Início » Celular » Google segue Apple e dificulta rastreio de usuários entre apps no Android

Google segue Apple e dificulta rastreio de usuários entre apps no Android

Google vai remover identificador de publicidade do Android caso usuário opte por não receber anúncios personalizados no celular

Bruno Gall De Blasi Por

Com o iOS 14.5, a Apple passou a exigir que os desenvolvedores solicitem permissão para rastrear dados de outros apps e sites. Agora, o Google está seguindo os passos da fabricante do iPhone: a companha vai dificultar o acesso às informações dos usuários no Android. A medida altera o funcionamento do identificador de publicidade do sistema operacional e entrará em vigor nos próximos meses.

Celular Android (Imagem: Andrew Mantarro/Unsplash)

Celular Android (Imagem: Andrew Mantarro/Unsplash)

As informações partem de uma atualização recente na página de suporte sobre o ID de publicidade. No site, o Google informa que vai remover o identificador de publicidade, caso o usuário opte por não receber anúncios personalizados:

“A partir do final de 2021, quando um usuário desativa a publicidade com base em interesses ou a personalização de anúncios, o identificador de publicidade não estará disponível”, diz o aviso. “Você receberá uma sequência de zeros no lugar do identificador”.

A alteração no serviço de personalização do Google Play Services será implementada em fases. A primeira etapa, a partir do fim do ano, engloba apps executados em dispositivos com Android 12. Depois, no início de 2022, a mudança será expandida aos aplicativos executados em dispositivos compatíveis com o Google Play.

“Em julho, forneceremos uma solução alternativa para oferecer suporte a casos de uso essenciais, como análise e prevenção de fraudes”, informaram.

A nova política torna o Android mais próximo do iOS. Em abril, o iOS 14.5 chegou aos usuários com uma mudança na forma como os dados de navegação são acessados. Agora, para rastrear as informações, o desenvolvedor precisa solicitar a permissão do usuário com antecedência. Caso contrário, o identificador de publicidade ficará zerado.

A partir do iOS 14.5, apps precisam de permissão do usuário para acessar dados de navegação (Imagem: Reprodução/Apple)

A partir do iOS 14.5, apps precisam de permissão do usuário para acessar dados de navegação (Imagem: Reprodução/Apple)

Como desativar a personalização de anúncios no Android?

O Android já possui uma opção para interromper a personalização. Nas instruções do sistema, a companhia diz que, ao ativá-la, haverá uma orientação para que os apps não usem o código “para criar perfis com objetivos publicitários nem segmentem o usuário por meio de anúncios personalizados”. O acesso ao identificador, porém, é mantido.

Para desativar o serviço de personalização de anúncios do Google Play Services no Android, você precisa realizar os seguintes passos:

  1. Acesse as configurações do sistema;
  2. Vá em “Google” e depois em “Anúncios”;
  3. Ative a opção “Desativar a Personalização de anúncios”.

A personalização também pode ser desativada através do menu “Privacidade” dentro das configurações do sistema. Mas, neste caso, o procedimento pode variar de dispositivo para dispositivo.

Android 12 (Imagem: Divulgação / Google)

Android 12 (Imagem: Divulgação / Google)

Google anuncia Android 12 com foco em privacidade

O Google apresentou a nova geração de seu sistema operacional durante o Google I/O 2021. Entre os destaques do Android 12, estão os novos recursos de privacidade. Um deles também é bem conhecido por quem possui um iPhone, como é o caso do indicador para avisar quando um app estiver usando a câmera ou microfone do celular.

A atualização ainda vai contar com um novo painel de privacidade, conhecido como Privacy Dashboard. Nesta página, o usuário conseguirá visualizar as permissões dadas a cada aplicativo, quais dados estão sendo acessados e mais. O sistema também passará a processar dados no dispositivo graças ao Android Private Compute Core.

O software ainda conta com mudanças no visual e na central de notificações. Os widgets também ganharam um reforço, agora com controles interativos e design renovado. Em relação ao desempenho, o Google diz que reduziu 22% o tempo de CPU utilizado para os serviços principais do sistema.

Com informações: Android Police, Google (em inglês) e XDA-Developers

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

João Almeida (@Joao_Almeida)

O Facebook vai surtar KKKKK

@RODRIGO

Cada vez mais estamos vendo investimentos em recursos de privacidade aos usuários dos principais sistemas operacionais - Android e IOS. Meu sonho: que houvesse anúncios aleatórios no YouTube, sem base em pesquisa feita por usuário nesta plataforma e no buscador Google.

@doorspaulo

Se for usuário de Android, recomendo o Youtube Vanced.
A publicidade no Youtube chegou a um nível impossível.

O próximo passo é implantar um Pi-Hole em casa, para “limar” de vez.

Luis Carllos (@XxxStrangeManxxX)

Porque choras Facebook?

DeadPull (@DeadPull)

Eu não espero pela empresa. Desativo tudo que posso. Isso ajuda até a economizar dados.