digital do banco central chinês já foi até mesmo integrada às instituições financeiras estatais, permitindo a criação de carteiras digitas dedicadas somente ao iuan digital. Porém, o maior obstáculo enfrentado nesse momento é a adesão da população, principalmente da parcela rural, ao sistema digitalizado da criptomoeda. Por mais que exista muita atenção internacional sobre a CBDC, os chineses não parecem estar tão interessados em migrar suas finanças.

Porém, a segunda maior economia do mundo ainda não fez um lançamento nacional de seu iuan digital, mas está se concentrando em testes na forma de loterias em todo o país. Por isso, o governo vem promovendo eventos desse tipo desde o final de 2020.

China testa CBDC através de eventos e loterias

Em outubro do ano passado, no distrito de Luoho, o mesmo esquema de loterias aconteceu. Na época, o iuan digital estava prematuro, e o lote de premiações serviu para testar as primeiras transações com a criptomoeda. Já no início de janeiro de 2021, o distrito de Futian realizou o mesmo evento, com a CBDC já um pouco mais amadurecida.

Ainda em janeiro, o Banco Popular da China se aproveitou do tradicional festival das lanternas chinês para realizar mais um lote de premiações, desta vez expandindo o prêmio para US$ 3,1 milhões, distribuídos em 100 mil envelopes no município de Shenzhen. Já em fevereiro, a cidade de Chengdu, no sudoeste da China, distribuiu outros US$ 6,4 milhões em iuan digital.

Li Bo, vice-governador do Banco Popular da China (PBOC), disse em abril que o banco central expandiria o escopo de seus projetos-piloto e poderia até permitir que visitantes estrangeiros nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim em 2022 utilizassem o iuan digital.

Porém, os avanços da CBDC chinesa vêm preocupando os governos ocidentais, principalmente os Estados Unidos. Há o temor de que a criptomoeda estatal chinesa “ameace a estabilidade do sistema financeiro global atual”. Contudo, a maior preocupação é que o iuan digital possa substituir o dólar como moeda de reserva internacional dominante, representando um duro golpe sobre a soberania monetária americana.

Com informações: CNBC

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando